Cartaxo revela plano ousado de redimensionar Jo√£o Pessoa com investimentos em infraestrutura e turismo

Desde que foi declarado prefeito eleito¬†de Jo√£o Pessoa que o ainda deputado estadual Luciano Cartaxo (PT) n√£o para. S√£o reuni√Ķes, visitas, participa√ß√£o em eventos e por ai vai. Uma maratona di√°ria de causar inveja a qualquer gestor, considerando que o homem ainda nem assumiu o cargo.

Cartaxo tem dito que, al√©m de tomar p√© da real situ√£√ß√£o do munic√≠pio, quer implantar um projeto ousado de dar √† capital paraibana a dimens√£o que ela merece em n√≠vel nacional. Sabe o futuro prefeito que Jo√£o Pessoa √© a “bola da vez” do turismo no Nordeste e precisa se preparar para poder usufruir dessa condi√ß√£o.

O projeto do petista se baseia em dois planos. Primeiro, “arrumar a casa” para melhorar a qualidade de vida dos pessoenses e tamb√©m dos visitantes. Isso poder√° ser feito, ou pelo menos projetado, a partir do diagn√≥stico que a Comiss√£o de Transi√ß√£o entregar√° ao prefeito eleito at√© a semana que vem.

Ainda em rela√ß√£o a esse aspecto, n√£o por acaso Cartaxo tem dito que pretende montar uma equipe gabaritada para assegurar praticidade e celeridade nas a√ß√Ķes e pol√≠ticas a serem implantadas.

Num segundo plano, o petista almeja “vender” a imagem de Jo√£o Pessoa em outros estados e at√© no exterior. Nesta segunda-feira, ele tem encontro com a c√ļpula do Grupo Bandeirantes de Comunica√ß√£o, a quem deve apresentar algumas de suas propostas de governo em busca de parcerias.

Outros ve√≠culos de comunica√ß√£o que integram a chamada “Grande M√≠dia” nacional tamb√©m ser√£o alvo de visitas. Se n√£o agora, certamente em outras ocasi√Ķes.¬†“Quanto mais parcerias, mais chances de promovermos o desenvolvimento da nossa cidade”, justifica o prefeito eleito.

No pr√≥ximo dia 2, Cartaxo tem viagem agendada para Cuba. Na terra de Fidel Castro, pretende conhecer o que h√° de mais moderno em aten√ß√£o b√°sica de sa√ļde. Convidado pelo ministro Alexandre Padilha, o petista aceitou de pronto visitar a ilha para¬†saber o que pode ser tamb√©m aproveitado aqui.

Não dá para prever como será a futura gestão. Mas, se depender da disposição de Cartaxo para trabalhar, João Pessoa terá outra cara a partir de 2013.

Comentar

PPS já estuda possibilidade de lançar candidato a governador na Paraíba

O vice-prefeito eleito de Jo√£o Pessoa, Nonato Bandeira, participou neste fim de semana da reuni√£o do Diret√≥rio Nacional do PPS, em Bras√≠lia, quando o a legenda fez uma avalia√ß√£o geral das elei√ß√Ķes municipais em todo o pa√≠s e fez uma proje√ß√£o do cen√°rio para 2014, com os novos desafios que se apresentam para o fortalecimento do partido. Junto com Bandeira, tamb√©m estiveram no evento o secret√°rio geral do PPS no Estado, Durval Lira, a tesoureira do partido, J√īsi Mendes, e o secret√°rio da PMJP e membro estadual da Executiva,Ronaldo Guerra.
Al√©m da avalia√ß√£o eleitoral, na qual o PPS discutiu a possibilidade de lan√ßar candidatura pr√≥pria √† Presid√™ncia da Rep√ļblica e estimular candidaturas majorit√°rias no Estado, o partido tomou outras delibera√ß√Ķes, a exemplo de repudiar a PEC que retira do Minist√©rio P√ļblico poder de investiga√ß√Ķes e questionar o projeto do Marco Civil da Internet, proposta que aguarda vota√ß√£o na C√Ęmara dos Deputados.
No relat√≥rio apresentado pelo presidente Roberto Freire, Jo√£o Pessoa e Para√≠ba foram citados como locais onde o partido teve um crescimento significativo, citando a elei√ß√£o do vice-prefeito Nonato Bandeira, dos tr√™s vereadores pessoenses Bruno Farias, Djanilson da Fonseca e Marco Antonio e do vereador eleito em Campina Grande, Miguel Rodrigues. Tamb√©m foram destacados os prefeitos eleitos Douglas Lucena, em Bananeiras; Beto Brasil, em Sol√Ęnea; e Margarida Fragoso Soares, em M√£e D’√Āgua, al√©m de 11 vices-prefeitos e 66 vereadores.
Nonato Bandeira, que tamb√©m √© membro das executivas estadual e municipal do PPS, informou que estas duas inst√Ęncias representativas do partido estar√£o se reunindo ainda esta semana, sob a presid√™ncia de Gilma Germano e Fabio Carneiro, para avaliar o quadro na Para√≠ba, receber as informa√ß√Ķes tomadas em Bras√≠lia e preparar a legenda para 2014.

Durante o evento, o vice-prefeito eleito de Jo√£o Pessoa defendeu que o PPS precisa renovar seus quadros para embates futuros, apostando na juventude e nas mulheres, atualmente segmentos decisivos em qualquer processo eleitoral e de forma√ß√£o partid√°ria. “Em 2012, os brasileiros de um modo geral votaram contra as imposi√ß√Ķes pol√≠ticas e o que se viu um grande processo de renova√ß√£o, independente de partidos e posturas ideologizantes. O PPS precisa estar antenado para esta nova realidade”, ponderou Nonato Bandeira.
Assessoria

Comentar

Enquete aponta aprovação da gestão do presidente Ricardo Marcelo

Presidente Ricardo Marcelo comemora aprovação de sua gestão a frente da Assembleia

A gestão do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado estadual Ricardo Marcelo (PEN), teve 98% de aprovação na pesquisa realizada pela Revista Tribuna. A publicação circulou nesta terça-feira (21) e a enquete foi realizada junto a jornalistas sobre a atuação dos parlamentares paraibanos durante o período legislativo de 2012.

De acordo com a pesquisa, 98% dos jornalistas consideraram a gestão de Ricardo Marcelo como ótima ou boa. Já o desempenho da ALPB teve a aprovação de 95% dos profissionais da imprensa que responderam a enquete.

Outro item pesquisado pela Revista Tribuna foi o relacionamento do presidente da Casa de Epitácio Pessoa com a imprensa. Consideraram esse quesito bom e ótimo 96% dos jornalistas que participaram da enquete.

O presidente da Assembleia disse que ficou muito honrado com o resultado da enquete e afirmou que vai continuar trabalhando em defesa do povo da Para√≠ba. ‚ÄúRecebi a miss√£o de administrar essa Casa e farei de tudo para honrar esse compromisso e cumprir a minha obriga√ß√£o de trabalhar em defesa dos interesses dos paraibanos‚ÄĚ, destacou.

Comentar

Cássio afirma que relatório da CPI do Cachoeira foi feito pela executiva do PT

Durante a reuni√£o da CPI do Cachoeira, nesta quinta-feira (22/11), o senador C√°ssio Cunha Lima (PSDB/PB) defendeu que o relat√≥rio final seja reexaminado pelo relator, deputado Odair Cunha (PT/MG), e pelos membros da comiss√£o. Na avalia√ß√£o do tucano, o relat√≥rio deixou a impress√£o de que foi produzido pela Executiva do PT. ‚ÄúEsse relat√≥rio foi produzido pela Executiva do PT, n√£o foi produzido pelos membros da CPI nem tampouco pelo pr√≥prio relator‚ÄĚ.

Esse relat√≥rio n√£o tem estrutura para se sustentar e √© necess√°rio que ele passe por uma limpeza. ‚ÄúN√£o podemos aprovar este relat√≥rio que nada mais √© do que a reprodu√ß√£o do que j√° foi apurado pela Pol√≠cia Federal e pelo Minist√©rio P√ļblico, e que n√£o preserva minimamente a institui√ß√£o CPI e muito menos a imagem do Congresso Nacional, que tem tido danos reiterados de imagem por equ√≠vocos pr√°ticos pela classe pol√≠tica‚ÄĚ, afirmou C√°ssio.

Na reuni√£o, o senador tucano¬†¬†disse que o¬†relator¬†deve alterar o relat√≥rio, sob pena de o Congresso e o instrumento da CPI perderem ainda mais credibilidade. ‚ÄúEstamos tentando construir uma solu√ß√£o para esse relat√≥rio‚ÄĚ.¬†Ele declarou que estamos diante de um momento em que mais do que nunca as nossas responsabilidades est√£o sendo chamadas, pois estamos correndo o risco de¬†¬†cometer¬†uma s√©rie de equ√≠vocos.

Temos uma responsabilidade com a sociedade brasileira e estamos diante da amea√ßa de desmoralizar uma das poucas institui√ß√Ķes que ainda recebiam algum n√≠vel de respeito da sociedade brasileira que √© a¬†¬†Comiss√£o¬†¬†Parlamentar de¬†¬†Inqu√©rito. Essa CPI nasceu de um equ√≠voco pol√≠tico, porque CPI sempre foi,¬†e ser√° para toda a vida,¬† instrumento da minoria e n√£o da maioria.

‚ÄúComo se n√£o bastasse, com a maioria parlamentar, o governo ainda quis usar este instrumento para vingan√ßa, para retalia√ß√£o, para troco pol√≠tico, e isso n√£o pode ser aceito, portanto, o que consta desse relat√≥rio precisa ser reexaminado‚ÄĚ, destacou. A leitura do relat√≥rio foi adiada para a pr√≥xima semana.

Assessoria de Comunicação da Liderança do PSDB no Senado

Fotos: Jaciara Aires

 

Comentar

Deputado anuncia liberação de 5,3 toneladas de milho para a região de Sousa

A cidade de Sousa e municípios da região receberão mais 5,3 mil toneladas de milho até fevereiro, garantiu o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, ao deputado federal Leonardo Gadelha (PSC-PB), na terça-feira, 20 de novembro.
Parlamentares da bancada da Para√≠ba estiveram reunidos com o ministro em Bras√≠lia, quando Gadelha pediu uma posi√ß√£o sobre a distribui√ß√£o do cereal no estado. De acordo com o deputado, o diretor de Opera√ß√Ķes e Abastecimento da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), Marcelo Melo, afirmou que 29 mil toneladas de milho j√° foram contratadas para distribui√ß√£o no estado, e outras 21 mil toneladas ser√£o contratadas nos pr√≥ximos meses.
‚ÄúEle informou que Sousa e regi√£o j√° receberam 1,4 mil toneladas e, at√© fevereiro, far√£o jus a mais 5,3 mil toneladas‚ÄĚ, disse Gadelha. Durante a reuni√£o, o deputado federal questionou o fato de algumas cidades do sert√£o paraibano terem sido contempladas com maiores quantidades de milho nas √ļltimas semanas.
‚ÄúSegundo o ministro, existem problemas de log√≠stica e de armazenagem, mas o Governo Federal est√° buscando parceria com o estado e os munic√≠pios para resolver essas dificuldades‚ÄĚ, afirmou Gadelha. At√© agora, o milho ficou concentrado em Campina Grande e Patos.
Novos suplementos
Ainda no encontro com a bancada paraibana, a Conab manifestou que haverá dificuldade para conseguir milho a partir de fevereiro de 2013, quando produtores do Sul e Sudeste compram o cereal, seja para exportação ou outras finalidades.
‚ÄúEu propus o mesmo que j√° havia conversado com o ministro da Integra√ß√£o Nacional,¬† Fernando Bezerra Coelho. Ou seja, a doa√ß√£o de outros suplementos na ra√ß√£o animal, como por exemplo o baga√ßo de cana, que existe na regi√£o Nordeste, o que diminui o custo de frete, ou farelo de algod√£o, que tem muito na regi√£o de Sousa‚ÄĚ, disse Gadelha.
O ministro afirmou que iniciará um estudo e que existe a possibilidade de substituir os suplementos. Mendes Ribeiro também reforçou o compromisso de doar patrulhas mecanizadas e retroescavadeiras para o município de Sousa e região, que serão entregues em 2013.
Comentar

Agentes de sa√ļde de Cabedelo promovem ato p√ļblico para cobrar julgamento de a√ß√£o

Os agentes de sa√ļde da cidade de Cabedelo promovem um ato p√ļblico a partir das 9 horas desta sexta-feira (23) em frente ao F√≥rum Civil, em Jo√£o Pessoa. A categoria quer chamar a aten√ß√£o das autoridades e pedir celeridade no julgamento do m√©rito da a√ß√£o que trata da efetiva√ß√£o destes profissionais junto a Prefeitura Municipal de Cabedelo. O processo encontra-se com a ju√≠za da 5¬™ Vara da Fazenda P√ļblica, Maria de F√°tima Ramalho.

Comentar

PMDB avaliza candidatura de Veneziano a governador em 2014, mas, depende…

Veneziano Vital terá que construir candidatura se quiser disputar eleição em 2014

A dire√ß√£o nacional do PMDB parece decidida a sustentar o nome do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego, como candidato a governador em 2014. Ali√°s, a pre√ßo de hoje, dificilmente algu√©m se atreveria a contestar, dentro do partido, as pretens√Ķes do ‚ÄúCabeludo‚ÄĚ. A pre√ßo de hoje.

Como diria o ex-deputado Manoel Gaud√™ncio: ‚ÄúA pol√≠tica √© din√Ęmica‚ÄĚ. Ou, poder√≠amos recorrer a outros chav√Ķes populares como: ‚ÄúAt√© l√°, muita √°gua ainda vai passar por baixo da ponte‚ÄĚ. Em suma, Veneziano √© apenas um indicativo de candidatura dentro do cen√°rio atual em que se encontra o PMDB.

Uma candidatura n√£o pode ser impositiva, tem que ser constru√≠da. E depende de v√°rios fatores. O partid√°rio √© apenas um deles. At√© mesmo para consolidar a prefer√™ncia que ostenta entre os companheiros do PMDB, Veneziano depende de circunst√Ęncias externas.

O prefeito campinense ter√°, por exemplo, que encontrar uma maneira de se manter em evid√™ncia a partir de janeiro, quando encerrar√° o mandato. Sem isso, dificilmente reunir√° f√īlego eleitoral para viabilizar seu projeto futuro, pois, estar bem na prefer√™ncia do eleitorado certamente ser√° um requisito indispens√°vel a qualquer candidato, principalmente majorit√°rio.

E se Jos√© Maranh√£o estiver em melhores condi√ß√Ķes eleitorais que Veneziano em 2014? Ser√° que o ex-governador e o pr√≥prio PMDB resistir√£o √† expectativa de vit√≥ria e retomada do poder? Portanto, n√£o se pode descartar nenhuma hip√≥tese porque, em pol√≠tica, tudo √© poss√≠vel.

Comentar

Prefeita eleita de Patos anuncia equipe dia 15 de dezembro e admite manter secret√°rios atuais

Francisca Motta deixa a Assembléia Legislativa para assumir Prefeitura de Patos

A prefeita eleita de Patos, deputada Francisca Mota (PMDB), deve anunciar sua equipe de auxiliares no pr√≥ximo dia 15 de dezembro. Em entrevista ao jornal Correio da Para√≠ba, Mota admitiu que pode aproveitar alguns nomes que hoje comp√Ķem o secretariado municipal.

“Mudan√ßas devem ocorrer, mas com muita responsabilidade. Alguns dever√£o permanecer e outros ter√£o que sair para renovarmos”, adiantou a prefeita eleita.

Francisca Mota disse que n√£o teve problemas com a transi√ß√£o de governos porque j√° acompanhava de perto a gest√£o do atual prefeito Nabor Wanderley. Ela recebeu relat√≥rios sobre as √°reas de sa√ļde e educa√ß√£o, duas das prioridades de sua gest√£o.

 

Comentar

Prefeitos eleitos de Cabedelo, Cubatí e Itaporanga são recebidos em audiência pelo governador Ricardo Coutinho

Novos prefeitos foram expor projetos ao governador Ricardo Coutinho

O governador Ricardo Coutinho recebeu nesta terça-feira (20), na Granja Santana, os prefeitos eleitos Luceninha, de Cabedelo; Berguim Alves, de Itaporanga; e Dudu Dantas, de Cubati. Eles apresentaram as principais demandas dos municípios e se informaram sobre as obras e projetos do Governo do Estado.

Ricardo Coutinho anunciou que no in√≠cio de 2013 vai lan√ßar o novo edital do Pacto pelo Desenvolvimento Social com apoio para obras de educa√ß√£o, sa√ļde e a inclus√£o de outras √°reas estrat√©gicas. O governador se colocou √† disposi√ß√£o dos prefeitos para realiza√ß√£o de a√ß√Ķes e obras que venham a promover o desenvolvimento das regi√Ķes e melhorar a qualidade de vida da popula√ß√£o.

O prefeito Luceninha, que esteve acompanhado do presidente da C√Ęmara Municipal de Cabedelo, Ricardo Felix, e da futura secret√°ria de Sa√ļde, Magda Cardoso, solicitou apoio do Estado para a amplia√ß√£o do hospital e reabertura da maternidade do munic√≠pio, al√©m de investimentos na infraestrutura. ‚ÄúSomos parceiros do Governo Federal e vamos buscar parcerias com o Governo do Estado porque √© de fundamental import√Ęncia para o desenvolvimento de Cabedelo‚ÄĚ, avaliou Luceninha.

Na √°rea de seguran√ßa, Ricardo destacou a diminui√ß√£o de 25% no n√ļmero de homic√≠dios no munic√≠pio em rela√ß√£o ao ano passado e sugeriu que o prefeito eleito de Cabedelo providencie a instala√ß√£o de c√Ęmaras de monitoramento nas ruas para auxiliar o trabalho das pol√≠cias. ‚ÄúTemos total interesse em firmar parcerias com a Prefeitura para garantir mais seguran√ßa aos cidad√£os e para organizarmos o sistema de sa√ļde de forma a desafogar os hospitais da Capital‚ÄĚ, afirmou.

Luceninha agradeceu a postura do governador em receb√™-lo e de se colocar √† disposi√ß√£o para futuras parcerias no intuito de resolver a situa√ß√£o da sa√ļde, da seguran√ßa e da infraestrutura. ‚ÄúO munic√≠pio passa por problemas graves na sa√ļde como falta de m√©dico, de UTI e de uma maternidade, impossibilitando o nascimento de cidad√£os cabedelenses. Vamos procurar a Secretaria de Sa√ļde do Estado e construir alternativas, pois nossa meta abrir uma UTI materno-infantil‚ÄĚ, observou.

Durante a audi√™ncia, o governador falou sobre o andamento das obras do governo que beneficiam o munic√≠pio como a Translitor√Ęnea (R$ 125 milh√Ķes), que garantir√° o abastecimento da grande Jo√£o Pessoa; a implanta√ß√£o do sistema de esgotamento de Cabedelo (R$ 20 milh√Ķes); a constru√ß√£o de duas passarelas de pedestres (R$ 2 milh√Ķes).

Itaporanga- Na conversa com o prefeito eleito de Itaporanga, Berguim Alves, o governador Ricardo Coutinho anunciou para o m√™s de dezembro a inaugura√ß√£o da PB 372/382, numa extens√£o de 22 km, ligando Itaporanga a S√£o Jos√© de Caiana, onde s√£o investidos R$ 11 milh√Ķes. ‚ÄúO governador tem se destacado na regi√£o pelas obras de abastecimento e pelas estradas que integram e ajudam no desenvolvimento das regi√Ķes‚ÄĚ, afirmou Berguim.

O prefeito eleito disse que a audi√™ncia foi de fundamental import√Ęncia para o in√≠cio de uma parceria. ‚ÄúTra√ßamos algumas metas e prioridades como a melhoria do Ideb nas escolas do munic√≠pio, que est√° muito baixo (2.1), a revitaliza√ß√£o do mercado e a constru√ß√£o de um anel vi√°rio para melhorar o escoamento do tr√Ęnsito‚ÄĚ, comentou.

Berguim afirmou que o munic√≠pio tem todo o interesse em participar do Pacto pelo Desenvolvimento Social para conseguir novos investimentos na educa√ß√£o e para o melhor aparelhamento do sistema de sa√ļde. ‚ÄúPara o munic√≠pio estes recursos do pacto s√£o fundamentais para a melhoria dos indicadores educacionais e de sa√ļde do nosso munic√≠pio‚ÄĚ, completou o prefeito.

A audiência contou com as presenças do ex-prefeito Wil Rodrigues, o presidente do PSB de Itaporanga, Chico Lopes e do advogado João Franco Filho.

Cubati РO prefeito eleito de Cubati, Dudu Dantas colocou como prioridade do município a construção de um açude no distrito de Qualhada, a estrada ligando ao município de Sossego e o apoio à mineração, que na região possui a maior reserva de betonita do Brasil. O novo prefeito esteve acompanhado do representante dos mineradores de Cubati, Gilmar Dantas.

Ricardo Coutinho afirmou que ir√° solicitar ao secret√°rio de Recursos H√≠dricos um estudo de viabilidade para constru√ß√£o do a√ßude e que o governo continuar√° apoiando, por meio dos programas Cooperar e Empreender, as associa√ß√Ķes de mineradores, pois compreende a import√Ęncia da organiza√ß√£o e o crescimento do setor para a Para√≠ba.

Dudu Dantas destacou que o primeiro encontro com o governador Ricardo Coutinho foi produtivo, pois pode mostrar as prioridades e potencialidades do munic√≠pio. ‚ÄúJ√° tivemos no pacto social libera√ß√£o de R$ 350 mil em recursos para a reforma de quatro escolas e do hospital e maternidade do munic√≠pio. Agora queremos mais uma vez participar do novo pacto para investirmos em √°reas essenciais como sa√ļde e educa√ß√£o, e continuarmos construindo parcerias para o desenvolvimento do nosso munic√≠pio‚ÄĚ, ressaltou.

Secom-PB

Comentar

Ricardo Marcelo fecha 2012 em clima de “paz e amor” com deputados e servidores

Ricardo Marcelo fecha 2012 consolidando sua liderança na Assembléia Legislativa

Se o governador Ricardo Coutinho tenciona estabelecer uma rela√ß√£o de “paz e amor” com a Assembl√©ia Legislativa, o presidente Ricardo Marcelo, pode se gabar de fechar 2012 em clima semelhante com os colegas deputados e, principalmente, com os servidores da Casa de Epit√°cio Pessoa.

Depois do aumento de 7%, Marcelo anunciou calend√°rio completo de pagamento de novembro, dezembro e 13¬ļ sal√°rio. Uma fa√ßanha que Governo do Estado e as prefeituras de Jo√£o Pessoa e Campina Grande, as duas maiores da Para√≠ba,¬†nem sonham em repetir.

Por essas e outras √© que o presidente do PEN amplia, a cada dia, sua imagem de gestor competente e de pol√≠tico habilidoso, pavimentando espa√ßo para um salto maior em 2014. Al√©m de comandar o Poder, Marcelo rege tamb√©m uma “orquestra” com nove deputados, a maior bancada da Casa, que se disp√Ķe a seguir fielmente a batuta do seu maestro quando 2013 chegar.

Só isso já seria suficiente para dar ao presidente da Assembleia Legislativa um status digno de pleitear qualquer cargo majoirtário em 2014.

Comentar