Compra milionária de combustível pela Prefeitura de Santa Rita está na mira do MP e TCE

Netinho

O Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público podem investigar o convênio celebrado entre a Prefeitura de Santa Rita e um posto de Revenda de Combustível no valor superior a R$ 1.6 milhão, para compra de combustível para a frota municipal.

Com o dinheiro do convênio celebrado entre a Prefeitura de Santa Rita e a Comercial de Combustíveis Santa Rita, proprietária de um único posto de combustível, num carro que fizesse 10 quilômetros por litro, seria suficiente para dar mais de 142 voltas ao redor da Terra, caso fosse possível fazer o percurso rodando sobre a linha do Equador.

O convênio superior a R$ 1.650.200,00 foi celebrado através de pregão presencial – processo de Nº 049/2014 – publicado no Diário Oficial Eletrônico do Município, em ato assinado pelo prefeito Netinho de Várzea Nova, no último dia 07.

A dinheirama, a ser pago com o dinheiro de contribuinte, daria para comprar exatos 571 mil e 3 litros de gasolina a R$ 2,86 ( preço médio da maioria dos postos de revenda de combustível). Um carro utilitário, por exemplo,  rodaria exatos 5 milhões, 710 e 30 km.

A muda de onde tudo provem, não informou o número de carros que serve a Prefeitura de Santa Rita, mas, certamente, o dinheiro público fará jorrar o ‘precioso liquido’.

gasolina

Com Clickpb.com.br

 

Comentar

Deputado recorre contra decisão do TRE que vincula sua imagem a de Ricardo no guia eleitoral

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Os advogados do deputado estadual Frei Anastácio, candidato à reeleição, anunciaram que irão recorrer da decisão da juíza da propaganda eleitoral, Antonieta Maroja, que negou o pedido que o candidato fez de não parecer no guia eleitoral da TV, com o número do governador Ricardo Coutinho.

“Já existe jurisprudência em relação ao assunto, aqui mesmo na Paraíba, que foi o caso do deputado federal Luiz Couto. Ele  teve petição semelhante aceita em 2010, quando não quis aparecer no guia da TV com a sigla do PMDB. Iremos recorrer sim”, afirmou o advogado Antônio Barbosa.

Já o deputado Frei Anastácio disse que ficou surpreso com a negativa da juíza da propaganda eleitoral. Ele disse que como já existe caso semelhante ao pedido dele, numa eleição recente, achou que a petição fosse aceita sem precisar de recurso. “Mas, como houve negativa, nossos advogados irão recorrer e acredito que iremos ter a compreensão da justiça eleitoral”, disse o deputado.

Frei Anastácio explicou que o pedido era para que a imagem dele aparecesse no guia sem o número do PSB, até que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se manifestasse com um ponto final sobre a aliança PT/PSB na Paraíba. “Nós estamos com os programas de TV gravados, mas só entregamos uma inserção à produtora que cuida do guia. Suspendemos a entrega de novos programas, dos dez a que temos direito. Estamos em dia apenas no guia eleitoral de rádio. Esperamos que o TRE acate a nossa petição”, disse o deputado.

Com Assessoria

Comentar

Juíza nega liminar e mantém propaganda de Ricardo Coutinho no guia eleitoral de Frei Anastácio

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A juíza auxiliar da Propaganda Eleitoral, Antonieta Maroja, negou liminar solicitada pelo deputado estadual Frei Anastácio (PT) para garantir a retirada da propaganda do governador Ricardo Coutinho (PSB) em seu programa no Guia Eleitoral Gratuito.

PT e PSB fecharam oficialmente aliança na Paraíba, mas Anastácio é dissidente e queria desvincular sua imagem da de Ricardo, candidato à reeleição, no espaço destinado à coligação “A Força do Trabalho III”.

O deputado estadual do PT, Frei Anastácio teve o pedido de liminar para desvincular sua imagem da do governador Ricardo Coutinho (PSB), no guia eleitoral, negado pela juíza auxiliar da Propaganda Eleitoral, Antonieta Maroja.

Em sua decisão, a magistrada alegou que a matéria foge à competência da Justiça, pois cabe aos partidos e às coligações distribuir entre os candidatos registrados os horários que lhes forem destinados pela Justiça Eleitoral.

“A própria participação do candidato representante no guia eleitoral deve ser conquistado no âmbito de sua legenda e não junto a esta justiça especializada que somente atua para evitar a prática de ilícitos eleitorais e nunca, para substituir a vontade e estratégia dos partidos e coligações”, afirmou a juíza.

 

Comentar

Major Fábio declara apoio à candidatura de Marina Silva à Presidência da República

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O Fórum dos Servidores Públicos Civis e Militares do Estado da Paraíba realizou na noite desta terça-feira (26), na sede da Caixa Beneficente da Polícia Militar, mais um debate entre os candidatos a governador. O Major Fábio (PROS), aproveitou a oportunidade para anunciar o seu apoio à candidata do PSB à presidência da República, Marina Silva.
O Major Fábio provocou o candidato do PMDB na Paraíba para anunciar a sua decisão. “Vital costuma dizer, nas suas entrevistas e debates, que vai usar a sua amizade com Dilma para trazer recursos para a Paraíba. Candidato, a Presidenta da República será Marina e a sua amizade com Dilma não vai valer muito. Eu voto em Marina Silva: a Paraíba e o Brasil precisam mudar!”. Desde o início, o Major Fábio demonstrou simpatia pela REDE, juntando-se aos seus representantes na Paraíba na coleta de assinaturas para a criação do partido.
Na Paraíba, não existe palanque bem definido em relação à candidata da REDE/PSB. O candidato Ricardo Coutinho (PSB), membro do partido do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, adotou uma postura discreta em relação à candidatura de Marina já que o PSB da Paraíba se coligou ao PT na disputa proporcional. Além disso, percebe-se que é o Major Fábio que tem assumido um perfil mais parecido com a presidenciável Marina Silva em suas propostas.

Com Assessoria

Comentar

Mais um deputado governista anuncia apoio à candidatura de José Maranhão ao Senado

Maranhão ganha mais apoio (Imagem da Internet)

Maranhão ganha mais apoio (Imagem da Internet)

O deputado estadual, Wilson Braga (PV), reafirmou o seu alinhamento político com o candidato a senador José Maranhão (PMDB) e é mais um integrante da bancada governista a não acompanhar o apoio à candidatura de Lucélio Cartaxo, do PT.

Outro parlamentar que também não segue a candidatura do petista é o deputado Doda de Tião (PTB), que já anunciou adesão a Wilson Santiago, também do PTB. Wilson Braga não disputará a reeleição nas eleições deste ano.

Nas eleições de 2010, o ex-governador obteve 24.752 votos.

Com MaisPB.com.br

Comentar

Cássio garante nomeação de integrante de carreira para Procuradoria Geral do Estado

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Em sua participação no debate promovido pelo Fórum dos Servidores Públicos da Paraíba, na noite desta terça-feira, 26, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) assumiu um compromisso público com a categoria dos Procuradores de Estado: eleito, já em 2015, adotará como critério para nomeação do Procurador Geral do Estado a pré-condição de que o indicado seja integrante da carreira.

O compromisso público de Cássio com a categoria foi assumido, mesmo não tendo sido ele abordado diretamente sobre a questão. Espontaneamente, ao ser solicitado a responder sobre política salarial para os servidores da Fundac, o senador tucano usou de seu tempo para revelar esta determinação como gestor.

Em seu governo, em 2008, Cássio realizou o primeiro concurso público para provimento de cargos de Procuradores de Estado na história da Paraíba. No total, foram 30 vagas criadas. A iniciativa fortaleceu substancialmente a carreira.
Recentemente, a Associação dos Procuradores do Estado da Paraíba (Aspas), foi recebida por Cássio em audiência.

Na oportunidade, ele recebeu documento da categoria com uma pauta de reivindicações, tendo assumido compromissos no sentido de adotar medidas para fortalecer a carreira e de respeitar as prerrogativas da classe, de acordo com o que estabelece a Constituição Federal.

Com Assessoria

Comentar

Ministra Luciana Lóssio vai relatar processo sobre aliança PT/PSB na Paraíba

O caso da aliança PT-PSB nas eleições para o governo da Paraíba foi encaminhado ontem para o parecer da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE). O processo está com a relatoria da ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que após receber o parecer deverá levar o caso para julgamento pelo plenário da Corte.

O autor do processo é o PMDB, que recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) favorável à aliança entre os dois partidos. Na Paraíba, os advogados do PMDB estão esperançosos de que o TSE reverta a decisão do TRE-PB. “Vou aguardar o julgamento e esperar que o TSE repare o equívoco do Tribunal Regional Eleitoral”, disse o advogado Carlos Fábio.

O advogado Fábio Brito, que atua em favor da coligação PT-PSB, tem entendimento diferente. “A minha expectativa é que a decisão seja mantida no TSE”, afirmou. O presidente do diretório estadual do PT, Charliton Machado, também se mostrou confiante. “Estamos tranquilos e esperamos que todas as decisões sejam mantidas”, afirmou.

A coligação PT-PSB é questionada pelo PMDB, sob o argumento de que o PT da Paraíba teria descumprido uma diretriz estabelecida pela direção nacional do partido no tocante à política de alianças para as eleições de 2014. A Executiva Nacional da agremiação teria deliberado pelo apoio à candidatura do senador Vital do Rêgo (PMDB) ao governo do Estado, mas a cúpula estadual foi em sentido contrário e aprovou a aliança com o PSB, do governador Ricardo Coutinho. No julgamento do processo da candidatura de Ricardo, o plenário do TRE, por 4 votos a 3, aprovou a aliança PT-PSB.

Com PBAgora.com.br

Comentar

Família Santiago mantém dois candidatos a deputado federal e corre o risco de não eleger nenhum

Wilson Filho teve registro negado pelo TRE (Imagem da Internet)

Wilson Filho teve registro negado pelo TRE (Imagem da Internet)

Aguardando julgamento de recurso pelo TSE contra decisão do TRE da Paraíba, que indeferiu registro de candidatura  do deputado federal Wilson Filho, a família Santiago mantém dois postulantes à Câmara Federal. A operação é arriscada e pode provocar a derrota dos dois.

Na manhã desta terça-feira, Wilson Filho disse que acredita numa decisão favorável em Brasília, diferente do que aconteceu na Paraíba.  “Estou tranquilo e confiante. O recurso está mantido e a jurisprudência se mostra a nosso favor. O relator e o TRE foram injustos. Não tenho como saber se a empresa doou mais do que devia. E só foi 14 reais a mais. O que o TRE fez comigo foi inexplicável. Foi uma coisa totalmente injusta”, disse Wilson Filho.

O deputado lembrou ainda que teve suas contas de campanha aprovadas e só em 2011 o MP entrou com ação contra a empresa que fez doação irregular para sua candidatura nas eleições de 2010. “Nem mesmo a empresa foi condenada. Isso pegou todo mundo de surpresa. Todos os advogados ficaram surpresos. Todo mundo acho que foi um equívoco”, acrescentou.

Mesmo com o registro de William, o deputado federal descarta a hipótese de substituição e garante que o irmão foi registrado para ocupar a vaga de outro candidato do PTB a deputado federal que teve problemas com o registro. “Tínhamos que substituir nomes de toda forma. O PTB tinha que colocar ele, mas isso não representa uma substituição. Ele registrou uma candidatura para fazer a coligação ficar legalizada”, afirmou.

Se os Santiago estão falando a verdade ou mentindo, só saberemos após a decisão do TSE.

Comentar

Instituto 6 Sigma registra pesquisa na Paraíba e deve divulgar números dia 30

A 6 Sigma Pesquisa e Consultoria Estatística Ltda está nas ruas para elaborar nova pesquisa eleitoral na Paraíba, foi encomendada pela Fundação Pedro Américo e Rádio e TV Campina Grande Ltda.

Segundo o registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 2.401 pessoas serão entrevistadas até o dia 29 de agosto. O protocolo do levantamento PB-00021/2014. Os resultados devem ser divulgados no dia 30 .

A pesquisa, de abrangência estadual, vai medir as intenções de voto para governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

Com Clickpb.com.br

 

Comentar

Vereadores Fuba e João Almeida devem anunciar apoio a Cássio nas próximas horas

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Os vereadores Flávio Eduardo Fuba (PT) e João Almeida (SDD) devem anunciar apoio à candidatura do senador Cássio Cunha Lima, da coligação “A Vontade do Povo”, ao Governo do Estado nas próximas horas. Fuba já declarou publicamente que não vota no governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato a reeleição, e pretende avaliar o comportamento e a postura de Cássio, no guia eleitoral, para assumir a candidatura tucana.

João Almeida, por sua vez, tem conversando com Cássio sobre o assunto, faltando apenas oficializar o apoio. Ontem, durante inauguração da reforma do Mercado Público da Torre, ele evitou adiantar sua decisão. “Vamos tratar disso em outra ocasião”, avisou Almeida, que ocupa a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) de João Pessoa.

Comentar