Hervázio Bezerra projeta bancada governista com até dois terços dos 36 deputados estaduais

Hervazio Bezerra

Mesmo com o revés nas urnas, que o fez voltar à condição de suplente, Hervázio Bezerra (PSB) não para de fazer contas. A matemática gira em torno da bancada que o governador Ricardo Coutinho (PSB) deve ter na Assembleia Legislativa a partir de fevereiro do ano que vem. Hervázio projeta que Ricardo deve contar com apoio de até dois terços dos parlamentares que compõem a Casa de Epitácio Pessoa. Ou seja, dos 36 deputados o governador teria 24 como aliados.

No almoço na Granja Santana, oferecido pelo governador à sua bancada, apenas treze deputados compareceram. Raniery Paulino (PMDB), Anísio Maia e Frei Anastácio, ambos do PT, não participaram. Mesmo assim, o próprio Ricardo Coutinho projetou em 16 os integrantes de sua bancada.

Embora não cite nomes nem estratégia, Hervázio é bem mais otimista que o governador e prevê que o bloco governista pode oscilar entre 22 e 24 deputados. Um número pra lá de confortável para quem passou o primeiro governo quase todo com minoria.

Palavra de ex-líder.

Comentar

Cartaxo comemora bom momento administrativo e projeta mais obras para 2015

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O prefeito Luciano Cartaxo (PT) adora política, mas gosta mesmo é de falar sobre ações administrativas. Além de comemorar o bom momento de sua gestão, Cartaxo projeta mais obras para 2015 e diz que o segredo do seu desempenho é não misturar política com administração. “As questões políticas devem ser tratadas no período eleitoral. Mesmo assim, não devemos esquecer que o foco é sempre a condução da gestão porque foi para isso que fomos eleitos”, justifica o petista.

Segundo o prefeito, o ano de 2013 foi dedicado à busca de investimentos junto ao governo federal para execução de obras na cidade a partir do ano seguinte. Foi com base nessa projeção que ele entregou mais de dez Postos de Saúde da Família (PSFs), mais de três mil moradias, além de Centros de Atenção Psicosocial (Caps). “isso foi em 2013. Em 2014, implantamos o Restaurante Popular de Mangabeira, o Campo Wilsão, um Centro de Treinamento Esportivo, uma UPA no Valentina Figueiredo e a ampliação da Avenida Epitácio Pessoa.”Nosso objetivo é concluir o ano com muito trabalho e obras entregues”, prevê, anunciando o mesmo ritmo para 2015.

Em entrevista à TV Arapuan, Cartaxo também ressaltou a construção de unidades habitacionais no Conjunto Vieira Diniz, as obras da Casa da Pólvora em andamento, campos de futebol, a inauguração de mais uma ou duas creches até o final do ano. “Tem muita coisa sendo realizada agora e 2015 vai ter mais investimento com a Praça da Juventude, duas praças de esporte e cultura, mais habitação, outra UPA em Cruz das Armas, a Academia de Saúde que será entregue no Geisel e mais três em construção.

“Tem muita coisa para entregar, fruto do planejamento”, conta e garate para 2016 a conclusão das grandes obras como o Bus Rapid Transit (BRT), a Lagoa, as ações no Bairro São José e a Calçadinha da Orla. “No próximo ano a gente começa o Centro Histórico e outras obras nos bairros, em praticamente todos, no Alto do Céu vai ter uma praça, outra UPA nos bancários…”, ressalta.

Comentar

Assembleia Legislativa suspende tramitação da LOA 2015 após liminar do TJ

ALPB 2

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) suspendeu a tramitação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA 2015) após liminar do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) pedindo que o Governo do Estado adeque o orçamento de órgãos ligados ao Executivo e os demais poderes.

Segundo o procurador-chefe da Assembleia Legislativa, Abelardo Jurema Neto, uma cópia da notificação já foi remetida para o presidente da Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária e relator da LOA 2015, Raniery Paulino (PMDB) para as providências cabíveis.

“A nossa primeira providência foi comunicar à Comissão de Orçamento sobre a decisão do TJ-PB. Agora, temos um prazo de 10 dias para discutir e deliberar sobre essa questão, prestando as informações necessárias, uma vez que a ALPB também é parte promovida no assunto”, ressaltou.

A decisão do juiz Marcos William de conceder medida liminar partiu após um mandado de segurança ingressado pelo Ministério Público no último dia 20, com o objetivo de assegurar que o órgão, além do TJ-PB, ALPB, Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e Defensoria Pública mantenham o orçamento sem cortes para o ano de 2015.

Com ALPB

Comentar

Raniery, Anísio e Anastácio não comparecem a almoço com governador na Granja Santana

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Os deputados Raniery Paulino (PMDB), Anísio Maia (PT) e Frei Anastácio (PT) não compareceram ao almoço oferecido pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) à sua futura bancada na Assembleia Legislativa. Os três não se encontravam em João Pessoa, de acordo com as assessorias. Ao todo, treze parlamentares foram à Granja Santana: Estela Bezerra, Adriano Galdino, Lindolfo Pires, Ricardo Barbosa, Jeová Campos, Buba Germano, Tião Gomes, Doda de Tião, Gervásio Maia, Inácio Falcão, João Bosco Carneiro, Zé Paulo e Nabor Wanderley.

A deputada Gilma Germano (PPS) e o suplente Hervázio Bezerra (PSB) também participaram do almoço.

Comentar

Com sete mandatos, Tião Gomes se lança candidato a presidente da Assembleia Legislativa

(Imagem da Internet)

(Imagem da Internet)

O deputado Tião Gomes (PSL) é mais um nome na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Paraíba. Gomes confirmou, em entrevista a Rádio Correio, que pretende disputar o pleito, mesmo sabendo que outros colegas, inclusive da bancada governista, também estão de olho no cargo.

Mesmo considerando natural a sua pretensão, Gomes acha cedo para discutir o assunto.

“Ainda é cedo, mas acho que é natural, eu tenho sete mandatos. Temos outros nomes, são trinta e seis deputados e qualquer um deles pode se candidatar. Acho que chegou o momento de ter um candidato do bloco governista, é isso que eu defendo”, explicou Gomes.

Além de Tião, são citados como possíveis candidatos o atual presidente Ricardo Marcelo (PEN), Edmilson Soares (PEN), Estela Bezerra (PSB), Ricardo Barbosa (PSB), Gervasio Maia (PMDB), Lindolfo Pires (DEM) e Adriano Galdino (PSB).

Comentar

Ricardo garante espaços para PMDB e PT na reforma administrativa que pretende fazer

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Reeleito para o segundo mandato, o governador Ricardo Coutinho (PSB), garantiu em entrevista a TV Itararé de Campina Grande, que fará ajustes em sua equipe de governo. Ricardo que prometeu fazer um segundo governo melhor do que o primeiro, adiantou que antes de mexer na equipe vai dialogar com todos os partidos que integraram a ampla aliança que resultou com a sua recondução ao Palácio da Redenção. A intenção do governador é já mexer nas peças este ano, visando qualificar ainda mais a gestão e agilisar a máquina, tendo como critério principal, o perfil técnico.

De forma efusiva ele disse que não vai esperar o dia 1º de janeiro para começar a montar a equipe, mas já fará os ajustes agora, visando assim, assegurar que o governo não sofra com solução de continuidade com o que vem dando certo. “Eu não vou esperar o 1º de janeiro. Eu vou fazer isso discutindo com as forças organizadas da sociedade e discutindo com os partidos políticos. Porque é assim que se faz. Eu quero montar o governo nesse processo e não vou esperar o dia 1º de janeiro para que todos tomem posse e começar tudo do zero”, enfatizou.

O socialista garantiu que o PMDB e o PT terão espaços no novo governo. Segundo Ricardo, o Partido dos Trabalhadores já integra o governo mas terá novos espaços garantidos. Sobre o PMDB que foi decisivo na vitória do PSB no segundo turno, o governador garantiu que o partido deverá sim, também ter a sua participação no governo.

“O PT já tem uma participação no governo e resta saber qual será a nova participação do ponto de vista de pessoas. O PMDB deverá participar do governo assim como outros setores da sociedade” antecipou.

Ricardo também anunciou a sua intenção de promover uma mini reforma na estrutura administrativa. Embora não tenha detalhado como será essa reforma, RC deixou transparecer que deverá fundir alguns órgãos como forma de enxugar a máquina e dá mais agilidade na realização dos serviços.

“Pretendo sim. É preciso fazer uma reforma administrativa. Nós temos órgãos que podem muito bem ser fundidos e nós vamos fazer isso” disse. Os partidos segundo ele, vão ser consultado. RC ressaltou ainda que a Paraíba avançou muito nos últimos quatro anos, mas ainda tem trabalho a ser realizado. “Eu estou com toda energia possível para fazer o melhor nesse segundo mandato” garantiu.

Severino Lopes

Com PBAgora

Comentar

Edmilson afirma que é cedo para discutir eleição da Mesa e evita falar sobre candidaturas

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Vice-presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Edmilson Soares (PEN) sabe que seu nome vem sendo colocado como alternativa para disputar a presidência em fevereiro próximo, quando se inicia uma nova legislatura. Mas, não estimula as especulações. Edmilson acha cedo para falar sobre a eleição e entende que a prioridade agora deve ser votar as matérias pendentes na Casa.

Com quatro deputados (Edmilson, Ricardo Marcelo, José Aldemir e Branco Mendes), o PEN tem tudo para lançar candidato a presidente, até porque já ocupa o cargo hoje com Ricardo Marcelo. Edmilson, entretanto, defende que o assunto seja discutido posteriormente, para não prejudicar os trabalhos da Casa. “Por enquanto, sou apenas deputado e pretendo continuar trabalhando pela Paraíba. Foi para isso que o povo me elegeu”,sustentou.

Apesar dos apelos de Edmilson, a campanha pela presidência continua de vento em popa, com pelo menos sete pré-candidatos pedindo votos.

Comentar

Cartaxo terá participação na eleição da Mesa da Assembleia Legislativa

cartaxo 2

O prefeito Luciano Cartaxo (PT) foi decisivo para reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB). Quem duvidar, basta ver a votação de Ricardo no primeiro e segundo turnos em João Pessoa. Diante do resultado, não é exagero imaginar que Cartaxo terá participação na eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Numa disputa acirrada como se projeta, qualquer voto pode ser decisivo. E o prefeito tem pelo menos um voto na Casa: do deputado Anísio Maia, a quem ajudou a eleger.

Além disso, o PT, partido de Cartaxo, tem ainda o voto de Frei Anastacio. Apesar de não seguir piamente os passos do prefeito, Anastácio tem acompanhado as decisões do PT. Pelo menos no segundo turno da eleição, onde apoiou Ricardo Coutinho.Se o PT decidir por uma candidatura a presidente da Assembleia, é provável que o deputado siga a decisão. Nesse caso, seriam dois votos sob o comando de Cartaxo.

E dois votos podem decidir a eleição.

Comentar

Gervasio afirma que intenção do PMDB é colaborar com governo Ricardo Coutinho

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O deputado Gervasio Maia afirmou hoje, na Assembleia Legislativa, que o PMDB não está preocupado com cargos, mas pretende colaborar com o segundo governo de Ricardo Coutinho (PSB). Após rápida reunião com Trócolli Júnior e Raniery Paulino, reeleitos pelo PMDB, Gervasio garantiu que o partido continua forte, mas não poderia deixar de se posicionar no segundo turno da eleição.

“O PMDB tinha dois caminhos a seguir e escolheu o que achou melhor para a Paraíba. Agora, não estamos preocupados com a ocupação de cargos, mas sim com a implantação de conceitos. Essa é a nossa preocupação porque estamos pensando no desenvolvimento da Paraíba”, justificou Gervasio.

O encontro, numa sala próximo ao plenário da Assembleia, foi um passo importante para que o PMDB participe da bancada governista.

Comentar

Mesmo perdendo a eleição, Hervázio continua forte e deve reassumir liderança do governo

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A Assembleia Legislativa talvez nunca tenha contado com um suplente de deputado tão prestigiado quanto Hervázio Bezerra (PSB). O ex-tucano passou os quatro anos na titularidade do mandato e ainda exercendo a liderança do governo. Mesmo perdendo a eleição recente, Hervázio se prepara para reassumir vaga na Casa de Epitácio Pessoa e também a função de líder da bancada governista.

A mudança será possível graças a uma licença para tratamento de saúde do deputado Adriano Galdino, também socialista, por 121 dias. Galdino confirmou ao portal PBAgora que dará entrada no pedido de licença para beneficiar o colega. A licença permitirá a ascensão de Assis Quintans (PSDB), suplente da coligação. Hervázio fica como primeiro suplente, pronto para assumir a titularidade.

Também é quase certo que o governador Ricardo Coutinho adotará outras medidas para garantir a titularidade do mandato a Hervázio ou um lugar em sua equipe de auxiliares.

Comentar