Jos Maranho reeleito presidente do PMDB e Gervasio Maia no comparece conveno

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O PMDB da Paraba reconduziu neste sbado (31) o senador Jos Maranho a presidncia do partido, assim como toda a Executiva Estadual da legenda. A conveno aconteceu na sede do partido em Joo Pessoa e contou a participao das principais lideranas do estado. Como tinha dito antes, o deputado estadual Gervsio Maia no compareceu.

Os membros da Executiva demonstraram a mesma linhade raciocnio, que o fortalecimento do partido visando as eleies de 2016, para prefeitos e vereadores e2018, para o Executivo nacional, estadual e Legislativo.

O deputado federal Manoel Jnior, presidente do Diretrio de Joo Pessoa e pr-candidato a prefeito da Capitaldisse que para ele oPMDB o partido mais democrtico do Estado e que a reconduo deMaranho serve para que o partido saia fortalecido das eleies de 2016.

O lder do partido na AssembleiaLegislativa, o deputado estadual Raniery Paulino, destacou o fato do PMDB ter o senador mais experiente do pas, osenador Jos Maranho, e ao mesmo tempo, ter o deputado federal maisjovem, o deputado Hugo Motta. S o PMDB capaz disso, por que tem omelhor plantel e se renova.

Raimundo Lira, senador da repblica, afirmou que o PMDB no tem dono e porisso h espaos para quem queira divergir, protestar e reclamar, por querealmente o partido mais democrtico do estado e do Brasil. S o PMDBtem condies de fazer essa travessia que o pas precisa neste momento todifcil.

O senador Jos Maranho ressaltou da dificuldade emcomandar um partido poltico, especialmente quando se trata de um partidoto democrtico, e destacou ainda que o PMDB sempre teve coragem paratomar posies.O PMDB no abrir mo de lanar candidatos a prefeito em todos osmunicpios paraibanos onde for possvel, declarou Maranho.

Por fim, o senador declarou que o PMDB no est para brincadeira e est seestruturando para as eleies de 2016 e 2018 e a meta voltar ao governo doestado.Enquanto vida eu tiver estarei lutando pelo meu partido.

Tambm estiveram presentes o deputado federal Veneziano Vital do Rego e o secretrio deArticulao Poltica do Estado, deputado estadual licenciado Trocolli Jnior, alm do ex-prefeito de Guarabira, Roberto Paulino.

Com PB Agora

Comentar


Indicao de George Morais para presidir diretrio de Joo Pessoa deve deixar DEM sem bancada em Joo Pessoa

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Os vereadores Lucas de Brito e Bosquinho vem dando sinais claros de que no pretendem disputar a reeleio no DEM, onde esto at agora filiados. E a indicao de George Morais, filho do ex-senador e presidente do partido na Paraba, Efraim Morais, para dirigir a nova Comisso Provisria de Joo Pessoa ampliou a possibilidade de sada dos dois vereadores, deixando o DEM sem representao na Cmara Municipal.

Lucas tem dito que s fica no partido com a presidncia do diretrio municipal de Joo Pessoa que, ao que parece, j tem dono. Ele admite, inclusive, ser candidato a prefeito nas eleies de 2016. Desde que tenha o partido nas mos.

A situao de Bosquinho ainda mais complicada porque, alm de ter sido substitudo por George Morais, ele aliado do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) de quem o DEM no quer nem ouvir falar. Bosquinho j decidiu se transferir para um partido da base de Cartaxo, possivelmente o prprio PSD.

A situao dos dois vereadores deve ser decidida nos prximos trinta dias.

Comentar


Maranho deve ser reconduzido ao comando do PMDB, mas Gervasio avisa que no ir conveno

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O senador Jos Maranho deve ser reconduzido neste sbado presidncia do PMDB na Paraba, em conveno prevista para a sede do partido, na Avenida Beira Rio, em Joo Pessoa. Ele no tem concorrente e encabear chapa nica. Apesar disso, os problemas no partido continuam. O deputado Gervasio Maia j avisou que no pretende participar da conveno, mesmo com a disposio do dirigente de mant-lo na executiva estadual.

Gervasio ainda acumula mgoa por no ter sido escolhido presidente do diretrio da Capital, para onde foi reconduzido o deputado federal Manoel Jnior, pr-candidato do PMDB sucesso municipal em 2016. Alm da suposta quebra de acordo pela rotatividade, que lhe garantiria o comando do partido no principal colgio eleitoral do Estado, o deputado estadual alega que tem sido excludo das decises partidrias.

Maia deixou claro que no se sente “ vontade” para participar da conveno deste sbado e antecipou seu voto contrrio a Manoel Jnior, mesmo sendo pr-candidato a sucesso municipal. “Se insistir (em Manoel Jnior), o PMDB tende a ficar isolado na Capital”, alertou.

Indiferente s queixas do colega, Manoel Jnior segue coma a pr-campanha do PMDB e busca aliados para fortalecer e consolidar seu nome como candidato de oposio ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e ao pr-candidato do PSB, Joo Azevedo. Jnior tem apoio de Maranho.

 

 

 

O senador Jos Maranho ser reconduzido presidncia estadual do PMDB, durante conveno estadual prevista para este sbado (31), na sede do partido, localizada na avenida Duarte da Silveira. Ele vai cumprir mais um mandato de dois anos. Em chapa nica, o ponto de discrdia o deputado Gervsio Maia, que aparece como 3 vice presidente.

Gervsio anunciou que no participar da conveno. No tenho sido convidado para nada, alm de outras decises do partido sem que eu tenha sido avisado, disse. O PMDB no anunciou se ele ser substitudo na chapa a ser eleita, caso no esteja presente.

Outra novidade na chapa que reconduzir Maranho a presidncia do partido ser o senador Raimundo Lira. Vai ser eleito 2 vice presidente da sigla. Com a ausncia de Gervsio Maia confirmada por ele prprio, o mesmo no acontecer com o deputado federal Veneziano Vital, que fazia planos para assumir a direo do partido.

Veneziano confirmou agora a pouco sua presena. Ele ser eleito secretrio geral do partido, conforme composio da chapa registrada pelo senador Jos Maranho. Outros cargos sero ocupados por Antnio Roberto de Sousa Paulino (1 vice presidente), Roberto Raniery de Aquino Paulino (secretrio adjunto) e Antnio de Souza (tesoureiro).

E mais: Manoel Alves da Silva Jnior (1 vogal), Nabor Wanderley da Nbrega Filho (2 vogal), Humberto Trocolli Jnior (3 vogal) e Hugo Motta Wanderley da Nbrega (4 vogal).

Raniery Paulino est inscrito, ainda, como lder da bancada do PMDB na Assembleia. Tem tambm os suplentes da Executiva estadual: Andr Avelino de Paiva Gadelha Neto, Antnio Vituriano Abreu, Mrcio Roberto da Silva e Ozanilda Gondim Vital do Rgo.

 

Comentar


Deputado lana proposta de conciliao no PMDB; Gervasio no diretrio e Manoel Jnior para prefeito

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O deputado Raniery Paulino lanou uma proposta que, segundo ele, acabaria de vez com as animosidades dentro do PMDB paraibano. Pela proposta, o deputado Gervasio Maia seria indicado presidente do diretrio municipal de Joo Pessoa, obedecendo o sistema de rodzio, e Manoel Jnior seria confirmado candidato a prefeito da Capital, ambos com apoio unnime do partido.

“Acho que isso resolveria o problema das trs partes: de Gervasio, de Manoel Jnior e do PMDB. Defendo o sistema de rodzio no diretrio municipal, mas acho tambm que um partido do tamanho do PMDB no pode deixar de lanar candidato a prefeito no principal colgio eleitoral do Estado”, explicou Paulino.

Mesmo que seja interessante, a proposta dificilmente vingar. Gervazio j disse que no vota em Manoel Jnior para prefeito e o atual presidente municipal do PMDB no cogita, em nenhuma hiptese, deixar o cargo para o qual foi eleito.

A refrega continua.

Comentar


Secretrio de Comunicao afirma que gesto de Ricardo Coutinho ser “grande trunfo” do PSB em Joo Pessoa

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O secretrio de Comunicao Institucional, jornalista Luiz Torres, acredita que as obras e aes executadas por Ricardo Coutinho quando era prefeito e agora, como governador, sero o grande trunfo do PSB para as eleies municipais no principal colgio eleitoral do Estado. Torres disse que o “histrico” de Ricardo como maior gestor do PSB far diferena na hora do eleitor comparar e escolher seu candidato. “O histrico (*de Ricardo e do PSB) fala por si s”, avaliou.

Para Torres, a populao pessoense ainda guarda na memria os benefcios que recebeu e vem recebendo da gesto socialista e deve levar em conta essa “herana” quando for votar. “Isso est bem vivo na memria de cada um e vai reascender durante o processo eleitoral”, prev.

O PSB indicou o secretrio estadual da Infraestrutura, Joo Azevedo, como pr-candidato a prefeito de Joo Pessoa em 2016. Azevedo venceu a deputada Estela Bezerra, que disputou o pleito de 2012 e ficou em terceiro lugar, no processo interno do partido.

 

 

 

 

 

 

Comentar


REVIRAVOLTA NO CONDE: Com apoio dos evanglicos, empresrio pode desbancar prefeita e ex-marido

Imagem da Internet

Edinho cumprimentado pela prefeita Tatiana (Imagem da Internet)

A poltica do municpio de Conde sempre foi complicada. Mesmo assim, nos ltimos dez anos a atual prefeita, Tatiana Lundgreen, e seu ex-marido, Alosio Rgis, dominaram o cenrio local. Mas, cansada de enganao e de promessas no cumpridas, a populao comea a dar sinais de cansao e busca “novos horizontes”.

Primeiro foi o ex-secretrio estadual de Sade, Waldson Souza, que desembarcou na “terrinha” disposto a se apresentar como novidade no processo eleitoral. Agora, surge uma outra alternativa, tambm nova, mas com a vantagem de conhecer bem a cidade e, principalmente, ser bem conhecido pela cidade.

Com apoio da numerosa comunidade evanglica, o empresrio Edinho Mendes ganhou flego nos ltimos dias e passou a ser alternativa concreta para a sucesso municipal. Filiado ao PRB, Edinho tem “bagagem” para disputar a eleio de prefeito. Sua esposa j foi vice-prefeita e ele ocupou cargo na gesto da atual prefeita Tatiana Lundgreen.

No prximo domingo, amigos e simpatizantes do empresrio promovem uma festana numa granja para lanar a pr-candidatura de Edinho Mendes. P no cho, Edinho ainda resiste ideia, mas dificilmente ter foras para recusar uma proposta coletiva, diante da dimenso que vem tomando sua pr-candidatura. “Eu nem pensava nisso, mas confesso que difcil resistir aos apelos de tantos amigos”, afirmou mendes.

Para o bom entendedor, meia palavra basta.

Comentar


Depois de jogar mais de mil servidores da rea de Sade no olho da rua, Cartaxo critica “frieza” de Ricardo Coutinho

Imagem da Internet

Imagem da Internet

No fosse sua lbia conquistadora, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) teria dificuldades para ser poltico. Cartaxo tem o dom de enganar, como agora dizem os petistas. Talvez por isso esteja respondendo s crticas do governador Ricardo Coutinho (PSB), que o mandou “trabalhar de verdade”.

Mais uma vez, usando o seu conhecido dom, Cartaxo acusou o governador da Paraba de ser “frio” em suas aes. Ningum duvida disso. Mas, como de costume, o prefeito usou uma “dose de enganao” para tentar sensibilizar a opinio pblica.

Frieza uma palavra que frequenta o histrico de Cartaxo constantemente, desde que assumiu o mandato de prefeito. Cartaxo desprezou o vice, Nonato Bandeira, a quem causou humilhao e perdas polticas irreparveis, somente porque o presidente do PPS no votou no seu candidato ao Governo do Estado em 2014. Quem era o candidato? O mesmo que Cartaxo agora acusa de frio.

Cartaxo tambm levou sua frieza ao PT, que lhe deu abrigo necessrio para conquista do mandato. Deu as costas ao partido sem qualquer cerimnia, mudando-se de “mala e cuia” para o PSD, que pouco conhecia. Mas, no foi s isso. O prefeito juntou-se a ex-adversrios histricos com o nico objetivo de viabilizar seu projeto pessoal e personalista de reeleio.

Como a falcia seu trunfo principal, Cartaxo agora resolveu transferir para o governador Ricardo Coutinho a frieza que adquiriu ao longo dos anos, ao exercer a atividade poltica. Ou ser que esse dom hereditrio?

Frieza, prefeito, jogar no olho da rua mais de mil prestadores de servio que foram contratados para trabalhar na campanha do seu irmo, Luclio Cartaxo, no eleito graas a Deus e aos eleitores conscientes da Paraba. Frieza, prefeito, recorrer Justia para no pagar reajuste, mais que justo, reivindicado pelos professores e servidores da Educao, forados a entrar em greve.

Mas, frieza maior, prefeito, no reconhecer e no explicar os escndalos de sua gesto que, ao que parece, est fadada a padecer no lixo.

 

 

Comentar


Gervasio volta a se queixar que foi “trado”, defende aliana com PSB e adianta que no votar em Manoel Jnior para prefeito

 imagem da Internet

imagem da Internet

O deputado Gervasio Maia voltou a se queixar que teria sido “trado” pelo PMDB, fato que o afasta cada vez mais do partido comandado pelo senador Jos Maranho. Maia tambm insistiu que o melhor caminho para os peemedebistas uma aliana com o PSB, que lanou o secretrio de Infraestrutura Joo Azevedo como pr-candidato a prefeito de Joo Pessoa. Mais que isso, o parlamentar deixou claro que no votar, em hiptese alguma, no deputado federal Manoel Jnior, a quem acusa de ser o principal responsvel por sua situao atual dentro do PMDB.

Maia ainda duvida que o PMDB lance candidato a sucesso municipal na Capital, mas disse que, se isso ocorrer e o nome de Manoel Jnior for escolhido, no marchar com o partido. Gervasio sustenta que Manoel Jnior descumpriu acordo que lhe garantiria, num sistema de rodzio, a presidncia do diretrio de Joo Pessoa. O deputado federal foi reeleito presidente em chapa nica.

Ainda de acordo com Gervasio, o PMDB corre um srio risco de isolamento na Capital se insistir com a candidatura de Manoel Jnior.

Com informaes do Maispb

 

Comentar


Ricardo Coutinho inaugura Rodovia da Integrao benefianciando mais de 100 mil habitantes no Serto

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O governador Ricardo Coutinho inaugura nesta quinta-feira (29), s 11h30, a pavimentao de PB-228, que liga os municpios de Quixaba e Areia de Barana, e faz parte da Rodovia da Reintegrao, numa extenso de 43 km, com investimento do Governo do Estado de R$ 35,7 milhes. A pavimentao da PB-228 beneficia diretamente mais de 117 mil habitantes de diversas cidades da regio sertaneja, com trfego mdio dirio de 1.091 veculos entre automveis, camionetas, nibus, caminhes e motos.

A pista de rolamento em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) tem 7 m e acostamentos de 1,5 m de cada lado. A Rodovia da Reintegrao, j praticamente concluda, tem uma extenso total de 92,3 km, iniciando na BR-230 em direo a Assuno, Salgadinho, Areia de Barana, acesso a Passagem, Quixaba/Entr.BR-230 (nas proximidades de Patos) e a PB-252-Cacimba de Areia. A construo da obra esteve a cargo da construtora R. Furlani Ltda.

Foram executados servios de terraplenagem em cortes e aterros, pavimentao asfltica, pontes em concreto armado, drenagem profunda e superficial, cercas com estacas de concreto, servios de recuperao de reas degradadas, paisagismo e sinalizao horizontal e vertical.

Para o diretor de Operaes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Hlio Cunha Lima, a pavimentao da Rodovia da Reintegrao representa uma importante contribuio do governo estadual para o desenvolvimento econmico de toda a regio sertaneja, tirando do isolamento cinco sedes dos municpios de Salgadinho, Areia de Barana, Passagem, Cacimba de Areia e Quixaba.

Hlio Cunha Lima lembra ainda que a PB-228 tem as mesmas caractersticas das rodovias federais, com pista e acostamentos adequados para suportar o trfego pesado, principalmente de carretas. O investimento total de R$ 69.737.680,40, com recursos do Tesouro do Estado.

Com Secom PB

Comentar


Benilton Lucena minimiza ao do PT e avisa que defender seu mandato. “Sou fiel. Quem mudou foi o PT”

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O vereador Benilton Lucena (PSD) disse que defender o mandato at o fim e no teme a ao judicial impetrada pelo PT pedindo sua cassao junto ao Tribunal regional Eleitoral, sob alegao de infidelidade partidria. Ele garante que em momento algum cometeu infidelidade. “Eu sou fiel. Quem mudou de princpios, de postura, foi o PT”, afirmou Lucena.

Um grupo de petistas protocolou ontem no TRE ao pedindo a cassao do mandato de Benilton. Os impetrantes alegam que o vereador teria cometido infidelidade ao troca o PT pelo PSD e no entregar os cargos ocupados por aliados na gesto do prefeito Luciano Cartaxo, descumprindo determinao e resoluo partidrias.

O ex-deputado federal paraibano Walter Brito Neto foi o primeiro parlamentar a perder o mandato com base na lei que trata da fidelidade partidria.

Comentar