Professora Margareth Diniz comemora vitória nas urnas e vai comandar UFPB até 2020

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A atual reitora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), professora Margareth Diniz, foi reeleita para gerir a instituição pelo quadriênio 2016-2020. O resultado foi concretizado por volta das 23h30 desta quarta-feira (26), mas a festa dos apoiadores de Margareth já tinha começado desde às 21h, após o encerramento da votação e início da apuração com as primeiras urnas apontando a vitória da candidata da cor azul.

O segundo turno do processo de escolha para o novo reitorado foi disputado entre os candidatos da Chapa 1, Luiz de Sousa J√ļnior (Reitor) e Terezinha Domiciano Dantas Martins (vice-reitora); e da Chapa 2, Margareth de F√°tima Melo Diniz (Reitora reeleita) e Bernardina Maria Juvenal Freire de Oliveira (vice-reitora).

De acordo com √ļltimo boletim divulgado pela Comiss√£o Eleitoral, a atual reitora obteve 53,79% dos votos proporcionais, enquanto que J√ļnior registrou 46,21% dos sufr√°gios.

Após o resultado final, as professoras Margareth Diniz e Bernardina Oliveira comemoraram junto com apoiadores da Chapa 2, no interior do Campus I, em João Pessoa.

Comentar

Presidente do PSB diz que Cartaxo abandonou Dilma e traiu aliados. “Deve muitas explica√ß√Ķes √† popula√ß√£o”

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O presidente do diret√≥rio do PSB em Jo√£o Pessoa, Ronaldo Barbosa, disse nesta quarta-feira que o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) ter√° que explicar aos eleitores por que abandonou a presidente Dilma Roussef, que enfrenta processo de impeachment, e traiu aliados importantes que o ajudaram a chegar ao poder. Segundo ele, na hora de pedir voto para seu projeto de reelei√ß√£o Cartaxo ser√° cobrado nesse sentido. “Todo mundo sabe que Cartaxo foi eleito com a ajuda de Luciano Agra, Roseana Meira e Nonato Bandeira. Mas, a m√°scara vai cair. (Cartaxo) Deve muitas explica√ß√Ķes √† popula√ß√£o pessoense para justificar sua reelei√ß√£o”, sustentou.

Barbosa lembrou ainda a rumorosa opera√ß√£o de retirada das 200 mil toneladas de lixo das obras da Lagoa, do Parque Solon de Lucena, at√© agora n√£o detalhada pelo atual prefeito e seus auxiliares. Relat√≥rio da CGU aponta desvio de mais de R$ 9 milh√Ķes nas obras da Lagoa e uma CPI continua √† espera de instala√ß√£o na C√Ęmara Municipal de Jo√£o Pessoa para apurar o suposto “rombo” e o destino do lixo que n√£o sabe onde foi parar.

“A popula√ß√£o est√° acompanhando tudo e na hora certa vai cobrar respostas, vai querer saber do prefeito o que realmente foi feito com o dinheiro p√ļblico”, previu o dirigente socialista, entrevistado pelo Sistema Arapuan de Comunica√ß√£o.

Comentar

TCE manda prefeito de Gado Bravo devolver R$ 1,3 milhão por despesas irregulares com locação de veículos

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O Tribunal de Contas da Para√≠ba, reunido nesta quarta-feira (27), emitiu parecer contr√°rio √† aprova√ß√£o das contas de 2014 encaminhadas pelo prefeito de Gado Bravo, Austerliano Evaldo Ara√ļjo, a quem imp√īs o d√©bito de R$ 1.353.576,00 por despesas irregulares com loca√ß√£o de ve√≠culos (a maior parte delas) e prestadores de servi√ßo. A decis√£o, da qual ainda cabe recurso, deu-se, √† unanimidade, conforme entendimento do conselheiro substituto Antonio Gomes Vieira Filho.

Houve aprovação às contas de 2013 dos prefeitos de São José de Princesa (Luis Ferreira de Morais) e Araruna (Wilma Targino Maranhão), conforme votos, respectivamente, dos relatores Oscar Mamede Santiago Melo e Nominando Diniz.

Em grau de recurso, tiveram suas contas aprovadas o prefeito de Olho d‚Äô√Āgua (Francisco de Assis Carvalho, exerc√≠cio de 2012) e o ex-prefeito de Cara√ļbas (Severino Virg√≠nio da Silva, 2011).

O TCE aprovou, ainda, as contas da Secretaria de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia (2013), do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Industrial da Paraíba (2011) e da Secretaria de Infra-Estrutura do Município de João Pessoa (2004, neste caso, após o julgamento de recurso interposto pelo ex-gestor Evandro de Almeida Fernandes).

A Corte tamb√©m entendeu pela regularidade das contas das C√Ęmaras Municipais de Araruna (2013, com ressalvas e em grau de recurso), Mari (2014), Cacimbas (2013), S√£o Jos√© do Sabugi (2013) e Barra de Santa Rosa (2013, com ressalvas),

Participaram da sess√£o plen√°ria conduzida pelo decano Arn√≥bio Viana, os conselheiros Nominando Diniz, F√°bio Nogueira, Fernando Cat√£o e Marcos Costa. Tamb√©m, os conselheiros substitutos Antonio Cl√°udio Silva Santos, Antonio Gomes Vieira Filho, Oscar Mamede e Renato S√©rgio Santiago Melo. O Minist√©rio P√ļblico de Contas esteve representado pela procuradora geral Sheyla Barreto Braga de Queiroz.

Com Ascom

Comentar

Nome de Cida Ramos cresce “na bolsa de apostas” e vereador do DEM defende sua indica√ß√£o para disputar elei√ß√£o na Capital

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A presen√ßa da professora Aparecida Ramos, titular da Secret√°ria Estadual de Desenvolvimento Social, ao lado do governador Ricardo Coutinho durante solenidade nesta ter√ßa-feira, aumentou as especula√ß√Ķes sobre sua poss√≠vel escolha para substituir Jo√£o Azevedo, que desistiu de disputar a Prefeitura de Jo√£o Pessoa pelo PSB. Nesta quarta-feira, Cida ganhou importante aliado fora de seu partido: o vereador Raoni Mendes (DEM) defendeu a secret√°ria como alternativa para concorrer √† sucess√£o do prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

Cida Ramos vem desenvolvendo um bom trabalho a frente da SEDES e, diferente de outros auxiliares, n√£o provoca problemas para o governador Ricardo Coutinho. Al√©m do mais, tem tr√Ęnsito livre junto a professores, estudantes e as camadas mais carentes da popula√ß√£o, alvo central de sua pasta. “Vou levar minha sugest√£o ao DEM e se puder opinar junto ao PSB defenderei a indica√ß√£o de Cida”, garantiu Raoni Mendes.

Comentar

Oposi√ß√£o afirma que Cartaxo “deu um tiro no p√©” com relat√≥rio da CEF e cobra CPI da Lagoa

A bancada de Oposi√ß√£o avalia que o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) “deu um tiro no p√©” com a apresenta√ß√£o do relat√≥rio da Caixa Econ√īmica Federal em audi√™ncia p√ļblica na √ļltima segunda-feira, na C√Ęmara Municipal. O documento e as cr√≠ticas ao relat√≥rio da Controladoria Geral da Uni√£o levou o dirigente do √≥rg√£o, Gabriel Arag√£o Wright, a se pronunciar, reafirmando o teor do documento com as irregularidades apontadas, incluindo o suposto desvio de quantia superior a R$ 9 milh√Ķes das obras da Lagoa.

O vereador Raoni Mendes (DEM) disse que a instala√ß√£o da CPI da Lagoa, para investigar as den√ļncias contidas no relat√≥rio da CGU, tornou-se imprescind√≠vel. “Mais do que nunca ficou claro que as irregularidades existem. Como bem colocou o seu dirigente, a CGU s√≥ elabora relat√≥rios t√©cnicos e n√£o pol√≠ticos. Da√≠ a certeza dos dados coletados e inseridos no documento. Enquanto isso tudo n√£o for esclarecido, permanece a suspeita. Queremos saber onde foram parar os R$ 9 milh√Ķes desviados e ainda as 200 mil toneladas de lixo que a Prefeitura de Jo√£o Pessoa afirma ter retirado das obras da Lagoa”, disparou.

Mendes disse ainda que, quanto mais o prefeito Luciano Cartaxo trabalha trabalha para retardar a instala√ß√£o da CPI, mais aumentam as suspeitas de irregularidades que pairam sobre essas obras. “A popula√ß√£o est√° de olho nas manobras na C√Ęmara Municipal e, a essa altura do campeonato, j√° deve ter ju√≠zo de valor sobre o caso. Esse lixo da Lagoa ainda vai feder muito”, ¬īprev√™.

E como vai!

Comentar

Chefe da CGU na Para√≠ba reafirma relat√≥rio que aponta suposto desvio de R$ 9 milh√Ķes nas obras da Lagoa

O chefe da Controladoria Geral da Uni√£o na Para√≠ba, Gabriel Arag√£o Wright, reafirmou todo conte√ļdo do relat√≥rio elaborado por t√©cnicos daquele √≥rg√£o de fiscaliza√ß√£o que aponta o suposto desvio de uma soma superior a R$ 9 milh√Ķes das obras de reforma da Lagoa, do Parque Solon de Lucena. Gabriel lembrou que os relat√≥rios da CGU s√£o t√©cnicos e n√£o pol√≠ticos, baseados em informa√ß√Ķes e provas coletadas pelos auditores.

O dirigente deixou claro que n√£o retira uma s√≥ palavra do documento, encaminhado inclusive ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD) logo que conclu√≠do. Gabriel Araujo disse ainda que os vereadores t√™m “obriga√ß√£o” de investigar den√ļncias envolvendo recursos p√ļblicos no √Ęmbito do munic√≠pio de Jo√£o Pessoa.

Abaixo, vídeo com entrevista do chefe da CGU ao portal Paraibaja:

Comentar

PSB retira candidatura de João Azevedo e Estela Bezerra é a mais cotada para assumir disputa municipal

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Em nota distribu√≠da √† Imprensa, o Partido Socialista Brasileiro decidiu retirar o nome do secret√°rio estadual da Infraestrutura, Jo√£o Azevedo, da disputa municipal, consolidando rumores que circulavam desde a semana passada. A perman√™ncia de Azevedo foi assegurada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) no in√≠cio da semana, durante inaugura√ß√Ķes no Conde, mas acabou sucumbindo diante da estagna√ß√£o da pr√©-candidatura socialista nas pesquisas de opini√£o p√ļblica.

A deputada Estela Bezerra, que disputou a elei√ß√£o municipal de 2012, √© a mais cotada para substituir Azevedo, mas o deputado Gervasio Maia, ex-PMDB, tamb√©m est√° no p√°reo. Mesmo sem revelar publicamente, o l√≠der do governo na Assembleia Legislativa, Herv√°zio Bezerra (PSB), torce pela indicva√ß√£o de Estela. “Vamos discutir internamente qual a melhor alternativa”, resumiu.

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Abaixo, a Nota do PSB na íntegra:

NOTA

Jo√£o Pessoa, 26 de abril de 2016

O presidente do Diretório Municipal do Partido Socialista Brasileiro, Ronaldo Barbosa, e o companheiro João Azevedo, atual secretário estadual de Infra-Estrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, em comum acordo, após reunião e deliberação conjunta,

1 – Considerando o atual cen√°rio pol√≠tico nacional, que mudou inesperada e radicalmente a conjuntura, levando o Brasil a incertezas das mais diversas no campo econ√īmico, administrativo e social, exigindo ainda mais aten√ß√£o e capacidade de seus gestores;

2 – Considerando, em raz√£o disso, a necessidade de dar continuidade, sem riscos de comprometimento do ritmo adotado, a um modelo administrativo que vem transformando a Para√≠ba, apesar dos obst√°culos impostos pela atual crise pol√≠tica e econ√īmica pela qual enfrenta o pa√≠s;

3 – Considerando a import√Ęncia da secretaria de Infra-Estrutura, Recursos H√≠dricos, Meio Ambiente, Ci√™ncia e Tecnologia, que responde pela quase totalidade das principais a√ß√Ķes adotadas pelo governo do Estado, incluindo, entre outras, a constru√ß√£o de estradas, hospitais e infra-estrutura h√≠drica, exigindo o acompanhamento rigoroso da execu√ß√£o das obras em curso, tendo o companheiro Jo√£o Azevedo como seu principal respons√°vel ao lado do governador Ricardo Coutinho, desde o planejamento do projeto at√© o trabalho de capta√ß√£o de recursos junto ao governo federal e outras institui√ß√Ķes financeiras;

4 – Considerando o car√°ter imprescind√≠vel do companheiro Jo√£o Azevedo e sua disposi√ß√£o em se manter como secret√°rio da pasta mais estrat√©gica da atual gest√£o estadual, contribuindo com o projeto administrativo em curso diante de um cen√°rio de extrema fragilidade econ√īmica e institucional, adiando sua participa√ß√£o num processo eleitoral;

5 – Considerando ainda que toda essa altera√ß√£o da conjuntura nacional sup√Ķe a avalia√ß√£o de outros perfis igualmente capazes de discutir, elaborar e defender junto √† milit√Ęncia e, especialmente, √† popula√ß√£o de Jo√£o Pessoa os caminhos que devolvam a nossa cidade, capital de todos os paraibanos, a esperan√ßa de voltar a crescer de verdade, sem maquiagens ou demagogia pol√≠tica, resgatando os pilares da efetiva participa√ß√£o popular, igualdade social e desenvolvimento de Jo√£o Pessoa;

Resolvem:

Abrir discuss√£o interna sobre a substitui√ß√£o do companheiro Jo√£o Azevedo Lins Filho na disputa eleitoral que se aproxima pela prefeitura municipal de Jo√£o Pessoa por um novo nome a ser colocado pelo partido √† disposi√ß√£o da popula√ß√£o pessoense nas elei√ß√Ķes deste ano.

Ronaldo Barbosa
Presidente do PSB de Jo√£o Pessoa

Jo√£o Azevedo Lins Filho
Secretário de Infra-Estrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia

Comentar

Bancada de Cartaxo rejeita convoca√ß√£o da CGU e Oposi√ß√£o v√™ tentativa de “abafar” den√ļncia de desvio de recursos da Lagoa

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A C√Ęmara Municipal de Jo√£o Pessoa acaba de rejeitar, por maioria, requerimento do vereador Lucas de Brito (PSL) propondo a convoca√ß√£o de t√©cnicos da Controladoria Geral da Uni√£o para esclarecer den√ļncia de desvio de R$ 9 milh√Ķes das obras de reforma da Lagoa, do Parque Solon de Lucena. A bancada de Oposi√ß√£o acusa o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e seus aliados de tentarem “abafar” a acusa√ß√£o, apontada em relat√≥rio da pr√≥pria CGU.

“Est√° claro que o desejo do prefeito √© abafar essa den√ļncia. Por isso trouxeram esse relat√≥rio da Caixa Econ√īmica Federal que, al√©m das contradi√ß√Ķes, n√£o se contrap√Ķe em nada ao da CGU. Queremos saber sobre os R$ 10 milh√Ķes que foram desviados das obras da Lagoa. Isso √© o que interessa √† popula√ß√£o pessoense e at√© agora o prefeito e seus aliados n√£o conseguiram explicar”, afirmou Zezinho Botafogo (PSB).

Botafogo disse ainda que o relat√≥rio da CEF n√£o pode servir de par√Ęmetro para combater o da CGU por conta das liga√ß√Ķes do secret√°rio municipal de Planejamento, C√°ssio Andrade, tem com o banco estatal. “Esse relat√≥rio foi feito pela esposa de C√°ssio, que √© funcion√°ria da Caixa”, afirmou Botafogo.

O vereador Raoni Mendes (DEM) disse que a bancada do prefeito tem medo da presen√ßa dos t√©cnicos da CGU porque sabem da import√Ęncia e da veracidade do relat√≥rio que aponta o desvio milion√°rio nas obras da Lagoa. “O relat√≥rio da Caixa Econ√īmica foi lido e discutido em plen√°rio. Por que tanto medo do relat√≥rio da CGU tamb√©m ser avaliado? At√© agora o documento sequer foi lido”, sustentou.

Comentar

MPF vai ouvir donos de empreiteiras no processo que apura den√ļncia de desvio de recursos das obras da Lagoa

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O procurador federal Yordan Moreira Delgado vai ouvir os empresários proprietários das empreiteiras e os engenheiros responsáveis pelas obras da Lagoa, na qual foram apontados indícios de superfaturamento e outras irregularidades, após fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU). O MPF já notificou as empreiteiras, para a fase de oitivas, que vai acontecer no mês de maio.

Os vereadores da bancada de apoio ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD) armaram uma cortina de fuma√ßa na C√Ęmara Municipal de Jo√£o Pessoa. O l√≠der do prefeito, vereador Marco Ant√īnio, sem observar regimento e nem prazo pr√©vio de convoca√ß√£o, reuniu a Comiss√£o de Pol√≠ticas P√ļblicas da C√Ęmara Municipal de Jo√£o Pessoa (CMJP) para dar palanque aos secret√°rios da Prefeitura de Jo√£o Pessoa e apresentar um relat√≥rio da Caixa Econ√īmica Federal que supostamente daria respaldo t√©cnico e legal √† edilidade. O relat√≥rio da Caixa Econ√īmica Federal, no entanto, n√£o suplanta as irregularidades apontadas pela CGU em relat√≥rio que serviu como base para a abertura de apura√ß√Ķes em v√°rios √≥rg√£os, como MPF, TCU e at√© o pr√≥prio Minist√©rio das Cidades.

Al√©m disso, dorme na C√Ęmara Municipal um pedido de CPI para apurar as irregularidades da obra. O pedido permanece aguardando parecer jur√≠dico para ser instalada ou n√£o. Uma manobra procrastinat√≥ria.

As obras de revitaliza√ß√£o do Parque S√≥lon de Lucena, localizado no centro de Jo√£o Pessoa, foram fiscalizadas no per√≠odo de 17/08/2015 a 14/09/2015. A CGU constatou pagamentos em montante superior ao valor dos servi√ßos efetivamente executados, referentes √† Remo√ß√£o de Solo Mole, inclusive o transporte destes materiais para o Aterro Sanit√°rio Metropolitano, causando preju√≠zo no montante de R$ 5.971.568,90; e superfaturamento, no valor de R$ 3.607.795,80, na constru√ß√£o de um t√ļnel para regulariza√ß√£o do n√≠vel do espelho d‚Äô√°gua da Lagoa.

O Contrato de Repasse total da obra, com o Ministério das Cidades, soma R$ 41.206.875,00, dos quais cabe a União Federal a transferência de recursos no valor de R$ 39.558.600,00 e o restante, no valor de R$ 1.648.275,00, como contrapartida da Prefeitura Municipal de João Pessoa.

Com Clickpb

Comentar

Ex-secret√°rio municipal acusa Luciano Cartaxo de abandonar cidade: “Prefeito s√≥ pensa em elei√ß√£o e votos”

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O ex-secret√°rio municipal de Comunica√ß√£o, Marcus Alves, acusou o prefeito de Jo√£o Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), de “deformar” o Or√ßamento Participativo e transform√°-lo num mero instrumento eleitoral para conquista de votos. Segundo Alves, o OP deixou de ser um projeto de governo, objeto de sua cria√ß√£o, servindo apenas para enganar a popula√ß√£o pessoense com promessa de obras que muitas vezes n√£o saem do papel.

“Essa constata√ß√£o do Minist√©rio P√ļblico, de que Cartaxo estaria enganando a popula√ß√£o, j√° havia sido observada por mim e outros auxiliares do prefeito. Muita gente avisou que Cartaxo estaria esquecendo os projetos de governo e pensando apenas nas poss√≠veis conquistas eleitorais. Foi assim no processo em que tentou eleger o irm√£o senador √† todo custo e vimos o resultado final. Cartaxo abandonou a cidade. S√≥ pensa em elei√ß√£o e votos”, afirmou Alves.

Segundo Marcus Alves, falta poder de decis√£o da gest√£o municipal para execu√ß√£o de obras prometidas em campanha e que a popula√ß√£o cobra desde o in√≠cio do mandato de Cartaxo. O resultado dessa apatia administrativa, de acordo com o ex-secret√°rio, √© o in√≠cio do processo de judicializa√ß√£o da gest√£o. “Cartaxo vai passar a administrar de acordo com as determina√ß√Ķes da Justi√ßa. Isso √© ruim porque d√° a impress√£o de uma gest√£o sem comando, uma cidade sem prefeito”, explicou.

Se é assim, a coisa tá feia.

Comentar