Nomeação de Ricardo Barbosa como secretário é publicada no Diário Oficial e Raoni deve tomar posse na Assembleia Legislativa

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A edição desta quarta-feira do Diário Oficial do Estado publica a nomeação do deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB) para a Secretaria de Representação do Governo do Estado em Brasília, substituindo Lindolfo Pires (PROS). A publicação abre caminho para posse do vereador Raoni Mendes (DEM) na Assembleia Legislativa. Lindolfo deve ser remanejado para outra pasta, provavelmente a do Turismo e Desenvolvimento Econômico.

O deputado Buba Germano (PSB) também se licenciou por 130 dias da Assembleia Legislativa na última semana. Quem assumiu a vaga dele foi o suplente Artur Filho.

Ainda nesta edição do Diário Oficial, foram publicadas as nomeações de Laplace Guedes Alcoforado de Carvalho para assumir o cargo de Secretário Executivo de Energia e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e de Bruno Figueiredo Roberto que ocupará o cargo de Secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer. Já Marcelo Soares de Lima Filho, foi nomeado para o cargo de Assessor de Gabinete do Governador.

Comentar

Galdino rejeita presença de ministro na Paraíba: “É incoerência retirar verba e depois vir para inauguração”

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, rebateu a declaração o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), sobre a possível vinda do presidente interino Michel Temer para a inauguração do viaduto do Geisel, em João Pessoa.

“É, no mínimo, incoerente da parte do ministro e do presidente querer vir a Paraíba participar da inauguração da obra do Viaduto do Geisel depois de suspender o repasse dos recursos. Sair na foto depois que a festa esta pronta é bom demais”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa.

Adriano lamentou a retirada dos recursos e afirmou que a Paraíba não pode ser penalizada por ações mesquinhas. “Eles voltaram atrás depois da pressão da sociedade e enviaram apenas R$ 3,8 milhões, dando uma justificativa pífia, umas vez que os próprios técnicos da Caixa atestaram à medição da obra. O viaduto, os recursos dele, pertencem ao povo da Paraíba. É lamentável um político ir contra obras e ações que beneficiam a população, apenas por vaidade política”, avaliou Galdino.

Subtração dos recursos

No início do mês, o governador Ricardo Coutinho denunciou que o Governo Federal retirou R$ R$ 17,8 milhões já creditados na conta do Estado que seriam destinados justamente à conclusão do Viaduto Eduardo Campos.

De acordo com a superintendente da Suplan, Simone Guimarães, o corte no repasse realizado pelo Ministério das Cidades ocasionará um saldo devedor de quase R$ 1 milhão para o Governo. Segundo ela, o repasse é desproporcional à medição da obra, que estar com mais de 62% das obras realizadas.

Com Assessoria

Comentar

Ministro das Cidades anuncia vinda de Temer à Paraíba para inauguração do Viaduto do Geisel

Bruno Araujo1

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, anunciou a vinda do presidente da República, Michel Temer, à Paraíba para inauguração do Viaduto do Geisel, obra executada pelo Governo do Estado e bancada, em sua maioria, pelo Governo federal. Durante entrevista ao Sistema Correio, Araújo também assegurou a liberação integral dos recursos necessários à conclusão da obra.

“Com muita alegria, eu quero dizer a Paraíba que nós vamos garantir a integralidade do repasse para execução das obras desse viaduto. Eu tenho a certeza de que o presidente Michel Temer irá fazer questão de participar junto dos paraibanos dessa bela e importante inauguração”, afirmou Araújo.

Alvo de polêmica envolvendo a obra, o ministro sustentou que todas as liberações de recursos estão sendo feitas de acordo com as medições apresentadas, não havendo, portanto, nenhum atraso que possa prejudicar interferir no prazo de sua conclusão. O Governo do Estado deve receber ainda R$ 16 milhões para concluir o Viaduto do Geisel.

Comentar

Cida Ramos revela “caixa-preta” na gestão de Cartaxo: “Queremos saber como PMJP acumulou débito de R$ 200 milhões”

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A pré-candidata do PSB, Cida Ramos, prometeu abrir a “caixa-preta” da gestão do atual prefeito, Luciano Cartaxo (PSD), para mostrar à população pessoense como a Prefeitura de João Pessoa chegou a acumular um débito milionário que, segundo ela, chegaria a R$ 200 milhões. Cida disse não entender como o município passou de uma situação financeira equilibrada para outra totalmente inversa em apenas quatro anos.

“Muitos fornecedores vivem assustados porque não sabem se vão receber ou não o pagamento. O prefeito Luciano Cartaxo recebeu uma prefeitura saneada, com as finanças equilibradas. Agora, vemos essa mesma prefeitura com débitos desse porte que, pelo que falam, chegam aos R$ 200 milhões. Se for eleita, vou abrir essa caixa-preta para expor a situação real das finanças municipais. Queremos saber também como a prefeitura chegou a essa situação”, sustentou Cida.

Em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta terça-feira, a socialista afirmou que Cartaxo tem medo de sua candidatura e expôs diferenças de estilo entre ela e o atual prefeito. “Luciano Cartaxo é da mesma época que eu na universidade. Ele era secretário e eu presidente do DCE. Só que ele resolveu seguir um caminho diferente, de político tradicional. Eu faço política por convicção, não sou de carreira”, sustentou.

Comentar

OAB lança na Paraíba campanha nacional contra caixa dois nesta quarta-feira

Claudio Lamachia pres. OAB nacionald

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia, lança na Paraíba, nesta quarta-feira (29), o Comitê contra o Caixa 2 nas eleições municipais deste ano, dentro da Campanha deflagrada pela OAB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

O evento acontecerá no auditório da OAB-PB, localizado na rua Rodrigues de Aquino, 37, Centro da Capital, às 10h. Após o lançamento, Cláudio Lamachia, e o presidente da OAB-PB, Paulo Maia, concederão entrevista coletiva a imprensa.

“A intensificação dessa campanha nacional é também o cumprimento de um dos compromissos assumidos por ocasião de sua posse pelo presidente nacional da Ordem Cláudio Lamachia, que nos honrará com sua presença e se dá num dos momentos mais importantes para o País,que está sendo passado a limpo pela sociedade civil, que a Ordem representa”, destacou o presidente Paulo Maia.

Lamachia chegou à Paraíba na madrugada desta terça-feira (28) e tem uma agenda movimentada no Estado. No final da tarde de hoje, o presidente e os diretores da OAB-PB participarão da posse do Conselho da Subseção da OAB de Campina Grande.

Objetivos

O objetivo é instalar comitês em todos os municípios para fiscalizar, conscientizar e receber denúncias de cidadãos sobre irregularidades no financiamento de campanhas para prefeito e vereador, como as voltadas às eleições que serão realizadas nas eleições deste ano.

A proposta visa ainda mobilizar advogados e contadores a prestarem gratuitamente seus serviços para auxiliar a Justiça Eleitoral na fiscalização de campanhas suspeitas, assim como conscientizar o eleitor a suspeitar de candidatos cujas campanhas tenham a aparência de incompatíveis com os recursos arrecadados.

Entre as entidades que já manifestaram apoio a iniciativa, figuram ainda a Associação Nacional de Procuradores da República, a Associação dos Juízes Federais do Brasil e a Associação dos Delegados de Polícia Federal, entre outras.

Com Clickpb

Comentar

Lígia Feliciano defende mudanças na “Maria da Penha” para ampliar proteção à mulher

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano (PDT), declarou que apoia a aprovação do projeto de lei da Câmara (PLC 7/2016) que propõe mudanças na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006), para incluir, entre outras alterações, a permissão para o delegado de polícia aplicar provisoriamente, até decisão judicial, medidas de proteção à mulher vítima de violência doméstica.

O PLC com as alterações está tramitando na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado e está prevista para ser votado nesta quarta-feira (29), depois de ter sido adiada na semana passada.

Lígia disse que essas discussões sobre as alterações na Lei Maria da Penha fortalecem o apoio às vítimas. Na Paraíba existem 12 delegacias da Mulher. Desde 2011 também existe uma Casa Abrigo para vítimas de violência doméstica, localizada na Capital.

A mudança no PLC 7/2016 também prevê sobre o direito da vítima de violência doméstica de ter atendimento policial e pericial especializado, ininterrupto e prestado, preferencialmente, por servidores do sexo feminino.

Comentar

Pré-candidato a prefeito de João Pessoa Charlinton Machado nega apoio a Cida Ramos logo no primeiro turno

Charlinton Machado

Em sua conta no Twitter, o pré-candidato a prefeito pelo PT em João Pessoa, Charliton Machado, negou que estaria apoiando a pré-candidata do PSB, Cida Ramos, já no primeiro turno. Em seguida, o petista reafirmou sua candidatura, assim como acusou a mídia de tentar polarizar a disputa eleitoral na capital paraibana.

Para Charliton, não foi discutido com seu partido sobre desistir de sua candidatura para apoiar um outro candidato já no primeiro momento.

“Nunca foi debatida essa proposta. A única certeza é dos desafios da candidatura própria”, comentou.

O pré-candidato do PT ainda afirmou que a tentativa de centralização das eleições ainda é forte e intolerante em João Pessoa.

“A defesa da polarização eleitoral em JP, além de personalista, é prova da arrogância e intolerância para com o debate programático”, concluiu.

Com ParaíbaJá

Comentar

Ruy desmente boatos de que o mesmo assumiria Superintendência da Sudene

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro declarou a reportagem do ClickPB na manhã desta segunda-feira (27), que “é tudo boato” a possibilidade dele ocupar a Superintendência da Sudene, no governo Michel Temer.

Ruy desconheceu a informação e disse ainda não saber de onde teriam surgido os comentários.

O paraibano que assumiu recentemente um cargo no governo Temer foi o ex-deputado federal Leonardo Gadelha (PSC). Ele foi nomeado na última sexta-feira (24), como novo presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Com ClickPB

Comentar

Comissão do Impeachment ouve dois ex-ministros do Governo Dilma nesta segunda-feira

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A Comissão Especial do Impeachment presidida pelo senador paraibano Raimundo Lira (PMDB) ouve, a partir desta segunda-feira (27), as últimas testemunhas no processo de impeachment contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Entre as testemunhas finais estão três ex-ministros dos governos Dilma: Patrus Ananias, do Desenvolvimento Agrário; Aldo Rebelo, da Defesa; e Luís Inácio Adams, da Advocacia-Geral da União.

Ananias, que hoje é deputado federal (PT-MG), falará na segunda-feira (27), em reunião que começa às 15h. Outras duas testemunhas agendadas para o mesmo dia integravam sua equipe na pasta do Desenvolvimento Agrário: Maria Fernanda Ramos Coelho, ex-secretária-executiva; e João Luiz Guadagnin, ex-diretor do Departamento de Financiamento e Proteção da Produção.

Na terça-feira (28), a partir das 11h, serão ouvidos Rebelo e Adams e Antônio Carlos Stangherlin Rebelo, que é responsável técnico junto ao Conselho Nacional de Justiça para análise de créditos suplementares.

A fase de depoimentod de testemunhas será concluída na quarta-feira (28), com a previsão de mais três depoimentos, mas a agenda com os nomes das testemunhas ainda não foi divulgada. Até o momento, a Comissão do Impeachment ouviu 35 testemunhas nesta segunda fase do processo – a fase de pronúncia – que se destina à coleta de provas e à decisão sobre a pertinência da acusação por crime de responsabilidade. Perícia Além da tomada de depoimentos, outras atividades estão na agenda de atividades da comissão ao longo da semana.

Ainda na segunda-feira, às 10h, o colegiado receberá o laudo pericial sobre quatro decretos de créditos suplementares de 2015 e repasses do Tesouro ao Banco do Brasil a título de equalização de taxas de juros do Plano Safra naquele ano (as chamadas “pedaladas fiscais”). No pedido de impeachment, a acusação aponta a existência de irregularidades nesses atos.

Com PBAgora

Comentar

Manoel Júnior afirma que “boatos plantados pela Prefeitura de João Pessoa” não atingem candidatura do PMDB

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Campanhas eleitorais na Paraíba, especialmente em João Pessoa, são sempre repletas de boatos. Mas, este ano, parece que as fofocas começaram a ser disseminadas mais cedo. Uma delas, sugeriu que o PMDB indicaria a ex-vereadora Nadja Palitot para vice do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), candidato a reeleição. Os autores da “notícia” não aparecem, mas o “recado” foi entendido pelo deputado federal Manoel Júnior, pré-candidato a prefeito pelo PMDB, que desmanchou a suposição.

“Cartaxo está desesperado porque vem despencando nas pesquisas. Só pode ser a equipe dele que está divulgando isso”, afirmou Manoel Júnior.

O pré-candidato peemedebista disse ainda que o PMDB, ao contrário de outros partidos, não tem dono e vai manter candidatura própria na Capital.”Nem Ricardo Coutinho nem Cartaxo mandam no partido.

Comentar