Gervasio Maia toma posse nesta quarta-feira como presidente da Assembleia e entra na linha sucessória de Ricardo Coutinho

Imagem da Internet

A partir desta quarta-feira, quando ser√° empossado como novo presidente da Assembleia Legislativa da Para√≠ba, o deputado Gervasio Maia (PSB) passa a integrar a linha sucess√≥ria do governador Ricardo Coutinho (PSB). Na aus√™ncia do governador e da vice, L√≠gia Feliciano (PDT), Gervasinho assume o Governo do Estado, repetindo feito do av√ī, Jo√£o Agripino Filho, e do pai, Gervasio Bonavides Maia.

Mas, n√£o √© s√≥ isso. Gervasio √© uma das apostas do atual governador para disputar a sucess√£o estadual em 2018, ao lado de L√≠gia Feliciano e do senador Raimundo Lira (PMDB). Apesar de jovem, o deputado j√° conta com experi√™ncia para exercer o cargo de presidente da Assembleia Legislativa, embora reconhe√ßa o tamanho da responsabilidade que ter√° pela frente. “Nossas decis√Ķes ser√£o coletivas e democr√°ticas, colocando os interesses da popula√ß√£o acima de tudo”, avisou.

O governador Ricardo Coutinho confirmou presen√ßa na solenidade prevista para as 10 horas, no Espa√ßo Cultural Jos√© Lins do Rego. Al√©m de Gervasio, ser√£o empossados os deputados Jo√£o Bosco Carneiro (1¬ļ vice-presidente), In√°cio Falc√£o (2¬ļ vice-presidente), Genival Matias (3¬ļ vice-presidente), Edmilson Soares (4¬ļ vice-presidente), Ricardo Barbosa (1¬ļ secret√°rio), Branco Mendes (2¬ļ secret√°rio), Galego Sousa (3¬ļ secret√°rio) e Jeov√° Campos (4¬ļ secret√°rio).

A nova Mesa Diretora comandará a Casa de Epitácio Pessoa durante o biênio 2017/2018.

Comentar

L√≠gia Feliciano destaca avan√ßos da gest√£o de Ricardo Coutinho. “Trabalha incansavelmente pela Para√≠ba”

Imagem da Internet

A vice-governadora do Estado, Lígia Feliciano (PDT), enalteceu, nesta terça-feira (31), a gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB) e destacou os avanços conquistados durante a administração do socialista.

‚ÄúA Para√≠ba hoje tem respeito‚ÄĚ, frisou. L√≠gia, que recentemente cumpriu agenda administrativa na China, defendeu que o Governo do Estado firme parcerias internacionais. ‚ÄúQuando eu fui √† China, fui buscar conhecimento pro meu povo. Estou plantando as sementes para colher no futuro‚ÄĚ, afirmou L√≠gia.

Ela tamb√©m destacou o encaminhamento de poss√≠veis parcerias com o pa√≠s. ‚ÄúImagina os chineses fazendo turismo na Para√≠ba? Eu vim l√° de baixo. Eu comecei a vida do zero. E todo paraibano merece pensar grande‚ÄĚ, destacou.

A vice-governadora destacou o compromisso do governador em trabalhar pelo estado e garantir que a Para√≠ba ultrapasse a crise financeira. ‚ÄúRicardo trabalha incansavelmente pela Para√≠ba‚ÄĚ, disse.

As declara√ß√Ķes da vice-governadora ocorreram em entrevista a r√°dio Correio FM.

Com MaisPB

Comentar

C√°ssio provoca Ricardo e credita investimentos do Governo Federal ao trabalho da bancada paraibana

Imagem da Internet

O senador C√°ssio Cunha Lima (PSDB) voltou a provocar o governador Ricardo Coutinho (PSB) ao creditar os investimentos do Governo Federal no Estado, incluindo a transposi√ß√£o do S√£o Francisco, ao trabalho da bancada federal paraibana. Segundo Cunha Lima, al√©m dos recursos alocados atrav√©s de emendas parlamentares ao Or√ßamento Geral da Uni√£o, a bancada tem cobrado ao Planalto mais a√ß√Ķes e obras para melhorar a qualidade de vida da popula√ß√£o.

“Temos esse exemplo da transposi√ß√£o, onde o presidente Michel temer inaugurou a esta√ß√£o de bombeamento em Floresta, permitindo que as √°guas do rio S√£o Francisco finalmente cheguem √† Para√≠ba agora em mar√ßo. Durante todo o processo, a bancada federal esteve unida, cobrando urg√™ncia na execu√ß√£o da obra diante das necessidades da popula√ß√£o. E vamos continuar o trabalho para que o eixo Pianc√≥/Coremas tamb√©m seja constru√≠do”, afirmou Cunha Lima.

Al√©m da transposi√ß√£o, Cunha Lima citou outras obras como adutoras que tamb√©m foram viabilizadas por recursos federais liberados a partir de reivindica√ß√Ķes da bancada paraibana. “A bancada j√° demonstrou essa unidade em v√°rias ocasi√Ķes. Gra√ßas a Deus, temos conseguido priorizar os interesses da Para√≠ba em detrimento das diverg~encias pol√≠tico-partid√°rias”, avaliou.

C√°ssio e Jos√© Maranh√£o integraram a comitiva presidencial na inaugura√ß√£o da esta√ß√£o de bombeamento da transposi√ß√£o, em Pernambuco. Os dois vieram com o presidente Michel Temer, de Bras√≠lia. “O senador Lira chegou a ir ao hangar, mas n√£o pode embarcar por conta de uma reuni√£o do partido (PMDB)”, explicou o tucano.

Comentar

Manoel J√ļnior e prefeitos de capitais reivindicam √† presidente do STF revis√£o do pacto federativo

O vice-prefeito de Jo√£o Pessoa Manoel Junior (PMDB) e 14 prefeitos de capitais do pa√≠s se reuniram na manh√£ desta ter√ßa-feira (31) com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), C√°rmen L√ļcia. Eles pediram a revis√£o do pacto federativo, do bolo tribut√°rio e uma agenda permanente e institucional com o Supremo para resolver quest√Ķes que envolvem servi√ßos p√ļblicos nos munic√≠pios. As prefeituras elaboraram uma carta de 10 p√°ginas para a ministra presidente.

De acordo com a carta, os munic√≠pios foram “crescentemente sobrecarregados por novas responsabilidades e atribui√ß√Ķes, sem a devida contrapartida financeira para custear as demandas”.

Os gestores defende que √© preciso rever a institui√ß√£o de impostos nomeados como contribui√ß√Ķes que “acabam por ferir princ√≠pios constitucionais e prejudicar a j√° combalida situa√ß√£o financeira dos munic√≠pios”, e pedem o redimensionamento da divis√£o do bolo tribut√°rio para atender de forma eficiente e qualificadas demandas da popula√ß√£o.

A presidente do STF negou, no fim do ano passado, liminar em uma a√ß√£o da FNP para que os munic√≠pios recebessem, j√° em 2016, uma parte dos recursos arrecadados pelo governo com o projeto de repatria√ß√£o. Para C√°rmen L√ļcia, o caixa dos munic√≠pios n√£o seriam aefetados por n√£o receber o repasse em 2016.

Com Clickpb

Comentar

OPERAÇÃO ANDAIME: Alvo de mandados de condução coercitiva, ex-prefeito de Cajazeiras se apresenta à Polícia Federal

O m√©dico Carlos Ant√īnio de Oliveira, ex-prefeito de Cajazeiras e ex-secret√°rio de Articula√ß√£o Municipal da gest√£o atual do Governo do Estado, apresentou-se nesta segunda-feira (30) √† Pol√≠cia Federal em Patos. Ele √© um dos alvos da quarta fase da Opera√ß√£o Andaime, realizada pelo Minist√©rio P√ļblico Federal na Para√≠ba (MPF-PB) na sexta-feira (27) com apoio da PF e da Controladoria-Geral da Uni√£o (CGU).

Contra Carlos Ant√īnio havia mandados de condu√ß√£o coercitiva, buscas e sequestro de bens, todos deferidos. Mas o MPF tamb√©m pediu a pris√£o tempor√°ria do ex-prefeito. Este pedido foi indeferido pela 8¬™ Vara da Justi√ßa Federal em Sousa (PB). O m√©dico pode ter sido denunciado em dela√ß√£o premiada do empres√°rio M√°rio Messias Filho, que se encontra preso desde a segunda fase da Opera√ß√£o Andaime.

Na sexta-feira, a PF tamb√©m cumpriu mandados de condu√ß√£o coercitiva dos ex-prefeitos L√©o Abreu e Carlos Rafael Medeiros de Souza, que governaram Cajazeiras entre 2009 e 2012. Segundo informa√ß√Ķes divulgadas na tarde desta segunda-feira pelo MPF, nas gest√Ķes deles e de Carlos Ant√īnio teria se formado um esquema para fraudar licita√ß√Ķes que causaram preju√≠zos de R$ 27 milh√Ķes aos cofres p√ļblicos.

As investiga√ß√Ķes revelaram que o esquema funcionava mediante parceria de gestores e profissionais que se valiam de empresas fict√≠cias para contratar obras de pavimenta√ß√£o, principalmente. Os acusados v√£o responder por desvios de recursos p√ļblicos, corrup√ß√£o ativa e passiva, uso de empresas fantasma e de fachada para oculta√ß√£o da origem e do destino dos recursos, fraudes fiscais e falsifica√ß√£o de documentos p√ļblicos relacionados a pavimenta√ß√£o de ruas no Munic√≠pio de Cajazeiras entre os anos de 2008 a 2016.

Com JP Online

Comentar

Gervasio lembra “paternidade” da Transposi√ß√£o e diz que Governo do Estado est√° fazendo sua parte na obra

Imagem da Internet

O deputado estadual Gervasio Maia (PSB) fez quest√£o de lembrar a “paternidade” da Transposi√ß√£o do S√£o Francisco, citando os ex-presidentes petistas Luiz In√°cio Lula da Silva (idealizador e iniciante) e Dilma Roussef (deu continuidade) “quando pouca gente acreditava em sua execu√ß√£o”.

Gervasia, que toma posse na pr√≥xima quarta-feira (01) como novo presidente da Assembleia Legislativa da Para√≠ba, participou de evento na sede da Federa√ß√£o das Ind√ļstrias do Estado da Para√≠ba (Fiep), em Campina Grande, na tarde desta segunda-feira, com a presen√ßa do ministro da Integra√ß√£o Nacional, H√©lder barbalho, do presidente da entidade, Buega Gadelha, do governador Ricardo Coutinho (PSB, e dos senadores C√°ssio Cunha Lima (PSDB) e Jos√© Maranh√£o), al√©m de outras lideran√ßas pol√≠ticas e empresariais.

Al√©m de reconhecer o esfor√ßo de Lula e Dilma para realiza√ß√£o da Transposi√ß√£o, Gervasio citou as a√ß√Ķes do Governador Ricardo Coutinho e disse que a parte que cabe ao Governo do Estado vem sendo executada, para n√£o atrasar a conclus√£o e inaugura√ß√£o da obra. “Como bem disse o governador Ricardo Coutinho, as obras est√£o a todo vapor. Sabemos que outras secas vir√£o e √© preciso executar obras que garantam a conviv√™ncia dos nordestinos com a situa√ß√£o”, sustentou.

Gervasio e demais integrantes da Mesa Diretora que comandará a Assembleia Legislativa no biênio 2017/2018, serão empossados durante solenidade no Espaço Cultural José Lins do Rego, em tambauzinho, João Pessoa.

Comentar

Cartaxo vai intensificar viagens para tenta ocupar “espa√ßos vazios” e se consolidar como op√ß√£o das oposi√ß√Ķes para 2018

Imagem da Internet

O prefeito de Jo√£o Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), sabe que n√£o ser√° f√°cil viabilizar seu projeto pol√≠tico de chegar ao Governo do Estado. E as dificuldades come√ßam no pr√≥prio grupo que hoje integra, onde tem pelos menos dois grandes “advers√°rios” pela frente: os senadores Jos√© maranh√£o (PMDB) e C√°ssio Cunha Lima (PSDB). Diante do quadro, Cartaxo teria que montar uma boa estrat√©gia para aumentar suas chances na concorr√™ncia.

A ideia de troca de experi√™ncia entre gestores n√£o √© nova, mas caiu como uma luva nos planos de Cartaxo. Ao mesmo tempo em que aproxima o prefeito de seus colegas, disfar√ßa juridicamente as reais pretens√Ķes do “caixeiro viajante” que, oficialmente, estaria apenas oferecendo reconhecidas a√ß√Ķes administrativas de forma gratuita e n√£o fazendo campanha eleitoral antecipada.

Viajando e trocando experi√™ncias com os demais prefeitos, Cartaxo usufrui de um “palanque” barato e legal, diferente de Maranh√£o e C√°ssio, que t√™m ocupado a maior parte do tempo com os compromissos em Bras√≠lia. Ali√°s, o ex-petista precisa mesmo ocupar tais espa√ßos por ser menos conhecido que os dois senadores, tamb√©m ex-governadores, no interior paraibano.

N√£o por acaso, na manh√£ desta segunda-feira, Cartaxo mandou recado aos prefeitos: est√° aguardando convites para novas viagens. Mas, claro, sempre deixando para discutir as elei√ß√Ķes em 2018. Faz parte da estrat√©gia. Enquanto isso, aliados do prefeito tratam de minimizar o interesse de Maranh√£o e C√°ssio em voltar a ocupar a cadeira de Ricardo Coutinho (PSB).

Se não houver reação, o plano de Cartaxo tem tudo para dar certo.

Comentar

Temer inaugura Estação de Bombeamento e garante entrega de parte da Transposição até final do ano

Imagem da Internet

Acompanhado pelos senadores paraibanos C√°ssio Cunha Lima (PSDB) e Raimundo Lira (PMDB), o presidente da Rep√ļblica, Michel Temer, inaugurou nesta segunda-feira (30), em Floresta (PE), a terceira esta√ß√£o de bombeamento (EBV-3) do Eixo Leste do Projeto de Integra√ß√£o do Rio S√£o Francisco. A nova esta√ß√£o vai permitir que a √°gua do canal avance por mais 60,9 quil√īmetros pelo sert√£o da Para√≠ba e de Pernambuco.

Na cerim√īnia, o presidente exaltou a import√Ęncia da obra para o desenvolvimento e integra√ß√£o do pa√≠s.

‚ÄúO s√≠mbolo maior da integra√ß√£o nacional √© a Transposi√ß√£o. Ao longo dos seus mais de quatrocentos e sessenta quil√īmetros, o que ele faz √© integrar v√°rias regi√Ķes do Nordeste brasileiro e ao integrar v√°rias regi√Ķes do Nordeste brasileiro faz uma integra√ß√£o nacional. O governo brasileiro tem os olhos voltados para o Brasil todo, mas particularmente para o Nordeste do nosso pa√≠s‚ÄĚ.

O presidente anunciou que os eixos Leste e Norte da obra serão concluídos ainda este ano.

‚ÄúO Eixo Leste, sem d√ļvida, vamos inaugurar no m√™s de mar√ßo. E o Eixo Norte, ainda neste ano, n√≥s vamos inaugur√°-lo, fora tantas outras obras complementares que visam a trazer √°gua para regi√£o do Nordeste. Este n√£o √© o governo do atraso, √© o governo do desenvolvimento‚ÄĚ.

Prioridade do governo federal, o Projeto S√£o Francisco levar√° √°gua para mais de 12 milh√Ķes de pessoas em Pernambuco, Cear√°, Para√≠ba e Rio Grande do Norte. Ser√£o atendidos 390 munic√≠pios pelos dois eixos: Norte, com 260 quil√īmetros, e o Leste, com 217. O empreendimento est√° or√ßado em R$ 9,6 bilh√Ķes, valor que resulta de atualiza√ß√Ķes previstas em contratos.

Com Assessoria

Comentar

Ricardo, Lira, Maranhão e Cássio acompanham Temer em inauguração de Estação de Bombeamento da Transposição

Imagem da Internet

O presidente Michel Temer inaugura nesta segunda-feira (30), em Floresta (PE), a terceira esta√ß√£o de bombeamento (EBV-3) do Eixo Leste do Projeto de Integra√ß√£o do Rio S√£o Francisco. A nova esta√ß√£o vai permitir que a √°gua do canal avance por mais 60,9 quil√īmetros pelo sert√£o da Para√≠ba e de Pernambuco.

Estão fazendo parte da comitiva os senadores paraibanos Raimundo Lira (PMDB), Cássio Cunha Lima (PSDB) e José Maranhão (PMDB), além do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Com investimentos de R$ 87 milh√Ķes da Uni√£o, a EBV-3 receber√° a √°gua vinda do reservat√≥rio Mandantes e elevar√° a uma altura de 63,5 metros, permitindo o escoamento por gravidade at√© a quarta esta√ß√£o elevat√≥ria (EBV-4), em Cust√≥dia (PE). Neste percurso, passar√° por tr√™s reservat√≥rios pernambucanos ‚Äď Salgueiro, Muqu√©m e Cacimba Nova ‚Äď e pelo aqueduto Jacar√©, completando 97 quil√īmetros dos 217 que formam o Eixo Leste.

Com a chegada da √°gua do Pisf ao reservat√≥rio Muqu√©m, o a√ßude Barra do Ju√°, em Floresta, poder√° ser abastecido, beneficiando cerca de 30 mil pessoas. Ainda no primeiro trimestre de 2017, as √°guas do rio dever√£o chegar √†s popula√ß√Ķes das cidades paraibanas de Monteiro e Campina Grande.

“N√≥s temos agilizado essas obras, e por isso mesmo cumprimentei o ministro Helder Barbalho e toda a equipe que est√° trabalhando nessa obra que come√ßou l√° atr√°s, mas que agora est√° sendo agilizada para que em brev√≠ssimo tempo n√≥s possamos n√£o apenas inaugurar o chamado Eixo Leste e, logo em seguida, ainda neste ano, inaugurar o Eixo Norte, praticamente completando a transposi√ß√£o do rio S√£o Francisco”, disse o presidente Michel Temer em entrevista aos jornalistas.

Eixo Norte

O Eixo Norte está previsto para ser concluído no segundo semestre deste ano, após finalização de serviços necessárias à passagem de água do rio. A expectativa é atender o reservatório de Jati (CE) em agosto e a Região Metropolitana de Fortaleza em setembro de 2017.

“A licita√ß√£o ser√° feita, se n√£o me engano, no dia 1¬ļ deste m√™s (fevereiro). E depois, n√£o havendo impugna√ß√Ķes, nenhum problema judicial, logo se homologa essa licita√ß√£o e come√ßam as obras”, afirmou Temer acerca da contrata√ß√£o de uma nova empresa que se responsabilizar√° pelo trecho.

Prioridade do governo federal, o Projeto S√£o Francisco levar√° √°gua para mais de 12 milh√Ķes de pessoas em Pernambuco, Cear√°, Para√≠ba e Rio Grande do Norte. Ser√£o atendidos 390 munic√≠pios pelos dois eixos: Norte, com 260 quil√īmetros, e o Leste, com 217. O empreendimento est√° or√ßado em R$ 9,6 bilh√Ķes, valor que resulta de atualiza√ß√Ķes previstas em contratos.

“Evidentemente, voc√™s sabem que muitas e muitas vezes, l√° no Congresso Nacional tem havido a preocupa√ß√£o tamb√©m com a revitaliza√ß√£o do rio S√£o Francisco”, lembrou o presidente. “Mat√©ria que n√≥s j√° estamos come√ßando a tratar mas, logo depois, n√≥s trataremos de faz√™-lo sempre vitalizado precisamente para permitir que a transposi√ß√£o esteja sempre cheia de √°gua”, garantiu.
Ramal do Agreste
O presidente tamb√©m anunciar√° a libera√ß√£o de mais verbas federais para a√ß√Ķes de conv√≠vio com a seca, dessa vez voltadas para a popula√ß√£o pernambucana. Ser√£o assinadas duas ordens de servi√ßo no valor de R$ 40,4 milh√Ķes para o in√≠cio do Projeto do Ramal do Agreste, obra que receber√° as √°guas do S√£o Francisco e ser√° utilizada para aumentar o abastecimento de 72 cidades pernambucanas.

O ramal vai garantir √°gua de boa qualidade para consumo humano em toda a regi√£o do Agreste de Pernambuco. Ser√£o beneficiados mais de dois milh√Ķes de habitantes.

Or√ßado em R$ 1,2 bilh√£o, o Ramal do Agreste ter√° 70,8 quil√īmetros de extens√£o, incluindo canais, t√ļneis, aquedutos, esta√ß√£o de bombeamento e barragens. O prazo previsto para implanta√ß√£o √© de 36 meses. O empreendimento vai captar a √°gua no reservat√≥rio de Barro Branco, do Pisf, localizado no quil√īmetro 182 do Eixo Leste, em Sert√Ęnia (PE). De l√°, a √°gua atravessar√° a serra Pau do Arco e chegar√° ao a√ßude de Ipojuca, em Arcoverde (PE).

Com Portal Planalto

Comentar

Ministro da Integração e o governador Ricardo Coutinho visitam obras da Transposição nesta segunda-feira

O governador Ricardo Coutinho e o ministro da Integra√ß√£o Nacional, Helder Barbalho vistoriam, na manh√£ desta segunda-feira (30), as obras em duas esta√ß√Ķes elevat√≥rias em Pernambuco e, em seguida, se dirigem √† Para√≠ba, onde visitar√£o os a√ßudes de Po√ß√Ķes e Camala√ļ, obras que integram o projeto de integra√ß√£o do Rio S√£o Francisco. De acordo com o Governo Federal, as √°guas do Rio S√£o Francisco chegar√£o ao munic√≠pio de Monteiro no in√≠cio do m√™s de mar√ßo e, em aproximadamente 30 dias, v√£o abastecer o a√ßude de Boqueir√£o, que atende a Campina Grande e outras cidades paraibanas.

O Governo do Estado est√° realizando obras complementares da transposi√ß√£o que incluem a constru√ß√£o de canais, adutoras e sistemas de esgotamento sanit√°rio, com destaque para o Canal Acau√£-Ara√ßagi, realizada em parceria com o Governo federal, cuja primeira etapa est√° praticamente pronta. Al√©m disso, j√° foi conclu√≠da a limpeza do leito do Rio Para√≠ba, no trecho entre a Barragem de S√£o Jos√© e Po√ß√Ķes, e at√© a chegada das √°guas no estado, o trecho entre Po√ß√Ķes e o a√ßude de Boqueir√£o dever√° estar conclu√≠do.

√Äs 16h, o governador e o Ministro da Integra√ß√£o participam de um evento realizado pela Federa√ß√£o das Ind√ļstrias do Estado da Para√≠ba (Fiep), em Campina Grande. Na ocasi√£o, o ministro Helder Barbalho apresentar√° um cronograma sobre o andamento das obras do Projeto de Integra√ß√£o do Rio S√£o Francisco e anunciar√° a√ß√Ķes para minimizar os efeitos da seca no Estado.

Com Secom

Comentar