Marcus Vinicius recebe equipe de Lula para discutir segurança na Câmara Municipal de João Pessoa

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Marcos Vinicius, do PSDB, recebeu, nesta sexta-feira (18), a equipe de segurança do ex-presidente Lula.

Segundo informações, a visita foi feita com o intuito de avaliaram a estrutura interna e externa da Câmara para a vita do ex-presidente. No próximo dia 26, Lula deve receber o Título de Cidadania Pessoense no Parlamento da Capital.

Com wscom

Comentar

Encontro do PSB em João Pessoa vira caso de polícia; Estela e Sandra Marrocos explicam confusão

Imagem da Internet

A deputada Estela Bezerra se envolveu em confusão com uma militante do PSB nesta sexta-feira, durante Encontro Municipal do partido realizado no Hotel Netuanah, orla marítima de João Pessoa. Estela teria agredido a militante, ligada à vereadora Sandra Marrocos, tomado seu celular e jogado ao chão, segundo vídeo postado nas redes sociais. O episódio virou caso de polícia.

A confusão ocorreu durante disputa entre a deputada e a vereadora pela Diretoria das Mulheres do Diretório de João Pessoa, que seria escolhida junto com os demais dirigentes partidários.

A polícia foi chamada para acalmar os ânimos, mas Estela retirou-se do local antes da chegada dos PMs para evitar maior constrangimento.

Estela e Sandra Marrocos divulgaram nota dando suas versões sobre o caso. A deputada contou que foi agredida e provocada pela militante. Ela disse ainda que está consternada e muito triste por tudo que aconteceu, mas vai “seguir em frente” na luta em defesa do PSB. “O projeto do PSB é bem maior do que esses problemas pontuais”, justificou.

Sandra Marrocos garantiu que sua militância procurou priorizar o debate, durante o evento, seja no segmento da juventude, LGBT, movimentos sociais ou das mulheres. Segundo ela, o episódio não vai prejudicar a grandeza do Encontro Municipal do PSB. “Sairemos em unidade como sempre estivemos durante os últimos anos e prontos para continuar mudando a cidade de João Pessoa e a Paraíba”, concluiu.

Comentar

Gervasio usa redes sociais para lembrar os dez anos da morte do pai: “Saudades sempre”

Nesta sexta-feira(18), completam-se dez anos da morte ex-deputado e ex-secretário de João Pessoa, Gervásio Maia. A data foi lembrada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Filho (PSB) que postou homenagem ao pai nas redes sociais.

“Aqueles que passam por nós, não vão sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós”, declarou o parlamentar através de um compartilhamento no Instagram, no qual aparece em um registro ainda criança ao lado do pai.

“Saudades sempre”, completou Gervásio Maia, ao final da publicação.

Filho do ex-governador João Agripino, Gervásio Maia foi deputado estadual por três mandatos seguidos. Na Prefeitura da Capital foi ocupou as pastas de Secretário de Finanças e Secretário de Articulação Política, na gestão do prefeito Ricardo Coutinho.

Gervásio faleceu no dia 18 de agosto de 2007 vítima de infarte fulminante, em sua residência, no Cabo Branco. Em sua homenagem, um residencial próximo ao Colinas do Sul ganhou o seu nome.

Comentar

Deputado do PSD chama de “irresponsável e descabida” denúncia contra prefeito Romero Rodrigues

Imagem da Internet

O secretário chefe do Gabinete do Prefeito de Campina Grande, Manoel Ludgério Neto, desqualificou informação divulgada por um e-mail falso, nitidamente ligado a adversários políticos da gestão, dando conta de que sua pasta teria gasto este ano R$ 160 mil este ano com lanches para o gestor. “Descabida, irresponsável e tão falsa quanto e e-mail emissor da pretensa denúncia”, resumiu Ludgério.

De acordo com o secretário, ao se utilizar de informações superficiais dos processos publicados pelo Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), o responsável pela denúncia tenta criar a falsa impressão de irregularidade em relação a um ato administrativo transparente, lícito e elaborado dentro dos mais rigorosos ditames da legislação. Todo o processo encontra-se na Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura.

A tal denúncia, segundo Ludgério, se sustenta numa leitura superficial do protocolo utilizado pelo TCE-PB referente ao contrato 000211162017, assinado em 5 de julho deste ano, cujo objeto e histórico trata do “fornecimento de lanche para atender o gabinete do prefeito e demais secretarias da Prefeitura Municipal de Campina Grande, Estado da Paraíba”.

Na verdade, de acordo com o que atesta o secretário-Chefe do Gabinete do Prefeito, a contratação foi feita, conforme recomenda a legislação, por meio de pregão presencial, pela Secretaria de Administração, no dia 9 de fevereiro deste ano, tendo participado duas empresas: Josivan Silva ME e Merilúcia da Silva – ME. Pelo critério preço, a Merilúcia teria sido a vitoriosa, já que apresentou a proposta de R$ 123.140,00, enquanto que a Josivan propôs R$ 161.730,00.

Com Assessoria

Comentar

REFORMA POLÍTICA: Presidente do PSB defende fim de remuneração para políticos com mandato

Imagem da Internet

O presidente do PSB de João Pessoa, Ronaldo Barbosa, tem um posicionamento radical sobre a reforma política discutida em Brasília, no Congresso Nacional. Barbosa defende medidas drásticas para evitar o domínio econômico e a corrução que reinam no sistema eleitoral brasileiro. Uma delas seria o fim da remuneração para os detentores de mandato. “Um deputado ou senador deve ter custeadas passagens para viajar à Brasília, além de um lugar para morar e alimentação. Mas, não o salário que hoje recebe”, afirmou.

Barbosa disse que até concordaria com a remuneração, desde que fosse em patamares mais próximos do que recebem, por exemplos, os servidores públicos. Isso para os parlamentares federais e estaduais.

No caso, dos vereadores, por exemplo, o dirigente socialista é irredutível: “Não entendo como os vereadores de uma Câmara Municipal que se reúne apenas uma vez por vez podem ser remunerados”, disparou.

Pior que o homem tem toda razão.

Comentar

Luiz da Bahia barra honraria a Lula e diz que “condenado não pode receber homenagem”

Imagem (Reprodução)

Não é razoável nem atende à moralidade administrativa conceder honraria a alguém condenado judicialmente e que ainda responde a outras ações penais. Esse é um dos argumentos do juiz Evandro dos Reis, da 10ª Vara Federal Cível da Bahia, ao acolher ação popular e deferir tutela de urgência para suspender a concessão do título de doutor honoris causa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Universidade do Recôncavo Baiano (UFRB).

Ele também determinou que não ocorra a solenidade no próximo dia 18 na qual o ex-chefe do Executivo receberia o título. O julgador oficiou a Polícia Federal para que esteja presente na data e no local anunciados a fim de tomar as “medidas cabíveis” caso a decisão seja descumprida.

Evandro dos Reis concordou com os argumentos da ação apresentada pelo vereador de Salvador Alexandre Aleluia (DEM), que afirma configurar “desvio de finalidade” a concessão do título, pois o objetivo, na verdade, seria político. “Pois outorgado às vésperas de o laureado empreender caravana pelo Nordeste afora no denominado projeto de natureza político-partidária ‘Brasil em Movimento'”, explica. O evento pretendia promover o lançamento de pré-candidatura, afirmou.

Também há erro na forma como foi concedido o título, aponta o juiz. Segundo ele, tal honraria só pode ser proposta pelo reitor da universidade ou pelo Conselho Diretor de Centro de Ensino da UFRB, o que não teria ocorrido.

A iniciativa teria sido de membros do Conselho Universitário, como a pró-reitora de Extensão, Tatiana Veloso, e o diretor do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas, Danilo Barata, entre outros. “O vício de forma, eis que aparenta haver observância incompleta ou irregular de formalidades indispensáveis à seriedade do ato honorífico”, sustenta.

Com Consultor Jurídico

Comentar

OPERAÇÃO SHARK: Justiça mantém prisão de vereador e ex-vereador acusados de fraudes em licitações

A juíza Lilian Cananeia manteve a prisão preventiva do ex-vereador Etelvandro da Silva Oliveira (PTN), conhecido como Tubarão, e o atual vereador Flávio Frederico da Costa Santos (PSD), do município de Santa Rita, Região Metropolitana de João Pessoa. Os dois foram presos durante a ‘Operação Shark’, deflagrada na última quinta-feira.

Os presos passaram por audiência de custódia nessa quinta-feira (17) e a juíza decidiu mandar o ex-vereador para o Presídio Padrão de Santa Rita e o atual vereador para a sede do 5º Batalhão Polícia Militar, em João Pessoa, já que possui curso superior. Outro alvo da operação, o empresário Daniell Sales Gouveia, dono da DW Serviços e Construções Ltda., deve se apresentar a polícia nesta sexta.

A Operação Shark investiga a existência de uma organização criminosa com atuação na Prefeitura de Santa Rita. Segundo as investigações, a partir de 2013, agentes políticos (vereador e ex-vereador), sócios de empresas, secretário municipal e servidores públicos do município fraudavam licitações da Prefeitura Municipal de Santa Rita-PB, desviavam os recursos públicos correspondentes em proveito de integrantes da organização, incluindo outros agentes públicos daquela prefeitura.

O esquema foi revelado por um delator que fazia o papel de intermediário entre o poder público e as empresas. “Ele informou que o funcionário da empresa ficaria com 7% do total das notas emitidas, o intermediário com 18% e o restante era rateado entre os agentes políticos”, de acordo com o promotor Romualdo Tadeu de Araújo Dias.

Com Clickpb

Comentar

Deputado aponta contradições em lei municipal e defende espaço para trabalho dos “carroceiros” em João Pessoa

Imagem da Internet

O deputado Bosco Carneiro (PSL), vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, apontou contradições na lei municipal 13.170/2016, que disciplina o uso de veículos de tração animal em João Pessoa, e defendeu a busca de espaço para o trabalho dos chamados “carroceiros”, que dependem desse meio de transporte para sobreviver. Bosco disse que o autor da lei se preocupou demais com a preservação dos animais e esqueceu dos trabalhadores que foram forçados a optar por essa alternativa como fonte de renda para sustentar seus familiares.

“Acho justíssimo qualquer preocupação com a saúde dos animais, mas considero injusto não olhar para as centenas de trabalhadores que usam esse tipo de veículo como meio de vida, de onde retiram seu sustento e de suas famílias. Um trabalho árduo e duro que não pode ser desprezado a pretexto de melhoria no fluxo de trânsito, como alguns alegam”, afirmou Bosco, em pronunciamento nesta quinta-feira.

Bosco Carneiro lembrou que a “famigerada lei” proíbe o tráfego de veículos de tração animal em vias asfaltadas, calçadas, orla marítima e em eventos onde haja risco de maus tratos aos animais, mas abre exceção, no artigo 2º, parágrafo 4º, para a a guarda brasileira, as polícias civil e militar, além do turismo e outras atividades. “Fica claro que a lei visa proteger os animais, mas do jeito que foi aprovada vai acabar com os carroceiros. E estou aqui para dar voz a quem muitas vezes não é ouvido pelas autoridades competentes, nem por seus legítimos representantes”, protestou.

O parlamentar defende um debate amplo sobre o tema a a readequação da lei à atual realidade social.

Comentar

CONVÊNIOS: Gervasio destaca preocupação do Governo do Estado com revitalização do Centro Histórico de João Pessoa

Imagem da Internet

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia, participou da solenidade de assinatura de convênios entre o Governo do Estado e instituições universitárias para revitalização do Centro Histórico de João Pessoa, nesta quinta-feira (17).

Na ocasião, Gervásio destacou a importância da ação, lembrando que a Casa tomou iniciativa nesse sentido, com a implantação do Centro Administrativo do Poder Legislativo no Paraíba Palace.

Para o presidente da Assembleia Legislativa, a iniciativa do Governo do Estado em firmar convênios com instituições universitárias é um grande passo na preservação do conjunto arquitetônico do Centro Histórico da Capital. “Preservar o nosso patrimônio é preservar a nossa história, uma das razões que fizeram com que optássemos em concentrar todas as atividades administrativas da Assembleia no histórico Paraíba Palace”, afirmou.

17-08 – Gervásio participa de ass. convenios – ©2017 nyll pereira – 008Já o governador Ricardo Coutinho explicou como o convênio entre o Governo do Estado e as instituições universitárias será colocado em prática. “O passo que estamos dando é ofertar, dentro das linhas de crédito que o Empreender dispõe, ofertar recursos para potencializar o comércio já existente e a atração de novos investimentos para concretizar a revitalização de uma área essencial para todos nós”, afirmou.

A deputada Estela Bezerra destacou o compromisso do Governo do Estado em revitalizar o Centro Histórico de João Pessoa. “Com o apoio das instituições acadêmicas, com o Iphaep e o Empreender, o governador Ricardo Coutinho está incentivando, motivando economicamente a preservação de um conjunto arquitetônico, um dos mais antigos do nosso país”, ressaltou.

Participaram ainda da solenidade, realizada no Palácio da Redenção, em João Pessoa, os deputados Branco Mendes, Jullys Roberto, Lindolfo Pires, além de auxiliares do Governo do Estado e representes de movimentos que defendem o patrimônio histórico do Estado e da capital.

Convênio – O Governo do Estado firmou convênio, por meio do Iphaep e o do Empreender-PB, com a Universidade Federal da Paraíba, com o Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) e com o Instituto de Educação Superior da Paraíba (Iesp). Cada instituição irá trabalhar em frentes específicas. A UFPB, por exemplo, ficará responsável pelo inventário do sítio histórico de João Pessoa. Já o Iesp, ficará encarregado de pesquisar as potencialidades econômicas do Centro Histórico de João Pessoa.

Com Assessoria

Comentar

Ronaldo Barbosa defende aliança com PMDB, mas com Azevedo na cabeça: “Não cedemos a cabeça nem a pau”

Imagem da Internet

Candidato à reeleição no Encontro Municipal de sábado (19), o presidente do PSB em João Pessoa, Ronaldo Barbosa, jogou água no chope dos peemedebistas que pregam a reaproximação com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e a retomada da aliança vitoriosa de 2014 para as eleições de 2018. Barbosa, conhecido por falar o que pensa, defendeu a aliança, mas tendo João Azevedo como candidato ao Governo do Estado.

“Claro que defendemos a aliança (com o PMDB). É importante reforçar o nosso grupo, comandado pelo governador Ricardo Coutinho, mas não abrimos mão da candidatura de João Azevedo. Ceder a cabeça de chapa não cederemos nem a pau”, avisou Barbosa, durante entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação.

A aliança é defendida pelo governador Ricardo Coutinho, pelo senador José Maranhão e por deputados do PSB e do PMDB. O problema é que os dois partidos têm pré-candidato a governador. Para resolver o dilema, somente com a desistência de Azevedo ou Maranhão.

Muito difícil, mas não impossível.

Comentar