Líder de Cartaxo desabafa: “Gostaria muito de votar nele para governador”

Imagem da Internet

Contrariando a vontade de alguns secretários, como Zenedh Bezerra, que trabalham intensivamente para que Cartaxo fique no cargo, o líder do prefeito na Câmara Municipal, Fernando Milanez Neto (MDB), disse, nesta terça-feira (27), que “gostaria muito de votar nele para governador”.

Milanez Neto, entretanto, reconhece as dificuldades que Cartaxo enfrenta para garantir a unidade das oposições em seu palanque e acredita que a candidatura do prefeito dependerá do desfecho final desse impasse.

“Acho que o prefeito só sai se tiver segurança do apoio das oposições”, arriscou o vereador, considerando a divisão do MDB e a pré-candidatura do senador José Maranhão, presidente do partido.

Pareceu sincero, diferente de outros…

Comentar

Com a proximidade de Cartaxo deixar cargo, secretário de Saúde adoece e não vai à Câmara Municipal

Imagem da Internet

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, não compareceu nesta terça-feira à audiência pública para prestação de contas de sua pasta, na Câmara Municipal. Segundo a secretária-adjunta, Geovanna Medeiros, seu colega “adoeceu”. Ela só não revelou a enfermidade.

A ausência e o motivo foram alvo de ironias por parte dos vereadores de Oposição. “Só porque o prefeito está prestes a deixar o cargo para disputar a sucessão estadual, os secretários começaram a adoecer”, disparou um oposicionista que preferiu o anonimato.

Não é a primeira vez que Adalberto deixa de comparecer ao Legislativo. Nas outras ocasiões, ficou por isso mesmo.

Portanto, não espere nada diferente.

Comentar

FICA OU SAI? Vereador contesta secretário de Cartaxo e diz que prefeito não pode rejeitar “cavalo selado”

Imagem da Internet

Diferente do que pensa Zenedh Bezerra, o “xerifão” da gestao de Cartaxo, o vereador João Almeida (SDD) defende a saída do prefeito para disputar o Governo do Estado em outubro próximo.

“É hora de esquecer os interesses pessoais e pensar na cidade. João Pessoa tem uma grande chance de eleger um governador e se o cavalo passar selado não há como Cartaxo rejeitar”, afirmou Almeida.

Pré-candidato a deputado estadual, Almeida acredita que o prefeito da Capital aceitará a missão de concorrer
à sucessão estadual encabeçando a chapa das oposições, caso seja escolhido, “para que possamos dar um futuro melhor aos paraibanos”.

O vereador lembrou que Cartaxo é líder disparado nas pesquisas divulgadas até agora e não pode se negar ao chamado da população paraibana. “O prefeito tem que ter cautela, é claro, porque a decisão não é fácil. Mas, ele (Cartaxo) sabe que é o melhor candidato”, sustentou.

Será que Zenedh terá coragem de treplicar?

Comentar

FOGO AMIGO: Após afastarem Maranhão das oposições, aliados de Cartaxo tentam agora sabotar sua candidatura

Imagem da Internet

O senador José Maranhão chegou a afirmar que alguns auxiliares do prefeito Luciano Cartaxo em nada contribuíam para manutenção da aliança entre PSD e MDB. Isso, muito anos do lançamento da pré-candidatura do emedebista ao Governo do Estado. E deu no que deu. Agora, parece que a “bola da vez” é o próprio Cartaxo, vítima do chamado “fogo amigo”.

Secretários que até pouco tempo pregavam a saída de Cartaxo para disputar o Governo do Estado em outubro próximo, como o todo-poderoso Zenedh Bezerra, agora tentam sabotar o projeto do PSD, sugerindo a permanência do prefeito no cargo. Declarações públicas de Zenedh e outros auxiliares apontam, claramente, nessa direção.

A movimentação já teria chegado aos ouvidos do presidente estadual do PSD, deputado federal Rômulo Gouveia, outro que se queixou, logo no início do projeto de candidatura majoritária, da ação dos comandados de Cartaxo para minar a ascensão do gestor. Rômulo agiu rápido, lembrando prefeito que sua desistência, como pregam alguns secretários, prejudicaria não só o PSD, mas as oposições de forma geral, favorecendo o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB).

“Depois de todos esses debates, não ficaria bem para o prefeito e para o PSD mudar de rumo. E muito menos agora que chegamos a um acordo e estamos prestes a anunciar a chapa das oposições”, avaliou um deputado do PSDB, lembrando que o nome de Cartaxo deve ser lançado candidato a governador nos próximos dias.

Tucanos e integrantes do próprio PSD acreditam que os secretários contrários à candidatura de Cartaxo estariam agindo “em causa própria”, defendendo apenas seus empregos. “Eles (os secretários) sabem que, na gestão de Manoel Júnior, não terão chance de fazer o que fazem na gestão de Cartaxo”, justificou um deputado ligado ao prefeito, que não quis se identificar.

Será mesmo?

Comentar

Com chapa fechada, nome de Cartaxo deve ser anunciado na próxima semana como candidato a governador pelas oposições

Imagem da Internet

Como adiantou o blog dias atrás, a chapa das oposições está fechada e o nome do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), deve ser anunciado oficialmente até a próxima semana como candidato a governador. A composição da chapa foi definida após reuniões entre os prefeitos Luciano Cartaxo e Romero Rodrigues, além do senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Cartaxo deve encabeçar a chapa tendo como vice a primeira dama de Campina Grande e esposa de Romero, Micheline Rodrigues, e como candidatos à reeleição os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB) e Raimundo Lira (MDB).

Mesmo com o acordo, a aliança PSD/PSDB terá ainda que equacionar dois problemas: acomodar a família Ribeiro e encontrar um novo partido para Lira. No primeiro caso, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro avisou que o jogo da sucessão estadual está “zerado”. Ou seja, com a composição da chapa das oposições, o PP não tem mais compromisso com ninguém e está aberto ao diálogo com todas as forças políticas, incluindo o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB).

No segundo caso, a candidatura de José Maranhão ao Governo do Estado pelo MDB anula as chances de Raimundo Lira disputar a reeleição em outra chapa. Nesse caso, Lira teria que deixar o MDB e abrir mão da liderança do partido no Senado, cargo dos mais importantes no Congresso Nacional atualmente.

Mesmo assim, o acordo foi comemorado por aliados de Cartaxo e tucanos.

Acabou o “lenga-lenga”.

Comentar

Ricardo anuncia pagamento de servidores nesta terça e quarta e destaca equilíbrio financeiro do Estado

Imagem da Internet

O Governo do Estado inicia nesta terça-feira (27) o pagamento dos servidores estaduais referente ao mês de fevereiro. Neste primeiro dia, recebem aposentados e pensionistas. Já na quarta-feira (28), será efetuado o pagamento dos servidores da ativa, incluindo administração direta e indireta.

O pagamento dos servidores estaduais dentro do mês trabalhado é um compromisso que vem sendo cumprido pelo Governo do Estado, apesar da crise econômica que assola o país.

O governador Ricardo Coutinho tem ressaltado sempre que o equilíbrio financeiro do Estado tem sido fundamental para manter o pagamento do funcionalismo em dia e, também, executar diversas obras, nas mais variadas áreas, por meio do programa Mais Trabalho, cuja segunda etapa já está começando.

Calendário

27/02 – aposentados e pensionistas

28/02 – servidores da ativa (administração direta e indireta)

Comentar

Vice-presidente do PT garante que partido apoiará João Azevedo para governador nas eleições de outubro

Vice-presidente estadual e integrante da executiva nacional do PT, o ex-prefeito de Patos, Lenildo Morais, garantiu no último final de semana que o Partido dos Trabalhadores vai apoiar a candidatura do secretário João Azevedo ao Governo do Estado nas eleições de outubro próximo. Em entrevista à Rádio Espinharas (Am e FM), Morais também a nunciou sua pré-candidatura a deputado federal.

Diferente do presidente estadual do PT, Jackson Macedo, que fez exigências para fechar com Azevedo, Lenildo Morais, que já foi secretário do governo Ricardo Coutinho, não apresentou qualquer restrição ou condição para votar no pré-candidato do PSB. Macedo, em entrevista ao blog, havia dito que o PT não ficaria com o PSB se o DEM indicasse o vice de Azevedo ou se aliasse aos partidos considerados “golpistas” como MDB, PSDB e PP.

Lenildo, pelo jeito, não vê isso como motivo para romper com os socialistas.

Comentar

Ricardo Coutinho libera mais R$ 925 mil do Empreender em plenária do Orçamento Democrático

O governador Ricardo Coutinho, acompanhado da secretária executiva de Empreendedorismo, Amanda Rodrigues, liberou, por meio do programa Empreender Paraíba, R$ 925 mil em créditos para cerca de 150 empreendedores das regiões de Catolé do Rocha e Pombal. Ainda durante a realização das audiências regionais do ciclo 2018 do Orçamento Democrático, nesta sexta-feira (23) e sábado (24), foi lançada a revista da Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba (Fenemp), edição 2018.

As audiências públicas do Orçamento Democrático Estadual têm o objetivo de reunir as populações das regiões para dialogar sobre as prioridades de investimentos do Governo do Estado. É a forma democrática de discutir os gastos públicos diretamente com a população e de prestar contas daquilo que foi e vem sendo investido nas regiões. O 2º bloco das audiências regionais do ciclo 2018 ocorreu na sexta-feira (23) no município de Catolé do Rocha, e em seguida na cidade de Pombal (24).

O lançamento da revista da Fenemp ocorreu na sexta-feira, no município de Catolé do Rocha. A Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba parte do interesse de ampliar o pensamento empreendedor dos paraibanos, com vistas a adequar à realidade do mundo do empreendedorismo, abrindo espaço para promover, divulgar, partilhar experiências entre contemplados do programa Empreender-PB e mostrar os potenciais econômicos desenvolvidos por cada região através de capacitações, minicursos, oficinas e palestras com temas voltados para a área.

Com um amplo material fotográfico e textual, a revista traz a cobertura especial de toda a programação ocorrida nos quatro municípios que sediaram o evento no decorrer do ano de 2017: João Pessoa, São Bento, Bananeiras e Monteiro, além de depoimentos de vários expositores que foram atendidos pelo Empreender e expuseram seus produtos e serviços na FENEMP. As 45 oficinas e palestras com temas voltados para o empreendedorismo também são destaque na revista.

Nas próximas plenárias do ciclo do Orçamento Democrático 2018, o Empreender Paraíba continuará participando através da assinatura de contratos. A equipe do Empreender entrará em contato por telefone com todos os contemplados que assinarão os seus contratos.

Com Secom-PB

Comentar

Esposa de Dinaldinho usa carro oficial para ir ao trabalho e prefeito de Patos é denunciado por crime de responsabilidade

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) denunciou o prefeito do Município de Patos, Dinaldo Medeiros Wanderley Filho (PSDB), e a esposa dele, Mirna Medeiros Noia Jacome Wanderley, por uso indevido em proveito próprio ou alheio de bens, rendas ou serviços públicos, o que configura crime de responsabilidade previsto no Decreto-Lei 201/1967.

De acordo com a denúncia, em janeiro deste ano, um veículo locado com verbas municipais para servir ao gabinete do prefeito foi utilizado pela primeira-dama para se deslocar até o Município de Cacimbas, onde ela trabalha como médica.

O fato veio à tona porque a primeira-dama sofreu um acidente de trânsito com esse veículo (uma camionete S10) no local conhecido como “Ladeira do Travessão”, na comunidade de São Sebastião de Cacimbas.

Segundo notícia-crime formulada pelos vereadores de Patos, Nadirgelane Guedes, Lúcia de Fátima Medeiros, Antônio Lacerda e Maria de Gátima Fernandes, o uso indevido de veículos oficiais por familiares do prefeito para fins particulares é uma prática contumaz e notória na cidade.

O processo (de número 0000332-46.2018.81) foi distribuído ao Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba e tem como relator o desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos. Nele, o Ministério Público requer que seja fixada na sentença indenização em favor do erário municipal correspondente ao valor dos danos sofridos e que serão apurados no curso da instrução criminal (como gastos com o conserto do veículo acidentado, valor referente à diária da locação do veículo oficial para uso de atividades particulares e gastos com o combustível no trajeto percorrido pela esposa do prefeito e também denunciada).

Também requer que seja expedido ofício à 3a Superintendência Regional de Polícia Civil de Patos, requisitando cópia do boletim de ocorrência do acidente veicular datado de 9 de janeiro deste ano, envolvendo a denunciada Mirna Wanderley; que seja requisitado à Secretaria de Administração do Município de Patos a remessa de cópias do contrato celebrado com a empresa D&R Locações de Veículos e dos empenhos destinados a ela e que sejam ouvidas as testemunhas arroladas no processo.

Com Diário do Sertão

Comentar

INUSITADO: Prefeito de Frei Martinho disputa vaga para recepcionista em concurso promovido por sua própria gestão

O nome prefeito de Frei Martinho, no Curimataú paraibano, está na lista dos candidatos a uma das vagas do concurso público realizado pelo próprio município. O nome de Aguifaildo Lira Dantas (PSD) consta na relação de candidatos que vão fazer as provas, como concorrente a uma vaga para recepcionista, que oferece um salário de R$937. Segundo o Sagres, atualmente o prefeito recebe de R$14 mil por mês, como gestor. O prefeito diz que a inscrição foi feita por outra pessoa que usou os dados dele.

O concurso já está na fase de convocação para as provas objetivas e o nome do prefeito aparece na inscrição de número 1.806. O prefeito foi convocado para fazer a prova neste domingo (25), a partir das 8h. O documento do edital de convocação onde consta o nome do prefeito foi assinado eletronicamente por ele mesmo.

Procurado pelo G1, o prefeito de Frei Martinho, Aguifaildo Lira Dantas, afirmou que inscrição foi feita e paga ‘com má fé’ por desconhecido usando seus dados. “Como sou um homem públicos, meus dados estão disponíveis na internet. Alguém, por maldade, fez minha inscrição e pagou. Quando tomei conhecimento, imediatamente fiz um requerimento pedindo o cancelamento da inscrição e fiz uma Boletim de Ocorrência na Polícia Civil”, disse ele.

Segundo com o edital do concurso público, para o cargo de recepcionista, ao qual o prefeito concorre, estão sendo oferecidas duas vagas, para candidatos de nível fundamental. A carga horária é de 40 horas semanais e o salário oferecido é de R$ 937.

De acordo com o advogado e professor de direito administrativo Alberto Jorge, apesar do caso ser inusitado, não existe uma proibição legal para o ato. Porém, o advogado destaca que o caso abre uma suspeita de afronta ao princípio da moralidade.

“A situação é incomum e poderia ser questionada quanto à possível afronta ao princípio da poralidade podendo desencadear, em tese, numa conduta improba conforme dicção do art. 11 da Lei 8.429/92, sendo necessário contudo, a apuração da existência de má-fé do agente para só aí restar caracterizado ou não a improbidade”

Com G1-PB

Comentar