Por mais que Ricardo e o PT neguem, manifesto pela Transposição “é a cara do Lula Livre”

Imagem da Internet

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e lideranças locais do PT se esforçam ao máximo para desmembrar o “SOS Transposição” do “Lula Livre”. Sabem que separar “o joio do trigo” é fundamental para garantir o sucesso o evento deste domingo (01), em Monteiro, no Cariri paraibano.

O trigo, no caso, é a luta pela conclusão do canal da Transposição de água do rio São Francisco, medida que garantirá a sobrevivência de grande parcela dos nordestinos que convive com os conflitos da seca, incluindo paraibanos.

Imagem da Internet

O joio é um movimento inglório e natimorto de um bando de derrotados nas urnas para tirar da cadeia um político condenado por corrupção que quase afundou o Brasil, sob o falso e covarde argumento de que estaria ajudando os mais pobres

A dificuldade de distinção, como se pode notar, é imensa porque, da forma direcionada como o “SOS Transposição” foi organizado, ficou a cara do “Lula Livre”.

O primeiro, parece muito mais um ato de campanha eleitoral e afronta ao presidente Jair Bolsonaro que uma manifestação em defesa da Transposição. No comando do evento, estão PSB (leia-se Ricardo Coutinho e aliados) e PT (Gleisi Hoffmann e governadores petistas), principais opositores ao Planalto. Até Fernando Haddad, massacrado nas ur9nas por Bolsonaro, integra a “comissão de frente”.

Alguém viu, até agora, uma manifestação com essas figuras e esse cenário não desaguar no “Lula Livre”?

Não por acaso, muitas lideranças políticas resolveram evitar o trajeto para Monteiro neste domingo, incluindo gente graúda do próprio PSB. O governador João Azevedo, por exemplo, que ensaia a aproximação, mesmo que institucional, com o Planalto, pulou rapidinho essa “fogueira”.

João, mais que ninguém defende a conclusão da Transposição, mas prega também o respeito ás instituições, às autoridades constituídas e à lei.

Mas, nem todos pensam assim.

Comentar


Planalto projeta aumento de 4% e salário mínimo deve ficar em R$ 1.039 em 2020

O salário mínimo proposto pelo governo federal para o ano que vem é de R$ 1.039. O valor consta no Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2020, que foi enviado hoje (30) para análise do Congresso Nacional, juntamente com o texto do projeto de lei que institui o Plano Plurianual (PPA) da União para o período de 2020 a 2023.

O valor previsto agora está abaixo da última projeção, anunciada em abril, que indicou um salário mínimo de R$ 1.040. A revisão para baixo está relacionada à correção do valor do salário mínimo de 2020 ser corrigido pela inflação desse ano, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que registrou queda nos últimos meses (de 4,19% para 4,09%).

Cada aumento de R$ 1 no mínimo terá impacto de cerca de R$ 298,2 milhões no Orçamento de 2020. A maior parte desse efeito vem dos benefícios da Previdência Social de um salário mínimo.

Mesmo com a ligeira redução, o salário mínimo do ano que vem vai ultrapassar a faixa R$ 1 mil pela primeira vez na história. O reajuste representa uma alta de um pouco mais de 4% em relação ao valor atual (R$ 998).

Com Agência Brasil

Comentar


PSB decide neste final de semana futuro dos 10 deputados que votaram a favor da reforma da Previdência

O Diretório Nacional do PSB se reúne nesta sexta-feira (30) e no sábado (31), às 8h30, em Brasília, para tratar do processo de autorreforma do partido e apreciar os pareceres do Conselho de Ética sobre os dez deputados federais que votaram a favor da reforma da Previdência.

Pela primeira vez, o partido transmitirá a reunião do colegiado ao vivo pela TV40, pelo Facebook e Youtube.

Na sexta-feira (30), a reunião começa com a votação de resoluções e prossegue com o tema da conferência nacional sobre a autorreforma do PSB, marcada para novembro, e que pretende atualizar o seu Manifesto de 1947 e o programa partidário.

Em um vídeo que será exibido durante a reunião, o presidente nacional, Carlos Siqueira, fala sobre a crise do sistema político-partidário e os propósitos do processo de autorreforma.

Por fim, serão apreciados os dez processos abertos na Comissão de Ética sobre os votos de parlamentares favoráveis à reforma da previdência. Cada deputado terá oportunidade de defesa oral.

Com Ascom

Comentar


Polícia prende delegado que cultivava 35 pés de maconha em sua cobertura

Imagem Reprodução de TB de Minas Gerais

Um delegado foi preso nesta quinta-feira (29) por plantar e cultivar maconha no apartamento onde mora, no bairro Itapoã, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Um outro homem de 20 anos, que seria enteado dele, também foi preso.

A Polícia Militar chegou até o apartamento do delegado, uma cobertura, após denúncias anônimas. Foram encontrados 35 pés maconha, sementes de maconha, estufas e demais apetrechos para plantio e cultivo. Foram apreendidos também dois litros de extrato de maconha.

Felipe Cordeiro, de 48 anos, era lotado na Delegacia de Venda Nova. Ele foi autuado em flagrante pela Corregedoria da Polícia Civil, por tráfico de drogas e associação ao tráfico. O outro homem também responderá pelos dois crimes.

Comentar


ACM Neto prestigia filiação do prefeito de Cabedelo ao Democratas neste sábado

Imagem da Internet

O Democratas, da família Morais, conquistou mais um prefeito na Paraíba
Vítor Hugo, da cidade de Cabedelo, que se filia ao partido neste sábado, em solenidade no Cabedelo Clube.

Além das lideranças locais, como o ex-senador Efraim Morais e o deputado federal Efraim Filho, o presidente nacional do DEM, ACM Neto, deve prestigiar o evento.

Atual prefeito de Salvador, capital baiana, ACM é neto do ex-senador Antonio Carlos Magalhães.

Comentar


Corujinha “peita” Cartaxo e defende execução das emendas impositivas: “Prerrogativa do Legislativo”

Imagem da Internet

O vereador João Corujinha é pouco afeito aos debates acalorados. Também não é muito de dar entrevistas e usar as redes sociais. Quando quebra essa “regra”, é porque a coisa é séria mesmo.

Foi o caso das emendas impositivas, aprovadas pela Câmara Municipal, que o prefeito tenta derrubar na justiça. Corujinha usou seu perfil no Instagram para defender a execução das emendas, cujas obras vinculadas são apontadas pelos vereadores.

Primeiro, lembrou que o novo sistema imposto ao Orçamento é uma prerrogativa exclusiva do Legislativo, seja no âmbito federal, estadual ou municipal. Em outras palavras, não cabe ao Executivo outra coisa a não ser transformar os recursos orçamentários nas obras e ações indicadas pelos parlamentares para beneficiar a população.

Na visão de Corujinha, cabe ao Executivo somente cumprir com sua obrigação.

O presidente acabou falando, em alto e bom som, o que outros vereadores sussurram pelos gabinetes e corredores da Câmara Municipal.

Veja abaixo a postagem de Corujinha:

Comentar


Deputado do G10 admite comparecer ao ato em favor da transposição e lamenta “politização” do evento

Imagem da Internet

O deputado Júnior Araújo (Avante) admitiu comparecer ao ato em defesa da transposiçáo das águas do rio São Francisco, previsto para domingo (01), em Monteiro, Cariri paraibano.

Júnior disse que sua presença dependeria apenas da agenda, já que tem compromisso na mesma data, em Cajazeiras. “Se conseguir resolver antes, estarei presente”, garantiu.

O parlamentar lamentou as imúmeras tentativas de “politização” do evento e lembrou que a transposição é uma obra que está acima de partidos. “O PT tem esse jeito de agir, mas não podemos deixar que isso atrapalhe a obra. E não é só o eixo leste. O eixo norte tambêm falta 2% para ser concluído e precisamos lutar por isso”, sustentou.

Júnior é o primeiro deputado do G10 a admitir publicamente presença no evento organizado pelo ex-governador Ricardo Coutimho (PSB) e pelo PT.

Comentar


Santiago acompanha João Azevedo em audiências com ministros e defende projeto que vai gerar mais 6 mil empregos na Paraíba

Imagem da Internet

O deputado federal Wilson Santiago (PTB) acompanhou o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), empresários e investidores em audiências nesta quarta-feira (28) com os ministros da Ciência e da Economia, Marcos Pontes e Paulo Guedes, respectivamente. Durante a ocasião, foi apresentado o projeto do estaleiro de reparos navais que será construído no município de Lucena, no Litoral Norte da Paraíba. A obra tem previsão de início para o primeiro semestre de 2020. O parlamentar também se inteirou de como será feito o financiamento da obra, que contará com 100% de investimento privado.

“Apenas durante a construção, serão 3 mil empregos diretos que aquecerá a economia de toda a Paraíba. Após a construção, serão 1.500 empregos diretos e 4.500 empregos indiretos, somando 6 mil ao todo, nesta obra de proporções colossais que deverá ser concluída em meados de 2022. Estou aqui juntamente a outros componentes da Bancada Federal para prestar a João todo o apoio necessário na abertura de portas em Brasília”, explicou.

O Estaleiro se chamará Empresa de docagens Pedra do Ingá e contará com um investimento U$ 962 milhões. Ele será construído pela McQuilling Partners (empresa americana com sede em Nova York) e será gerido pela empresa chinesa: IMC YY – considerada a mais produtiva operadora de estaleiros de reparos navais do mundo com sede na cidade de Zhoushan na China.

Não há estaleiros de reparo no Atlântico Sul para navios de médio e grande porte e, portanto, o Estaleiro de Lucena poderá receber os maiores navios do mundo para reparos. O estaleiro poderá receber 75% das plataformas semissubmersíveis existentes no mundo para reparo e necessita de apenas 7% do tráfego marítimo que tangencia a Paraíba para a operar em sua capacidade máxima.

As reuniões contaram com as presenças de auxiliares do Governo da Paraíba, de membros da Bancada Federal, além de proprietários e representantes das empresas norte-americaca e chinesa – McQuilling Partners e IMC YY.

Com Assessoria

Comentar


Galdino anuncia devolução de servidores à disposição da Assembleia Legislativa da Paraiba

Adriano ainda tentou recuperar quorum (Imagem da Internet)

O deputado Adriano Galdino (PSB) acaba de anunciar a devolução de todos ps servidores estaduais à disposição da Assembleia Legislativa da Paraíba. Galdino explicou que existe um decreto governamental proibindo a cessão de funcionários, exceto quando o Poder Legislativo arca com o pagamento de salários e gratificações.

“Como não temos dinhwiro, o deputado que quiser ficar com qualquer servidor à disposição terá que arcar com o ônus e o dinheiro sairá de sua cota”, avisou Galdino.
.

Comentar


Deputado cobra pressa na liberação de licença ambiental da Sudema para reforma do Vale dos Dinossauros

Imagem da Internet

O deputado estadual Lindolfo Pires (Podemos) esteve na Superintendência de Desenvolvimwnto do Meio Ambiente, em João Pessoa, para pedir agilidade na liberação da licença ambiental para reforma do Parque dos Dinossauros, em Sousa.

Pires mostrou-se preocupado com a demora em pelo menos dois aspectos: a visitação turística e a possibilidade de devolução de recursos federais alocados para a obra. “Desde o ano passado que a obra se arrasta, mas acredito que, pela conversa que tivemos com os diretores, a licença deve sair logo”, afirmou Pires.

Comentar