Bancada de Cartaxo supera manobras da Oposição e aprova Lei Orçamentária de 2018

Imagem da Internet

A bancada de Oposição bem que tentou, mas não conseguiu evitar a aprovação da Lei Orçamentária Anual de 2018, com previsão de receitas da ordem de R$ 2,7 bilhões. Por duas vezes, os vereadores oposicionistas ocuparam as cadeiras da Mesa Diretora dos trabalhos para comprometer a votação da matéria. Na primeira vez, conseguiram. Na segunda, a bancada de Situação foi mais experta e abortou a manobra.

A votação foi transferida para o prédio anexo da Casa, onde a LOA foi aprovada sem problemas. Até mesmo uma emenda do vereador Léo Bezerra (PSB), que reduzia de 10% para 7% da receita corrente líquida o limite do saldo devedor das operações de crédito por antecipação de receita orçamentária, foi rejeitada.

Os vereadores oposicionistas acusam o secretário de Articulação Política, Zenedh Bezerra, de interferir no processo de votação. Segundo eles, até seus assessores foram barrados no local onde a LOA foi aprovada. O auxiliar do prefeito nega.

Na disputa entre Oposição e Situação, desta vez o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) saiu vencedor. Mas, os oposicionistas não desistiram e não será surpresa se o resultado da votação for questionado na Justiça. A proposta está sendo analisada e, até o final de semana, a Oposição deve se pronunciar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor