“Cabo de guerra” entre Romero e Cartaxo pode levar vereadora a trocar PSDB pelo PMN

Imagem da Internet

Quem conversa com Elisa Virgínia sobre a possibilidade dela assumir vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba sente que a vereadora chegou ao limite. Primeiro, pelo “chá de cadeira” que vem levando desde que vislumbrou chegar ao mandato de deputada estadual. Depois, por constatar que seu projeto político transformou-se em motivo de mais um “caba de guerra” entre os prefeitos Romero Rodrigues (PSDB), de Campina Grande, e Luciano cartaxo (PSD), de João Pessoa.

Embora pertença ao PSDB, Elisa é eleitora do prefeito da Capital. Romero e Cartaxo postulam a indicação para disputar o Governo do Estado nas eleições de 2018 pelas oposições. A indefinição levou a vereadora a pensar em trocar o PSDB pelo PMN, partido agora comandado pelo secretário municipal de Articulação Política, Zenedh Bezerra.

Oficialmente, Cartaxo justificou a filiação de Zenedh  ao PMN como estratégia para 2018, quando vai precisar de uma coligação forte para enfrentar o desafio das urnas novamente, caso seja mesmo candidato a governador. Nos bastidores, a conversa é que o prefeito estaria preparando uma saída honrosa” do PSD, temendo não ter legenda para concorrer no ano que vem.

Elisa não esconde o constrangimento pela situação e, aos que tentam arrancar uma declaração mais forte, tem dito: “Continuo mais vereadora do que nunca”.

E mais insatisfeita também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor