Carlão critica decisão da CMJP: “Queria ver se o presidiário Lula teria mesmo tratamento”

Imagem da Internet

O vereador Carlão da Consolação (PSDC) criticou a decisão da Mesa Diretora da Câmara Municipal que, amparada em parecer da Procuradoria Jurídica, decidiu adiar para depois das eleições a votação de projeto concedendo “Título de Cidadão Pessoense” ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

“Queria ver se o presidiário Lula teria o mesmo tratamento”, disparou Carlão, cobrando consulta à Justiça Eleitoral sobre a legalidade da sua propositura.

Carlão lamentou o fato da proposta estar tramitando na Casa desde de abril e somente agora tenha sido encaminhada ao plenário.

O presidente Marcus Vinicius (PSDB) esclareceu a decisão e disse que não permitirá que a Câmara Municipal se transforme em “palanque político”, seja quem for o candidato beneficiado. Ele disse ainda que a Casa não se intimidará com propostas semelhantes para homenagear “Bolsonaro, Lula ou qualquer outro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor