Cássio quer informações do Ministério da Fazenda sobre compra de anúncios na Rede TV! pelo Banco do Brasil

Imagem da Internet

Imagem da Internet

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), apresentou requerimento pedindo ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, informações sobre a compra de anúncios do Banco do Brasil para serem exibidos pela Rede TV!.

Reportagem feita pelo jornal Estado de S.Paulo, do último dia 24, intitulada “BB pagou comercial quando socialite tinha quadro em TV”, revela que o banco comprou anúncios na emissora quando o atual presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, comandava a instituição, para serem exibidos no horário em que a socialite Val Marchiori tinha um quadro no Programa Amaury Jr..

De acordo com a matéria, a publicidade custou R$ 350 mil ao ano e durou apenas enquanto Val Marchiori trabalhou no programa, entre 2010 e 2011.

Para Cássio, é fundamental que o Senado Federal tenha informações objetivas e transparentes sobre as justificativas, os custos e os beneficiários dessa forma de publicidade.

No requerimento o tucano quer saber:

1. Qual o valor destinado à compra de anúncios do Banco do Brasil para serem exibidos no programa Amaury Jr., na Rede TV!, nos anos de 2010 e 2011?

2. Qual a justificativa apresentada para o direcionamento de recursos para propaganda no referido programa?

3. Foi a relação de amizade entre a sra. Val Marchiori e o Sr. Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil, que viabilizou a efetivação do contrato de propaganda?

Relações Estreitas

O líder do PSDB também quer saber da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República sobre voo de jato, a serviço do Bando do Brasil com destino a Buenos Aires, na Argentina, no dia 20 de abril de 2010.

A relação do atual presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, com Val Marchiori já é alvo de investigações que envolvem desde a concessão de empréstimo em condições irregulares até uma “carona” a socialite e mais dois amigos num jato a serviço do banco.

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo, em edição do último dia 23, intitulada “Bendine levou amiga em missão do BB, diz executivo”, revela que a informação teria sido fornecida pelo ex-vice-presidente do BB, Allan Toledo, em depoimento prestado ao Ministério Público que apura mau uso de recursos do banco em função da amizade entre Bendine e Marchiori.

Em seu requerimento, Cássio Cunha Lima quer saber tudo que esteja relacionado a este voo: prefixo do avião, horários de partida e de chegada bem como, os nomes dos passageiros e tripulantes nos trechos de ida e volta

Com Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor