Cássio transforma conversa com prefeito de João Pessoa em “encontro das oposições” e adere ao movimento “Volta Cartaxo”

Imagem da Internet

Sem a presença do prefeito Luciano Cartaxo no processo da sucessão estadual, o PSDB passou a depender do MDB para formar uma chapa majoritária competitiva. Nomes o partido tem, mas disputar as eleições com uma chapa “puro sangue” é tudo que os tucanos não querem. E depender do MDB significa ceder aos desejos do senador José Maranhão, presidente do partido e pré-candidato ao Governo do Estado.

Diante do cenário nada animador, o senador Cássio Cunha Lima, principal liderança do PSDB na Paraíba, resolveu “arregaçar as mangas” na tentativa de recuperar o tempo perdido, aderindo à onda do “Volta Cartaxo”.

A conversa que teria com Cartaxo, neste sábado, Cássio transformou em um grande encontro das oposições. Além de PSD e PSDB, é possível que os demais partidos oposicionistas, inclusive o PP da família Ribeiro, estejam presentes. Por isso, a reunião é aguardada com grande expectativa.

Embora Cartaxo tenha dito e repetido que não disputará as eleições de outubro, Cássio sabe que, na política, decisões são como o vento: mudam de direção de acordo com as circunstâncias. “A única coisa para a qual não há jeito na vida é a morte. Os prazos eleitorais para desincompatibilização ainda estão abertos até 7 de abril. Apesar do anúncio que fez, Luciano ainda está apto a disputar a eleição. O mesmo vale para Romero Rodrigues”, afirmou Cássio, em entrevista ao portal Clickpb.

A citação do primo e prefeito de Campina Grande como alternativa é apenas uma “massagem de ego” e também uma forma de garantir o espaço do PSDB na chapa. Assim como Cássio, Romero sabe que o nome mais forte para enfrentar o esquema do governador Ricardo Coutinho (PSB) é o de Cartaxo. As pesquisas dizem isso. A essa altura do campeonato, portanto, é pouco provável que o gestor campinense se coloque como obstáculo à volta da pré-candidatura do PSD. Até porque, a prioridade dos tucanos é a reeleição de Cássio.

E, numa chapa com Cartaxo, o senador teria muito mais chances de vitória nas urnas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor