Cássio volta à “ativa”, trava debandada de Manoel Ludgero e afasta boatos de desistência de Lucélio

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) voltou. Visitou várias cidades no final de semana, mostrando que está pronto e com saúde para enfrentar a maratona da campanha. Cássio conhece a política da Paraíba como poucos. Já foi governador duas vezes e deputado federal. Por isso, voltou na hora certa. Se demorasse mais um pouco, talvez tivesse provocado um estrago maior à aliança formada por PSDB, PV e PSD.

De cara, o tucano travou a possível debandada do deputado Manoel Ludgero, insatisfeito com o comando do PSD na Paraíba, leia-se Eva Gouveia. Ludgero estaria de malas prontas para desembarcar na campanha do senador José Maranhão, pré-candidato do MDB, depois que o genro foi indicado vice. Ele tem uma filha noiva do filho do deputado federal Wellington Roberto, que fechou aliança com Maranhão.

Além de “acalmar os ânimos” do deputado campinense, a volta de Cássio serviu também para “levantar o astral” do pré-candidato a governador de sua coligação, Lucélio Cartaxo, até então cercado por boatos de desistência. Cássio, Ludgero e Cartaxo estiveram juntos em várias cidades nas regiões do Compartimento da Borborema e Brejo, mostrando que a aliança permanece inalterada.

Questionado sobre a boataria, que chegou a envolvê-lo numa suposta aliança com o senador José Maranhão, pré-candidato do MDB, Cássio creditou aos adversários que “temem enfrentá-lo nas urnas”.

Deu “injeção de ânimo” nos aliados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor