COVARDIA: PSC assume apoio a Lucélio e usa emedebista para se livrar do rótulo de traição a José Maranhão

Imagem da Internet

O blog já vinha alertando para uso do PSC como objeto de barganha pela família Gadelha, costumeira praticante dessa “forma” de fazer política. Em 2014, o ex-prefeito André Gadelha, traiu José Maranhão pela primeira vez e debandou-se para o palanque de Cássio Cunha Lima.

A história se repete. Desta vez, com aval do deputado Renato Gadelha que, até pouco tempo, tinha ameaçada a reeleição por uma suposta candidatura do próprio André Gadelha. Na base da covardia, o PSC usou um emedebista para trair Maranhão e, ao meamo tempo, tentar escapar do rótulo da traição.

Na “toca”, o deputado federal Marcondes Gadelha, presidente do PSC, apenas “supervisiona” o trabalho do sobrinho e do irmão, aguardando o que vai sobrar para o filho, Leonardo Gadelha, pré-candidato à reeleição.

Maranhão, mais uma vez, decepcionou-se. O PSC foi quem mais lhe deu força, além do PR, para levar adiante a candidatura. Ele, e somente ele, não esperava ser traído novente.

Agora, não há mais o que fazer. É trabalhar por novos apoios e esquecer os traidores. Talvez tenha aprendido a lição.

Quanto aos Gadelha, vão continuar buscando o melhor para a família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor