CRISE NO PSB: João Azevedo aguarda decisão da direção nacional para anunciar saída da partido

Imagem da Internet

Como deixaram claro várias lideranças do PSB, não há mais clima nem espaço para convivêcia pacífica entre Ricardo Coutinho e João Azevedo. Um deputado governista informou ao blog, agora a pouco, que o presidente Carlos Siqueira deve substituir, nas próximas horas, os quatro filiados que recusaram participação na Comissão Provisória Estadual, presidida pelo ex-governador.

Valquíria Alencar, Edvaldo Rosas, o senador Veneziano Vital do Rego e o governador João Azevedo contestaram o processo de intervenção no diretório paraibano.

No lugar dos quatro, devem ser indicados filiados ligados a Ricardo Coutinho, deixando o partido 100% nas mãos do ex-governador.

Segundo o parlamentar do PSB, o atual governador estaria apenas esperando a consumação do ato para anunciar sua saída do partido. Uma edição especial do Diário Oficial também já estaria “no gatilho”, pronta para atirar no olho da rua o numeroso grupo de ricardistas que vivem sob o “guarda-chuva” do Governo do Estado.

“O governador está calmo, sereno e focado no trabalho. Esperando apenas que o PSB dê o prôximo passo para avançar”, revelou a fonte.

A novela está apenas começando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor