De olho na sucessão do prefeito Romero Rodrigues, Lígia Feliciano reafirma candidatura ao Governo do Estado

Imagem da Internet

Até a data das convenções partidárias, é comum o surgimento de boatos. Muitas novidades devem aparecer, mas também muitas falsas notícias. Semana passada, era a desistência do pré-candidato Lucélio Cartaxo (PV). Agora, a vítima foi a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT). Nos dois casos, o desmentido deixou resquícios. Prova disso é que o prefeito Luciano Cartaxo não se cansa de repetir, em entrevistas, que seu irmão gêmeo não será substituído.

Ao contrário de Lucélio, Lígia parece pouco preocupada com as ilações e previsões sobre seu projeto político. Mesmo sem apoios e estrutura, a vice-governadora tem um projeto definido, mais amplo, que passa pela sucessão municipal de 2020, em Campina Grande. Ela quer usar a disputa estadual para reeleger o marido e se aproximar mais do eleitorado, principalmente da Rainha da Borborema, construindo o “alicerce” para uma futura candidatura à sucessão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB).

O “sonho de consumo” de Damião Feliciano sempre foi administrar a segunda maior cidade da Paraíba, até a esposa assumir a vice-governadoria. Para quem não lembra, em 2008 Lígia foi candidata à vice-prefeita na chapa encabeçada por Rômulo Gouveia, com quem tinha um acordo para assumir os dois últimos anos de mandato, em caso de vitória. Rômulo renunciaria para disputar as eleições estaduais e a vice assumiria a prefeitura. A derrota nas urnas para Veneziano Vital do Rego adiou os planos da esposa de Damião.

Alem da perspectiva de reeleger o marido e viabilizar uma eventual candidatura em Campina Grande, Lígia e o PDT têm ainda, em caso de derrota, a possibilidade de negociar apoio a um dos candidatos no segundo turno. Com pelo menos cinco candidatos – João Azevedo (PSB), José Maranhão (MDB), Lígia Feliciano (PDT), Lucélio Cartaxo (PV) e Tárcio Teixeira (PSOL) – é pouco provável que a eleição de governador seja decidida na primeira etapa.

“Se enganam os que acham que Dra. Lígia se abate com essas mentiras e boatos. Ela está tranquila, sabe muito bem o que está fazendo e, o mais importante, está pronta para a batalha das urnas, quando pretende colocar suas propostas ao julgamento do eleitor paraibano”, avaliou um graduado integrante da equipe de campanha da pré-candidata do PDT.

Parece que as coisas mudaram nas searas brizolistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor