Decisão sobre comando do PROS na Paraíba pode levar deputado a mudar de partido

Imagem da Internet

A direção nacional do Partido Republicano da Ordem Social deve decidir, logo após o carnaval, com quem fica o comando do diretório da Paraíba. O deputado Trócolli Júnior quer assumir a direção estadual com a promessa de expansão da estrutura partidária. O PROS conta hoje com diretórios ou comissões provisórios em pelo menos 40 municípios. “Nossa intenção é levar o PROS para, pelo menos, 100 municípios. Queremos garantir que o partido disputará as eleições de 2018 bem fortalecido na Paraíba”, afirmou Júnior.

O maior obstáculo aos planos de Trócolli chama-se Lindolfo Pires, atual secretário estadual e também deputado, que tem um aliado presidindo atualmente o diretório estadual do PROS. Pires, aliás, disse que nem sabia dessa pretensão do colega de comandar o partido e nega qualquer acordo nesse sentido com o comando nacional. “Isso nunca existiu”, garante.

Trócolli e Lindolfo negam, oficialmente, mas, se não houver uma decisão consensual, um dos dois deve deixar o PROS e buscar novo partido. O primeiro ingressou no PROS após deixar o PMDB. Lindolfo, que filiou-se primeiro, integrava o DEM do ex-senador Efraim Morais.

A queda de braço é mais uma movimentação de peça no tabuleiro do xadrez de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor