Dissidentes do PSB podem desembarcar no PT para reforçar projeto de Agra em 2014

Se forem expulsos do PSB em janeiro, como anunciou a cúpula do partido, os dissidentes do PSB podem reingressar no PT, de onde saíram para ajudar o então deputado estadual e hoje governador, Ricardo Coutinho, a se eleger prefeito de João Pessoa pela primeira vez. O grupo, tendo a frente o vereador Ubiratan Pereira (Bira) e os secretários municipais Roseana Meira e Alexandre Urquisa, soma mais de 40 socialistas que se mantiveram ao lado do prefeito Luciano Agra na briga com Ricardo.

O reingresso do grupo pode ser um sinal de que o prefeito Luciano Agra deve mesmo ir para o partido do seu sucessor, Luciano Cartaxo. O caminho de volta ao PT pode não ser o melhor, mas aparenta ser o mais seguro. Mesmo porque, Agra emplacou vários de seus auxiliares na equipe de Cartaxo. E tem acenos do PT para disputar cargo majoritário em 2014.

Que todos serão expulsos do PSB, ninguém duvida. Afinal, o processo contra Bira já está em fase conclusiva e, em relação aos demais, já existem fortes indicativos da cúpula socialista de que a permanência ficou insustentável após o apoio a Agra e Cartaxo. Resta saber o caminho a seguir, após a saída.

Pelo que disse uma fonte ligada ao prefeito, o grupo deve aguardar decisão do seu líder para confirmar filiação coletiva a um novo partido. Agra, que já deixou o PSB, disse que pretente aguardar um pouco para ver o porto mais seguro onde atracará. Até porque, tem que ter garantias concretas de que seu projeto futuro não será prejudicado pelos “companheiros” do PT, como ocorreu com Ricardo Coutinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor