Em duro discurso, João Azevedo cobra lealdade “na prática” da vice-governadora Lígia Feliciano

Imagem da Internet

O pré-candidato ao Governo do Estado pelo PSB, João Azevedo, vai aos poucos assimilando o estilo do atual governador Ricardo Coutinho, quando se refere aos adversários e até mesmo a aliados não convincentes, digamos assim. Em duro discurso durante evento em Guarabira, neste sábado, Azevedo cobrou publicamente da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) uma postura prática que coincida com suas recentes declarações de lealdade ao projeto socialista. “Existe uma palavra na política que é lealdade. Não é só se pronunciar, mas agir com lealdade”, avisou Azevedo.

A exemplo do que Ricardo vem fazendo, Azevedo deixou clara a divergência entre seu ponto de vista e o de Lígia, mesmo que de forma indireta, sem citar nomes. “Eu posso dizer que sou leal, mas se na prática não sou, não adianta nada”, sustentou o socialista.

O clima começou a azedar quando a vice-governadora assumiu publicamente o desejo de concorrer à sucessão estadual, contrariando decisão do grupo de Ricardo, que já havia confirmado a escolha de João Azevedo como pré-candidato. A situação piorou após boato de que Lígia estaria montando equipe, antes mesmo do famoso “fico” do atual governador, e até teria dado uma festa em comemoração à sua eventual posse no Palácio da Redenção.

Mesmo diante do incômodo quadro, Lígia continua jurando lealdade ao governador e ao projeto do PSB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor