ESCÂNDALO EM BAYEUX: Expedito Pereira é acusado de comprar freezer de R$ 4,7 mil

O prefeito Expedito Pereira parece ter, mais uma vez, se metido numa fria. Literalmente. O vigilante Sindicato dos Trabalhadores do Município de Bayeux descobriu que a Prefeitura de Bayeux pagou exatos R$ 4.798,08 por um freezer, segundo cheque e empenho constantes  no Sagres do Tribunal de Contas do Estado.

O freezer, de modelo horizontal, foi destinado à Secretaria Municipal de Educação e nem de longe se compara, em preço, à outros equipamentos semelhantes que custam entre R$ 1.256,00 e 1.653,00, no mercado. A disparidade do preço chamou a atenção de todos. Tanto que os sindicalistas pensam em levar o caso ao Ministério Público.

A aquisição está sendo chamada em Bayeux de “Escândalo do Freezer de Ouro”, numa alusão ao valor financeiro do equipamento.

 

 

 


Com informaões do Bayeux em Foco

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor