Estela dá mais uma “escorregada” e afirma que presença da polícia às vezes significa “ameaça às comunidades”

Imagem da Internet

A deputada Estela Bezerra (PSB) deu mais uma “escorregada” na sessão ordinária desta terça-feira (05), na Assembleia Legislativa da Paraíba. Projeto que trata da progressão para policiais civis, do Poder Executivo, estava sendo apreciado quando ela usou a tribuna para comentar a atuação da polícia, de forma genérica. Num dos trechos do seu discurso, Estela disse que “a presença da polícia nem sempre significa segurança e, às vezes, significa ameaça para comunidades vulneráveis, onde tem trabalhadores”.

A avaliação causou espanto na bancada de Situação e, claro, entusiasmo entre os integrantes da Oposição. Alguns chegaram a indagar: “Será que Estela vai romper com o governador?”, diante do conteúdo do pronunciamento.

“Em algumas comunidades vulneráveis, onde tem muitos trabalhadores, a presença da polícia nem sempre significa segurança. Às vezes significa ameaça para aquelas comunidades onde tem trabalhadores e, por haver também a presença de delinquentes e, às vezes, do crime organizado, essas pessoas que já são afligidas pelo crime organizado, terminam sendo afligidas também pela atitude às vezes exacerbada de alguns integrantes da polícia. Para isso existe a Corregedoria e todo o movimento buscando fazer da polícia o lugar de representação da nossa segurança pública”, argumentou a deputada.

Estela parecia pouco ligar para as reações e prosseguiu com os comentários: “Quando chega em uma situação, tem polícia não é só pela situação de violência, mas a gente se afasta, amedrontado com a violência e às vezes com a postura da própria polícia”, disparou a deputada, alegando estar trabalhando em defesa da imagem do aparato policial.

A Oposição, claro, não contestou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor