EXCLUSIVO: Lira “sobra na curva” das oposições e corre atrás de Ricardo para tentar vaga na chapa de Azevedo

Imagem da Internet

Além da convergência geral – pelo menos entre os presentes – em favor de Lucélio Cartaxo (PV) como candidato ao Governo do Estado, a reunião de ontem (quinta-feira,12) pode ter selado o destino político do senador Raimundo Lira (PSD). Informações de Brasília indicam que, no encontro, ficou “praticamente” fechada a chapa das oposições com Lucélio (governador), Micheline Rodrigues (vice), Cássio e Manoel Júnior (senadores). Ou seja, Lira ficaria de fora.

A mesma fonte que informou o resultado do encontro na Capital Federal, onde Lira não teria comparecido, assegurou que o senador está com presença confirmada na festa do Sistema Arapuan, em Cajazeiras, no próximo domingo, onde ao lado do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do pré-candidato do PSB, João Azevedo, comemorando a expansão do grupo de comunicação com o empresário João Gregório.

Lira, inclusive, teria feito um “acordo prévio” com o deputado federal Rômulo Gouveia, presidente do PSD, que lhe daria aval para ser candidato à reeleição “em qualquer chapa”. Aliado de cartaxo e Cássio, o “Gordinho” negou a possibilidade do partido indicar nomes na chapa governista, mas não convenceu. Entre os oposicionistas, ainda tem gente “de orelha em pé” com o repentino processo de filiação do senador.

O fechamento e anúncio da chapa estariam dependendo apenas de uma conversa definitiva de Cartaxo e Cássio com a família Ribeiro, a quem teria sido oferecida uma das suplências de senador para Daniella.

Depois dos petardos disparados contra o PSDB pelo ex-deputado e atual vice de Romero Rodrigues, Enivaldo Ribeiro, não se sabe se, pelo menos da parte do PP, ainda há algo a conversar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor