Governo do Estado tem recurso acatado pelo TRE contra coligação de Cícero Lucena

A propaganda institucional divulgada pelo Governo do Estado em homenagem aos 427 anos da cidade de João Pessoa é legal e não possui caráter eleitoral. Essa foi a decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), na tarde de ontem, ao dar provimento a recurso eleitoral interposto pela Procuradoria Geral do Estado (PGE-PB), contra representação eleitoral movida pela coligação “Por Amor a João Pessoa Sempre” para retirada dos outdoors divulgados em homenagem ao aniversário da Capital paraibana, alegando que eles caracterizavam propaganda eleitoral subliminar em favor da candidata do PSB, Estela Bezerra.

A Corte Eleitoral acatou os argumentos apresentados pelo procurador-geral adjunto, Wladimir Romanuiuc Neto, que fez a sustentação oral em defesa do Estado durante o julgamento do recurso, de que todo o material publicitário divulgado pelo Governo do Estado tem caráter institucional e não tem cunho eleitoral.

O juiz Tércio Chaves de Moura, que atuou como relator do processo, entendeu que a propaganda questionada não poderia ser caracterizada como sendo de cunho eleitoral ou como mensagem subliminar em favor de candidato do PSB pelo simples fato da cor colocada no número 4 ser laranja. Ele ressaltou que os outros números tinham outras cores: o 2 era vermelho e o 7 era verde, de forma que, se fosse assim, estariam beneficiando outros candidatos.

Os demais integrantes da Corte, com exceção do juiz João Bosco Medeiros, acompanharam o voto do relator, que deu provimento ao recurso eleitoral interposto pela PGE e atestou a legalidade da publicidade institucional realizada pelo Estado em alusão ao aniversário de 427 anos de João Pessoa.

O procurador geral do Estado, Gilberto Carneiro, destacou a importância da decisão da Corte Eleitoral, a qual reafirma o trabalho que vem sendo realizado pela PGE para representação do Estado na esfera judicial e para o devido cumprimento da legislação e dos princípios que norteiam a administração pública.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor