DECRETO DAS ARMAS: Líder da maioria prevê nova derrota de Bolsonaro na Câmara

    Imagem da Internet

Os deputados federais irão votar em plenário na próxima semana os projetos de decreto legislativo, aprovados pelo Senado, que derrubam o decreto das armas de Jair Bolsonaro. O líder da maioria na Câmara, o deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro, acha difícil que a decisão do Senado seja derrubada na Câmara.

“Acho difícil contrariar a decisão do Senado”, disse o deputado ao ser questionado sobre como a Câmara deve votar a questão. Ele, no entanto, afirmou em entrevista ao Estadão que a Casa pode transferir parte das regras contidas no decreto para projetos de lei em tramitação no Congresso.

Os textos deverão ser votados em bloco após serem pautados na próxima terça-feira (25) ou quarta-feira (26).

Dentre as queixas dos parlamentares sobre o decreto de Bolsonaro para flexibilizar as regras do porte de armas está a falta de discussão do assunto com o Parlamento.

Outro deputado paraibano, Wellington Roberto, líder do Partido Liberal (PL), também confirmou que o tema será analisado na próxima semana. Os dois paraibanos estiveram em uma reunião oficial na Câmara na última quarta-feira (19). Estiveram presentes também o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o secretário de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, e líderes do chamado Centrão, bloco informal composto por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor