Lira retoma posição de “franco atirador”, diz que pode integrar qualquer chapa e coloca “saia justa” em Rômulo Gouveia

Imagem da Internet

O senador Raimundo Lira demorou pouco na Oposição. Mas, também não passou para a Situação. Lira, na verdade, apenas retomou sua posição de “franco atirador”, admitindo compor com qualquer dos lados “desde que me ofereçam uma vaga para o Senado Federal”. A entrevista, concedida nesta terça-feira ao Sistema Arapuan de Comunicação, caiu como uma “saia justa” no deputado federal Rômulo Gouveia, presidente do PSD, partido que Lira escolheu após deixar o MDB, do senador José Maranhão.

Fontes do PSD asseguram que Rômulo Teria se irritado com as declarações, após cobranças de correligionários quanto à postura do novo filiado.

Na conversa com os jornalistas, o senador deixou claro que mantém um bom relacionamento com Maranhão e fez questão de elogiar o ex-companheiro de partido: “Tem um currículo muito importante para o Estado”, avaliou.

Lira deixou claro que o projeto de reeleição é prioridade absoluta, não importando em que palanque esteja durante a campanha eleitoral que se aproxima. E ainda tentou justificar sua postura “pluripartidária” lembrando que recebe prefeitos de todas as legendas, no gabinete em Brasília, sem pedir apoio político em troca da liberação de verbas.

Sem dúvidas, conquistou a confiança integral da classe política paraibana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor