Maior bancada da Assembleia Legislativa decide na próxima semana se é governo ou oposição

Presidente do PEN, Ricardo Marcelo sonha em chegar ao Senado Federal

O Partido Ecológico Nacional não é qualquer nanico. Sua estrutura no Estado ainda é modesta, mas não na Assembleia Legislativa. Embora ainda pouco conhecido, por ser um partido novo, o PEN tem a maior bancada, incluindo o presidente da Casa, Ricardo Marcelo. E tem tudo para ser o “fiel da balança” nos embates entre governo e oposição.

Para evitar interpretações distorcidas, por conta do período eleitoral, Ricardo Marcelo resolveu liberar seus comandados para que votassem de forma individual, de acordo com suas consciências, todas as matérias, incluindo as de interesse do governo. Com o fim do período eleitoral, os dez integrantes do PEN terão agora decisões coletivas, principalmente em relação à propostas polêmicas discutidas nas comissões e em plenário.

Na próxima semana, o presidente Ricardo Marcelo deve reunir a bancada do PEN para definir a estratégia de atuação na Casa. A primeira e mais polêmica decisão a ser tomada será quanto ao posicionamento político. O partido tem deputados governistas e oposicionistas. Mas, deve decidir de que lado está. Foi o combinado.

A partir desta definição, o PEN estará também traçando seu caminho político rumo às eleições estaduais de 2014. Ricardo Marcelo não esconde de ninguém o desejo de galgar outros caminhos. De preferência, que o levem a uma cadeira no Senado. Se mantiver a bancada unida, terá chances bem mais concretas de alcançar seus objetivos. Seja de um lado, ou do outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor