Milanez diz que denúncia da Oposição é “vazia” e tenta justificar salário dos “Marajás do Trauminha”: “Recebe como médico, plantonista e diretor”

Imagem da Internet

As supostas irregularidades no Trauminha de Mangabeira, apresentadas pelo líder da Oposição, vereador Bruno Farias (PPS), na sessão desta quinta-feira (30), não convenceram o líder da Situação, Milanez Neto, que classificou o episódio como “mais uma denúncia vazia”. Milanez deixou transparecer que a Oposição tem apenas discurso político e não apresenta provas quando acusa. Ele também tentou justificar os salários de R$ 35.750,00 de dois diretores do Hospital Municipal de Trauma.

“Médicos recebem pela representação dos cargos que exercem, como plantonistas e por produção. Essa é a realidade de dois médicos citados com esses valores que, inclusive pelo que me consta, não sei nem se recebem ainda esses valores”, explicou o vereador.

O líder do prefeito não soube precisar se esses pagamentos são legais, mas arriscou um palpite: “Acredito que sim. Se não a Prefeitura de João Pessoa não estaria pagando”, sustentou.

Sobre a proposta da Oposição, de criar uma CPI para investigar as denúncias que atingem o Trauminha, Milanez disse que a época de adoção dessa medida já passou. “A CPI deveria ter sido criada quando havia a fila do osso, em administrações passadas”, justificou.

A indireta tem endereço certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor