MP, TCE e Câmara Municipal devem apurar denúncia de “funcionários fantasmas” na Prefeitura de João Pessoa

Imagem Reprodução da Internet

Denúncia grave feita na noite desta terça-feira pelo jornalista Ruy Dantas, do Sistema Arapuan de Comunicação, deve ser apurada pelo Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e pela Câmara Municipal de João Pessoa. Pouco depois de divulgada a informação de que Lucélio Cartaxo, pré-candidato ao Governo do Estado e irmão do prefeito Luciano Cartaxo, seria suposto funcionário “fantasma” do gabinete do deputado Rômulo Gouveia, Ruy Dantas, âncora do programa “60 Minutos” da Rádio Arapuan, soltou o verbo e apontou a existência de uma lista de servidores “fantasmas” na Prefeitura de João Pessoa.

Segundo Dantas, moradores da cidade de Sousa, no Alto Sertão paraibano, estariam nessa relação de apaniguados. “Estão falando sobre o salário de Lucélio (Cartaxo) no gabinete de Rômulo Gouveia e esquecendo os inúmeros servidores ‘fantasmas’. Só da cidade de Sousa tem um monte de gente recebendo sem trabalhar”, garantiu.

Além da “doença”, o profissional de imprensa ainda apontou o “remédio” para resolver o problema. Ele desafiou a Câmara Municipal de João Pessoa a criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a denúncia. “É preciso que os vereadores apurem com seriedade”, sustentou.

A bancada de Oposição entrar com pedido de CPI nesta quarta-feira. Ministério Público e TCE também já foram acionados para apurar o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor