Na festa de aniversário, Mangueira se emociona, chora e dispara: “PMDB não tem dono”

Imaagem da Web

Na festa em comemoração aos seus 53 anos. O vereador Ronivon Mangueira se emocionou,chorou no ombro de sua matriarca, Dona Letícia, e detonou o presidente do seu partido, MDB, senador José Maramhão.

“Quero agradecer á minha mãe, que sempre me aconselhou, à minha esposa, aos meus filhos e aos amigos que deixaram seus afazeres para dstar aqui. Não se trata de uma festa política. Aqui não peço votos porque somos uma irmandade”, afirmou o aniversariante, no início do discurso.

Mas, num evento prestigiado pelo vice-prefeito Manoel Junior, pelo preaidente do PSDB, Ruy Carneiro, futuro presidente da CMJP, vereador João Corujinha, deputado Julis Roberto, alem de suplentes do PMDB como Abraão Cavalcanti, Macedo da Shot, Junior Fradão e Josué Dieesel, não poderia falar política.

“É bom que todos saibam que o MDB não tem dono. O MDB é de rodos nós. O cara pensa que pode mandar a vida toda e usar o partido em benefício próprio. Mas, não é assim. Não acwitamos mais isso”, bradou Mangueira, sob aplausos dos presentes.

O vereador concluiu o discurso falando sobre suas posições políticas: “Nunca fui de ficar em cima do muro. Sou Luciano Cartaxo até o fim”, sustentou.

Nem precisava dizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor