OPERAÇÃO AURORA: PMCG divulga nota e Romero lamenta envolvimento de assessor: “Infelizmente, pessoas se corrompem”

Imagem da Internet

O assessor do gabinete do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), investigado na Operação Aurora, foi exonerado do cargo, segundo nota divulgada nesta quarta-feira (07) pela Prefeitura de Campina Grande. O servidor estaria envolvido com assaltos a bancos na região. Romero se pronunciou sobre o episódio, lamentando o envolvimento do servidor. “Infelizmente, pessoas se corrompem”, disse o prefeito.

Abaixo, a nota na íntegra:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE

A Prefeitura de Campina Grande lamenta a acusação de envolvimento do servidor comissionado Romário Gomes Silveira, lotado no Gabinete do Prefeito, no recente assalto à agência da Caixa Econômica Federal no Shopping Partage, de acordo com investigações da Polícia Federal. Ao mesmo tempo, informa que o citado servidor foi exonerado pelo prefeito Romero Rodrigues, no final da manhã desta quarta-feira, 7, por uma questão de zelo institucional. O ato está sendo publicado no Semanário Oficial do Município.

A exoneração do servidor não significa, necessariamente, uma condenação antecipada em relação a uma acusação a qual ele terá oportunidade de apresentar defesa e, se for o caso, demonstrar sua inocência. De fato, trata-se de uma medida administrativa sensata e de respeito aos princípios que regem a gestão, sob a luz da ética, honradez e comportamento exemplar. Lamentavelmente, nenhuma instituição está imune a fatos isolados dessa natureza, mas cabe ao poder público tomar as medidas necessárias e cumprir seu papel institucional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor