Padre Luiz Couto afirma que Cartaxo “peca” e está sendo “ingrato” com o ex-prefeito Luciano Agra

Couto criticou gestão de Luciano  Cartaxo

Couto criticou gestão de Luciano Cartaxo

Padre que se preza, entende de reza e pecado. Que o diga Luiz Couto, político por profissão e sacerdote por convicção. Ele quase prega a excomunhão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, seu companheiro de partido, a quem chamou de ingrato

Couto acha que o prefeito não deveria tratar seu antecessor, Luciano Agra (PEN), com tanto “desprezo” e previu que essa ingratidão deve causar sérios prejuízos políticos e pessoais ao petista mais na frente. “Cartaxo está pecando e sendo ingrato com o ex-prefeito (Agra) que ajudou a elegê-lo. Mas, aqui a gente faz, aqui a gente paga”, filosofou o padre Couto.

O padre ainda menosprezou a pré-candidatura do PT, representada pela advogada Nadja Palitot, a quem considera com poucas chances de sucesso.

 

O deputado federal Luiz Couto (PT), que foi contra a candidatura própria do PT em João Pessoa e não tem se demonstrado a favor de uma candidatura petista ao governo, disse ao MaisPB que o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo, está pecando contra o ex-prefeito Luciano Agra (PEN) e advertiu o gestor que ‘quem aqui faz, aqui paga’.

Insatisfeito com a indicação de Nadja Palitot para disputar o governo pelo PT, Couto argumentou que a participação de Agra nas eleições 2012 foi fundamental para vitória de Cartaxo, o que tornaria a candidatura petista deste ano diferente de Luciano no ano retrasado. Na visão do parlamentar, está faltando para Nadja ‘um avalista’ eleitoral com ‘o crédito’ de Luciano Agra.

Teólogo, o deputado classificou uma suposta ingratidão de Cartaxo ao apoio de Agra como pecado. “ A candidatura de Luciano foi muito mais Agra que colocou toda a sua força aqui e elegeu Cartaxo e que hoje eles não são gratos a isso que Luciano Agra fez para eleger Luciano Cartaxo em João Pessoa”, disse o deputado que classificou a ingratidão como “um grave pecado” na política.

Luiz Couto ainda fez uma advertência ao prefeito da Capital. “As pessoas precisam aprender a serem gratos, porque se eles forem ingratos um dia vão receber ingratidão por parte de outras pessoas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor