PMDB não abre mão da candidatura de Veneziano em Campina Grande e Vita diz que é “questão de honra”

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Veneziano Vital disse que não pretende ser candidato a prefeito de Campina Grande em 2016. Talvez por medo da enxurrada de processos a que responde na Justiça. Mais precisamente no STF. Mas, o PMDB parece pouco disposto a poupar o “Cabeludo”. “A candidatura (a prefeito) é uma questão de honra para Veneziano e para o partido”, afirmou o suplente de senador Roosevelt Vita, a quem coube dar o “recado”.

Alegando a importância de uma vitória em Campina Grande para o PMDB, na conjuntura estadual, Vita sugeriu que o partido “preserve” Veneziano exatamente para s disputa municipal que se aproxima e lembrou que foi o “Cabeludo” quem derrotou o esquema comandado pelo Grupo Cunha Lima na Rainha da Borborema. “Veneziano deve se preparar para voltar à Prefeitura porque está credenciado para disputar as eleições”, avaliou Vita.

Problema eleitoral, Vené já demonstrou que não tem. Partidário, também não. O desafio é se livrar das ações judiciais. Dizem que são mais de trinta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor