PT decide expulsar filiados que não deixarem governos de Ricardo e Romero em trinta dias

estrela do PT

O Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores se reuniu neste sábado (21) em João Pessoa e tomou duas decisões: foi aprovado uma resolução estabelecendo o prazo de 30 dias para que filiados ao partido deixem os cargos no Governo do Estado e na Prefeitura de Campina Grande; também ficou decidido que o partido terá candidatura própria ao governo da Paraíba em 2014.

De acordo com a resolução, os petistas que não deixarem os cargos nos governos de Ricardo Coutinho (PSB), no estado, e de Romero Rodrigues (PSDB), em Campina Grande, serão expulsos.  Mesmo sem ter indicado filiados para compor os governos, o PT deixa claro que não vai admitir a contribuição de petistas nas administrações.
Na outra decisão tomada durante o encontro no Hotel Imperial,  o Partido dos Trabalhadores mandou um recado para o PP e PSC, que formam um bloco com o PT, a legenda não vai aceitar outro partido na cabeça de chapa.
O PT decidiu que terá candidatura própria em 2014 e, apesar das lideranças petistas afirmarem que o nome da pré-candidata Nadja Palitot não será imposto, a decisão deste final de semana afasta a possibilidade de aliança sem ter o nome do PT na cabeça de chapa.
Com MaisPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor