PT x PT: Militância reage à intervenção e manda “recado” para Ricardo Coutinho

O blog recebeu preciosa contribiição do militante histórico do PT na Paraíba, Joaci Tavares de Araújo Júnior, que publicamos logo abaixo. Joaci analisa a postura do ex-governador Ricardo Coutinho, a quem taxa de “facista”, e da cúpula nacional petista, a quem acusa de ser “cúmplice” das ações nefastas do socialista.

Pelo teor da postagem, nota-se que a militància está disposta a resistir à intervenção e ao processo de desmoralização imposto pelo PT ao próprio PT, para agraciar e tirar do isolamento um político cercado de processos judiciais decorrentes do maior escândalo de corrupção já registrado em solo paraibano.

Veja abaixo o texto na íntegra :

 

Ricardo e o fascismo, afinidades!

Quem conhece Ricardo Vieira Coutinho, sabe que sua postura nunca foi de diálogo, o autoritarismo sempre foi sua marca principal, aí mora a interseção com o fascismo.

Pelo viés autoritário ele conseguiu mais desafetos que aliados, o diálogo não parece constar no seu vocabulário, e esse traço totalitário aflorou mais uma vez, tenta sequestrar o PT para suas conveniências, mas ele não vai conseguir, a militância petista não cederá a esse sequestro, mesmo tendo como cúmplice o DN do PT, seguiremos com nossa chapa construída com muito diálogo, PT/PC do B, confirmada por unanimidade na Convenção, e aceita amplamente pela militância de esquerda.

Coutinho devia repensar sua prática fascista, não devia usar da mesma tática que acusa ser a dos seus “supostos perseguidores” se vítimiza, mas age como os que acusa.

O PT segue com Anísio Maia, a militância não conhece outra candidatura, e todos os militantes gritam em alto e bom som GOLPE NÃO, ANÍSIO SIM ✊🏿

Joaci Tavares de Araújo Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor