Ricardo admite acabar com presídio do Roger e construir Centro Cultural

Os vereadores Pedro Coutinho e Tavinho Santos, ambos do PTB, levantaram a lebre, justiça se faça. E não é que deu certo. Ao inaugurar uma Unidade de Policiamento Solidário no Roger, ontem, o governador Ricardo Coutinho (PSB) revelou que sonha tirar daquele bairro o presídio, uma ameaça constante à segurança dos moradores.

Ricardo foi mais longe e admitiu que, se o Governo do Estado tiver condições, transformará o local num Centro Cultural para atender à população que hoje convive com o medo diário de rebeliões, seguidas de mortes.

A notícia só não foi melhor para a população do Roger, principalmente do chamado Baixo Roger, porque o governador não fixou data para adoção da medida. De qualquer forma, muitos moradores comemoraram.

Pedro Coutinho, que disputa a reeleição de vereador, e Tavinho Santos, que concorre a vice-prefeito na chapa do ex-governador José Maranhão, já fizeram insistentes apelos aos governos municipal e estadual, mas até agora nada foi feito para relocar o presídio.

As palavras do governador Ricardo Coutinho, entretanto, renovaram a esperança de todos em relação à mudança.

Governador Ricardo Coutinho levou boa notícia aos moradores do Roger

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor