TUBARÕES OU GOLFINHOS? Peixes grandes são vistos por banhistas a 50 metros da praia no Bessa


Pescadores arrastam grande tubarão na praia do Seixas (Crédito: you tube)

Eram por volta das 9h30 desta terça-feira, quando chegava à praia do Bessa com minhas duas filhas, Laura (9) e Júlia (5). A mais velha comentava comigo a possibilidade de existência de tubarões naquela área e eu expliquei que desconhecia registros de aparições do maior predador marítimo por ali. Antes de pisarmos na areia, Laura arregalou os olhos e gritou: “Pai, pai um tubarão”. Tive um susto danado, mas nem de longe imaginava o que constataria logo em seguida.

Três ou mais peixes grandes (com mais de dois metros, com certeza) “desfilavam” a pouco mais de 50 metros da praia, ora mostrando as suntuosas barbatanas, ora submergindo por alguns segundos. Eram pretos e seguiam na mesma direção, como se estivessem numa rota. Um vinha mais atrás e os outros dois bem na frente.

A maré estava alta e a aparição assustou os poucos banhistas presentes. A maioria saiu da água e ficou observando. Outros nem se deram conta do risco que corriam. Com o tempo nublado, a água turva e a cor escura dos peixes, não foi possível filmar a cena. O subconsciente centrado no que poderia ter acontecido com minhas filhas, caso estivessem no mar, também colaboraram com a involuntária omissão.

Algumas pessoas sugeriram se tratar de golfinhos. Mas, a maioria divergia porque os golfinhos tem a cor mais para cinza do que para preto e as barbatanas dos “visitantes” eram bem grandes e pontudas, diferentes daquelas dos amáveis “astros de Hollyhood”.

Procurei informações e descobri que a presença de tubarões em praias de João Pessoa não são tão incomuns. Em 2016, um pescador foi preso acusado de pegar um tubarão-lixa em Tambaú. No mesmo ano, outro tubarão foi capturado no Cabo Branco. Três anos antes, um banhista filmou pescadores arrastando do mar um tubarão com mais de dois metros na praia do Seixas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor