Vereador pessoense pode perder R$ 380,00 por cada sessão que faltar a partir de terça-feira

Mesa Diretora da Câmara Municipal decide cortar ponto de faltosos (Foto da Internet)

Mesa Diretora da Câmara Municipal decide cortar ponto de faltosos (Foto da Internet)

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa decidiu apertar o cerco contra os vereadores acostumados a receber salário sem trabalhar ou trabalhando pouco. A partir da próxima terça-feira, quem faltar às sessões ordinárias sem justificar terá o ponto cortado e o valor correspondente descontado no contracheque. Para cada falta, o vereador terá suprimido R$ 380,00 de seu salário.

A decisão foi tomada após constatação de que alguns parlamentares preferem permanecer nos gabinetes ou em casa quando deveriam estar em plenário, participando das sessões. O presidente Durval Ferreira (PP) discutiu a medida com os próprios vereadores durante o recesso para evitar restrições na hora da adoção. “Todos já estão cientes de que, a partir de terça-feira, quem faltar e não justificar a ausência terá o ponto cortado”, avisou.

Nada mais justo. O vereador já recebe bem acima do trabalhador comum e tem por obrigação participar de apenas três sessões semanais. Os outros dois dias úteis são dedicados às reuniões das comissões permanentes e às sessões especiais e solenes.

Além do mais, a medida deve evitar o grande número de sessões declaratórias por falta de quórum, situação que provoca desgaste ao Legislativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor