Depois das tuitadas, Urquiza “se toca” e pede demissão da Secretaria de Transparência

Alexandre Urquiza distribuiu nota explicando porque pediu demissão do cargo

Demorou, mas aconteceu. Alexandre Urquiza pediu demissão da Secretaria Municipal da Transparência Pública de João Pessoa, através de nota distriibuida com a imprensa. Foi preciso o prefeito Luciano Agra ou quem quer que seja humilhá-lo publicamente para que o ex-socialista (nem sei se o homem já se desfiliou) acordasse e visse que “sobrou na curva”.

Mesmo porque, por humilhação maior passaram milhares de famílias paraibanas e brasileiras que tentaram sem sucesso receber o auxílio do governo federal denominado Bolsa Família. A filha do “pobre” e agora ex-secretário conseguiu, certamente com “méritos próprios”, ser inscrita no programa.

Mas, não foi só isso. O então secretário ainda conseguiu uma ajudinha para a família, empregando a esposa na Prefeitura de João Pessoa. Nepotismo? Não para Alexandre Urquiza, considerado até então uma espécie de primeiro ministro do prefeito Agra.

Aliás, para se livrar do auxiliar o prefeito teve que se valer de “falsas tuitadas”. Até porque, desde o início, ficou solidário com Urquiza, o “pobre secretário” alvo de maldades de ex-aliados.

Qualquer outro prefeito nessas circunstâncias teria exonerado imediatamente seu auxiliar, mas, Agra fez questão de ser bonzinho com o amigo. Talvez com medo de algum ato de rebeldia que trouxesse à tona fatos desagradáveis testemunhados por Urquiza. Abaixo, a nota de Urquiza explicando o pedido de demissão:

 

NOTA

PEÇO EXONERAÇĀO DO CARGO QUE OCUPO NA PMJP

Venho a público, por meio desta esta Nota, pedir minha exoneraçāo do cargo de secretário que ora ocupo na PMJP. Fui escolhido como alvo nesta reta final de campanha com o único objetivo de atingir a admiistraçāo do prefeito Luciano Agra.

Nāo importam as declarações e explicações que eu tentei prestar sobre todos esses fatos. As forças poderosas a serviço do Palácio da Redençāo já me condenaram com o único objetivo de atingir o prefeito, devido a sua opçāo política nestas eleições. Caso eu, Agra e outros companheiros tivéssemos apoiado a candidata oficial, nada disso estaria ocorrendo.
Agradeço a Deus pela força infinita, pela confiança do prefeito Luciano Agra e a todos que se solidarizaram comigo e minha família diante das armações e do desrespeito dos que fazem de tudo para se manter no poder.
Joāo Pessoa, 27 de setembro de 2012

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor