Deputado chama Trócolli Júnior de “amigo longíquo” e demonstra arrependimento por familiares terem votado no secretário

Imagem da Internet

Imagem da Internet

A campanha eleitoral em João Pessoa parece ter distanciado mais dois grandes amigos, antes mesmo de iniciada. Os deputados Trócolli Júnior (estadual) e Manoel Júnior (federal), ao que parece, estão levando muito à sério a busca por votos em outubro próximo, embora somente o segundo, até o momento, esteja disposto a disputar as eleições municipais.

Manoel Júnior foi indicado pré-candidato a prefeito da Capital, por decisão do diretório municipal de João Pessoa com aval dos diretórios estadual e nacional. Mas, Trócolli Júnior navega na direção contrária. Secretário estadual de Articulação Política, Júnior não deseja apenas mostrar que faz parte de uma dissidência, mas levar o PMDB a apoiar João Azevedo, pré-candidato do PSB.

Para Manoel Júnior, a posição do colega não muda em nada a decisão do PMDB de lançar candidato próprio a prefeito no maior colégio eleitoral do Estado. “O PMDB já decidiu que terá candidato, queira ou não o todo-poderoso governador Ricardo Coutinho. Trócolli Júnior é um empregado do governo e tem que defender o governo. Mas, isso nada muda a postura do PMDB que terá candidato próprio”, afirmou Manoel Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor