Suassuna descarta disputar mandato de deputado federal e deflagra luta por indicação ao Senado : “Ou Senado ou nada”

Na presença do governador Ricardo Coutinho (PSL) , do vice, Rômulo Gouveia (PSD), e do líder do governo, deputado Hervázio Bezerra (PSDB), o ex-senador Ney Suassuna assinou na tarde desta quarta-feira, ficha de filiação ao Partido Social Liberal. Ney disse que escolheu o PSL por atenção à Aracilba Rocha, secretária estadual de Finanças, e do deputado Tião Gomes, presidente do partido.

Além de anunciar que fará todo esforço para eleger Aracilba, Ney disse que estará no partido disposto a ajudar no projeto de reeleição de Ricardo Coutinho que, segundo ele, “é o melhor governador que a Paraíba já teve”.

O ex-senador também descartou disputar vaga na Câmara Federal, como se especulava, e deixou claro que só disputará eleição para o Senado Federal. Mesmo assim, caso a conjuntura seja favorável. “Ou o Senado ou nada. Se não for candidato, estarei trabalhando para ajudar o partido e o governador”, avisou.

O deputado Tião Gomes disse que será “um soldado de Ney” e colocou o PSL à disposição do ex-senador para lutar ao seu lado em qualquer tipo de disputa. “O PSL estará ao seu lado para disputar qualquer cargo”, garantiu.

Além de Suassuna e Aracilba, o PSL filiou mais de uma dezena de lideranças políticas, todas pré-candidatas à Assembleia Legislativa nas eleições de 2014, a exemplo do ex-deputado João Bosco Carneiro Júnior e do vereador campinense Cassiano Pascoal Filho.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor