Em encontro político, Romero estreita relações com PT e se afasta cada vez mais de Cássio

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Como comentaram alguns radialistas nos programas matinais de hoje, a única parceria digna de registro entre João Pessoa e Campina Grande são as viagens de meia em meia hora que os ônibus da empresa Real, do empresário Walter Brito, fazem conduzindo passageiros de uma cidade a outra. Tanto que, ao final da conversa desta semana, de concreto só restaram convites para Luciano Cartaxo participar da abertura do Maior São João e Romero Rodrigues visitar obras na Capital. Por questão de gentileza mútua.

O encontro entre os dois prefeitos teve mesmo foi conotação política. Nada mais. Romero deixou claro, com a visita, que não recua no propósito de trocar o PSDB do primo e senador Cássio Cunha Lima pelo PSD, de Rômulo Gouveia. Nem que para isso tenha que se indispor com parte da família. Com medo de ser abandonado pelos tucanos no meio do caminho, o prefeito campinense tratou logo de encaminhar, junto a Cartaxo, a possibilidade de aliança entre PSD e PT, em Campina, para lhe dar suporte político-eleitoral.

Romero também aproveitou para sedimentar sua aproximação do Palácio do Planalto. Cartaxo hoje é uma das principais lideranças do PT na Paraíba e com livre acesso a ministros e outros auxiliares de menor porte da presidente Dilma. Pode perfeitamente servir de ponte para as reivindicações do gestor campinense.

Mas, o que Cartaxo ganharia com isso? Além do apoio do PSD a sua reeleição, o prefeito pessoense estende os tentáculos ao segundo maior colégio eleitoral do Estado, pensando num horizonte mais distante. Se for reeleito, Cartaxo será naturalmente cotado para disputar o Governo do Estado em 2018. E com um aliado de peso. No caso, o prefeito reeleito ou ex-prefeito da Rainha da Borborema.

Não é uma contrapartida desprezível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor