Ricardo garante espaços para PMDB e PT na reforma administrativa que pretende fazer

Imagem da Internet

Imagem da Internet

Reeleito para o segundo mandato, o governador Ricardo Coutinho (PSB), garantiu em entrevista a TV Itararé de Campina Grande, que fará ajustes em sua equipe de governo. Ricardo que prometeu fazer um segundo governo melhor do que o primeiro, adiantou que antes de mexer na equipe vai dialogar com todos os partidos que integraram a ampla aliança que resultou com a sua recondução ao Palácio da Redenção. A intenção do governador é já mexer nas peças este ano, visando qualificar ainda mais a gestão e agilisar a máquina, tendo como critério principal, o perfil técnico.

De forma efusiva ele disse que não vai esperar o dia 1º de janeiro para começar a montar a equipe, mas já fará os ajustes agora, visando assim, assegurar que o governo não sofra com solução de continuidade com o que vem dando certo. “Eu não vou esperar o 1º de janeiro. Eu vou fazer isso discutindo com as forças organizadas da sociedade e discutindo com os partidos políticos. Porque é assim que se faz. Eu quero montar o governo nesse processo e não vou esperar o dia 1º de janeiro para que todos tomem posse e começar tudo do zero”, enfatizou.

O socialista garantiu que o PMDB e o PT terão espaços no novo governo. Segundo Ricardo, o Partido dos Trabalhadores já integra o governo mas terá novos espaços garantidos. Sobre o PMDB que foi decisivo na vitória do PSB no segundo turno, o governador garantiu que o partido deverá sim, também ter a sua participação no governo.

“O PT já tem uma participação no governo e resta saber qual será a nova participação do ponto de vista de pessoas. O PMDB deverá participar do governo assim como outros setores da sociedade” antecipou.

Ricardo também anunciou a sua intenção de promover uma mini reforma na estrutura administrativa. Embora não tenha detalhado como será essa reforma, RC deixou transparecer que deverá fundir alguns órgãos como forma de enxugar a máquina e dá mais agilidade na realização dos serviços.

“Pretendo sim. É preciso fazer uma reforma administrativa. Nós temos órgãos que podem muito bem ser fundidos e nós vamos fazer isso” disse. Os partidos segundo ele, vão ser consultado. RC ressaltou ainda que a Paraíba avançou muito nos últimos quatro anos, mas ainda tem trabalho a ser realizado. “Eu estou com toda energia possível para fazer o melhor nesse segundo mandato” garantiu.

Severino Lopes

Com PBAgora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor