MP investiga ex-prefeitos de Patos por “rombo” de R$ 4,6 milhões nos cofres municipais

Os ex-prefeitos de Patos, Dinaldo Wanderley, Lenildo Morais e Chica Motta estão sendo investigados pelo Ministério Público da Paraíba por irregularidades no pagamento de contribuições trabalhistas que geraram um rombo de R$ 4,6 milhões aos cofres do município sertanejo.

De acordo com relatório de um auditor da Receita Federal ao MP, as irregularidades nos pagamentos aconteceram entre janeiro de 2016 e dezembro de 2017.

De 01/01/2016 a 04/09/2016, as irregularidades fiscais de Chica Motta geraram um prejuízo de R$ 1.434.150,63. De 09/09/2016 a 31/12/2016, Lenildo Morais causou prejuízo de R$ 1.578.757,67. Dinaldo Wanderley, por sua vez, causou prejuízo de R$ 1.604.933,85 aos cofres do município. Os danos ao erário ocorreram por omissão de informações nas GFIP’s e ausência do pagamento das contribuições respectivas, mais irregularidades no recolhimento de contribuições para o Pasep – o que gerou multas e pagamentos de juros moratórios.

Os ex-gestores podem ser denunciados pelo promotor do caso, José Carlos Patrício, caso ele encontre indícios de por improbidade administrativa.

Retrospectiva

Chica Motta foi prefeita entre 2013 e 4 de setembro de 2016, quando foi afastada após a Operação Veiculação. Lenildo Morais, que era vice, assumiu a Prefeitura e ficou até o dia 31 de dezembro. No dia 1 de janeiro de 2017, a gestão de Patos ficou a cargo de Dinaldo Wanderley, que venceu as eleições de 2016.

Confira:

 

Comentar

PMJP vacina contra covid-19 pessoas com 31 anos ou mais nesta quarta-feira

Imagem Secom/JP

Após receber um novo lote de vacinas do Governo Federal, a Prefeitura de João Pessoa amplia, nesta quarta-feira (28), a aplicação da primeira dose dos imunizantes contra a Covid-19 para o público com 31 anos ou mais sem comorbidades. A vacinação ocorrerá em quatro postos do tipo drive thru e em dez ginásios.

A vacinação poderá ser realizada nos drives do Santuário Mãe Rainha, Unipê, UFPB e Mangabeira Shopping, das 10h às 19h. Além disso, a população poderá se imunizar em dez ginásios espalhados pelos cinco Distritos Sanitários da Capital, das 10h às 16h.

Nesta quarta-feira, a Prefeitura também seguirá a aplicação da segunda dose dos imunizantes da Astrazeneca (Fiocruz), para quem tomou a primeira dose há 90 dias, e Coronavac (Butantan), para quem recebeu a dose inicial há mais de 28 dias. Para a Coronavac, o local será Lyceu Paraibano, das 8h às 12h. Já para a Astrazeneca, a população poderá se dirigir à Escola Municipal Olivo Ribeiro Campos, nos Bancários; e Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), nas Trincheiras.

A diretora de Vigilância em Saúde de João Pessoa, Alline Grise, reforça sobre a necessidade do agendamento prévio para realizar a imunização. O cadastro pode ser feito através do endereço https://vacina.joaopessoa.pb.gov.br/ ou pelo aplicativo Vacina JP, a partir das 19h30 desta terça-feira (27).

*Documentação* – Para receber a vacina é necessário apresentar documento oficial com foto, Cartão SUS, CPF e comprovante de residência em João Pessoa. Quem for tomar a segunda dose precisa levar apenas o cartão de vacinação e documento com foto.

*Transporte gratuito* – As pessoas que necessitarem de deslocamento de um bairro a outro para tomar a vacina podem utilizar os serviços gratuitos dos aplicativos 99 e Uber, em parceria com a Prefeitura de João Pessoa e Governo do Estado, respectivamente.
Para garantir o acesso ao serviço da 99, o cidadão que usar a plataforma deverá acessar o aplicativo, na categoria 99 Pop, e inserir o código promocional ‘Promocodes’. O código que deverá ser inserido no aplicativo Uber é o VACINAPB e cada usuário só pode inseri-lo uma vez, garantindo a gratuidade para as duas viagens que devem chegar até R$ 25, cada.
*Solidariedade* – Os postos de vacinação também estão abertos para receber as doações de alimentos não perecíveis. Após a arrecadação, eles serão distribuídos com instituições de caridade e famílias necessitadas, atingidas pelos efeitos dessa pandemia. A arrecadação e a distribuição integram uma iniciativa conjunta da Prefeitura de João Pessoa e do Governo da Paraíba.
Confira os postos de vacinação nesta quarta (28):
PRIMEIRA DOSE
*Ginásios: 10h às 16h*
– ECIT Papa Paulo VI
– Escola Municipal Lynaldo Cavalcanti (Bairro das Indústrias)
– Escola Municipal Professor Darcy Ribeiro (Funcionários II)
– Escola Municipal Francisco Pereira da Nóbrega (Cristo)
– Centro Cultural Tenente Lucena (Mangabeira)
– Escola Municipal Dom Helder (Valentina)
– IFPB (Jaguaribe)
– Ivan Cantisani (Tambiá)
– Escola Municipal Seráfico da Nóbrega (Tambaú)
– Escola Municipal Leonel Brizola (Tambauzinho)
*Drive: 10h às 19h*
– Mangabeira Shopping (também pedestre)
– UFPB (entrada pelo HU – Castelo Branco)
– Unipê (Água Fria)
– Santuário Mãe Rainha (Aeroclube)
SEGUNDA DOSE
*8h às 12h*
*Coronavac (para quem tomou 1ª dose há 28 dias)*
– ECIT Lyceu Paraibano (Centro)
*Astrazeneca (para quem tomou 1ª dose há 90 dias)*
– Escola Municipal Olivio Ribeiro Campos (Bancários)
– FIEP, próximo ao Pavilhão do Chá (Trincheiras)

Com Secom/JP

Comentar

PMJP paga salários de julho na quinta e sexta-feira próximas

Imagem Reprodução

A Prefeitura de João Pessoa paga os salários dos servidores, referente ao mês de julho, nesta quinta (29) e sexta-feira (30). O anúncio foi feito nesta terça-feira (27).

A tabela de pagamento foi definida pela Secretaria de Administração (Sead) e Secretaria Executiva de Finanças. De acordo com o planejamento, nesta quinta-feira recebem os servidores aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência do Município (IPM). Já na sexta-feira, os profissionais da ativa, comissionados e prestadores de serviço recebem seus vencimentos.

O pagamento acontece dentro do mês de exercício, segundo reforça a Prefeitura de João Pessoa, como um compromisso da atual gestão na área de valorização dos servidores. A PMJP acrescentou que, desde janeiro, os profissionais recebem os salários no mês trabalhado.

 

Comentar

E se Veneziano “tomar gosto” e resolver entrar na disputa de 2022?

Imagem Reprodução

A pergunta acima veio à tona após os recentes burburinhos provocados por conversas entre o senador Veneziano Vital do Rego (MDB) e o ex, Cássio Cunha Lima (PSDB). Os dois negam, mas o tema não poderia ser outro se não eleições de 2022, versão confirmada pelo deputado Raniery Paulino (MDB).

Muito embora, o teor exato das conversas continue restrito a Vené e Cássio, talvez como estratégia para evitar distorções e até projeções precipitadas para a disputa do ano que vem.

Cássio já passou por isso e sabe que a melhor forma de vencer uma batalha, inclusive eleitoral, é dividindo os adversários. Nesse caso, escolheu começar o debate sobre 2022 com seu principal opositor em Campina Grande, segundo maior colégio eleitoral do estado dominado pelo grupo que comanda.

Além de reduzir a base aliada do governador, a saída do Cabeludo levaria o MDB, ainda o maior partido da Paraíba, para a oposição, junto com o volumoso “fundo eleitoral” para bancar a campanha.

A operação consolidaria e daria também “maior substância” à candidatura de Cássio ao Senado Federal. Nessas condições, Romero Rodrigues (PSD) sairia para deputado federal e Pedro Cunha Lima (PDSB), filho de Cássio, para deputado estadual.

De quebra, sobraria a vaga de vice-governador na chapa para negociar com outros partidos. E mesmo perdendo a eleição, Veneziano ainda rei a quatro anos de mandato como senador pela frente.

Até o “inesquecível” ex-senador Ney Suassuna, um reforço financeiro de campanha, seria beneficiado, mas somente com uma eventual eleição de Vené ao Governo do Estado. Como primeiro suplente, Ney assumiria a vaga no Senado e pavimentaria sua volta ao MDB.

OUTRA OPÇÃO: Ficando onde está, o máximo que Veneziano terá é a esposa na vaga de vice, situação que acomodaria também as pretensões do MDB.

As consequências viriam somente em 2026, quando João Azevedo possivelmente renunciaria ao restante do segundo mandato de governador para disputar o Senado. Isso, em caso de vitória em 2022.

Assumindo o Governo do Estado, a vice Ana Cláudia deixaria o marido Veneziano sem condições jurídicas para concorrer ao cargo de governador.

Como nunca escondeu de ninguém o sonho de morar na Granja Santana, Vené talvez não tenha muito estímulo de apoiar essa segunda operação. Mesmo porque, as vagas de senador e vice já estariam prometidas ao PP e ao DEM, não necessariamente nessa ordem.

Como se pode ver, nenhuma hipótese pode ser descartada, pelo menos por enquanto. E como na política da Paraíba “só não se viu boi voar”, não seria exagero imaginar Cássio e Vaneziano no mesmo palanque e até na mesma chapa em 2022.

O tempo dirá.

 

 

Comentar

Prefeitura de João Pessoa assina convênio com Botafogo Futebol Clube da Paraíba nesta terça-feira

A Prefeitura de João Pessoa e o Botafogo Futebol Clube assinam um convênio na área social, esportiva e educacional nesta terça-feira (27), às 9h, no Paço Municipal, no Centro. Além do prefeito Cícero Lucena, o vice-prefeito Leo Bezerra, o secretário da Juventude, Esporte e Recreação, Kaio Márcio, e o presidente do Botafogo Alexandre Cavalcanti, também estarão presentes o presidente da Câmara Municipal, Dinho Downsley, e os vereadores Odon Bezerra e Zezinho do Botafogo.

Assinatura de Convênio entre Prefeitura de João Pessoa e Botafogo Futebol Clube
Local: Paço Municipal
Horário: 9h
Data: 27/07/21

Com Secom/JP

Comentar

TV Assembleia homenageia Alagoa Grande pelos 156 anos de existência

jacksonA TV da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) apresentou, nesta segunda-feira (26), uma programação especial voltada para a comemoração do aniversário de 156 anos de Alagoa Grande. Os parlamentares, através da emissora da Casa, vão homenagear o município com a exibição do documentário “Sua Majestade, o Rei do Ritmo”, que conta a história do cantor e compositor paraibano Jackson do Pandeiro.

“A centenária cidade de Alagoa Grande, terra de Jackson do Pandeiro, nosso rei do ritmo, está completando 156 anos de história. Nossa homenagem a essa importante cidade por essa data tão especial. É uma grande honra para todos nós poder deixar registrada na história do Poder Legislativo uma homenagem a esse município e também a esse grande artista, que marcou o nosso país com a sua arte”, disse o presidente da ALPB, Adriano Galdino.

O documentário conta a história do paraibano que ajudou a popularizar a música nordestina no país com canções de xote, xaxado, coco e baião. A produção mostra a trajetória pessoal e profissional do músico paraibano Jackson do Pandeiro, natural de Alagoa Grande, desde a infância até a fama e renome na música popular brasileira, através de diversos depoimentos, incluindo histórias inéditas de pessoas próximas e revelações de um grande artista brasileiro sobre os últimos momentos de vida do cantor.

A produção foi toda realizada pela equipe da TV Assembleia. Além da direção e roteiro de Eri Alves, também participaram da produção os cinegrafistas Gil Linhares, Aderaldo Júnior e José Dilson; Anderson Oliveira (Edição de Imagens), Caio Fábio (Imagens de Drone); Nielle Carolino (produção); Darlan Gomes (Edição de Imagens, Montagem e Finalização); e Paulo Rogério (Assistente de Cinegrafista).

A TV Assembleia é exibida através do canal 8.2 (TV aberta em João Pessoa, Campina Grande e Patos), pelo canal 11 na net e 340.2, na Sky, GVT e Claro. Você também pode acompanhar a programação completa pelo canal do youtube.com/legislativopb.

Com ALPB

Comentar

ESTADÃO: Pedro Cunha Lima defende terceira via em 2022 e critica “egoísmo” de partidos que querem candidaturas próprias

Imagem da Internet

Deu na “Coluna do Estadão”, desta segunda-feira (26): o deputado Federal Pedro Cunha Lima mantém defesa de uma “terceira via” para as eleições presidenciais de 2022, mesmo após a discussão ser encerrada no âmbito do seu partido, o PSDB.

Cunha Lima entende que o sepultamento da tese é o grande “sonho” do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) e do atual, Jair Bolsonaro (Sem Partido), que polarizariam a eleição.

Segundo Pedro, lideranças que defendem candidaturas próprias alegando a necessidade  de fortalecimento dos partidos devem recuar e deixar o “egoísmo” de lado, permitindo a construção de uma composição de apoio a um único nome.

Pré-candidato a governador da Paraíba, o filho do ex-senador Cássio Cunha Lima só não disse se a regra poderia ser adotada também nos Estados.

Com Estadão

Comentar

Ministério Público abre mais um inquérito para investigar prefeito José Aldemir em Cajazeiras

Imagem da Internet

A promotora Sarah Araújo Viana de Lucena, da Promotoria de Justiça Cumulativa de Cajazeiras, abriu inquérito para investigar a denúncia de que o prefeito do município, José Aldemir (Progressistas), teria contratado professores por “excepcional interesse público” em detrimento de aprovados para o cargo em concurso público.

De acordo com a promotora, se constatadas as irregularidades, Zé Aldemir pode responder por improbidade administrativa com base no artigo 37, inciso II, da Constituição Federal que versa o seguinte:

“A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração”.

Confira o documento:

Com PB Agora

Comentar

Casos de covid-19 aumentam e vacinados contra doença podem voltar a usar máscaras nos Estados Unidos

Imagem Reprodução

A epidemiologista Anthony Fauci, uma das principais autoridades dos Estados Unidos na luta contra a covid-19, admitiu neste domingo (25) que o país pode voltar a recomendar que vacinados contra a doença utilizem máscara, diante do aumento no número de casos de infecção.

“Isso está sendo ativamente considerado”, admitiu o especialista, em entrevista à emissora de televisão americana “CNN”, se referindo, principalmente, aos ambientes fechados.

As declarações dadas por Fauci neste domingo acontecem três dias depois do Centro de Controle e Prevenção de Doenças do país (CDC) informar que não tinha feito qualquer mudança na política sobre o uso de máscaras, inclusive, por vacinados.

Uma possível mudança nas diretrizes do governo dos EUA não implicaria em alteração em todo o território, já que o CDC apenas emite recomendações, com cada estado e localidade tendo autonomia para decidir a forma de agir.

Em meados de maio, com o avanço da vacinação no país, o órgão mudou as orientações e recomendou que quem estivesse totalmente imunizado já poderia ficar sem máscara na maior parte do tempo, inclusive em ambientes fechados.

No fim de junho, diante da propagação da variante delta, a Organização Mundial da Saúde (OMS), sugeriu que mesmo os vacinados deveriam seguir utilizando o item de proteção, diante da alta no contágio. Os EUA, no entanto, não alteraram a política no país.

Nesta semana, o CDC divulgou que a delta já representa, pelo menos, 83% dos casos de covid-19 no território americano. No país, houve uma alta de 47% na quantidade de positivos, enquanto as internações hospitalares subiram 32%.

Nos Estados Unidos, apenas 57% da população com mais de 12 anos de idade já tomaram todas as doses necessárias para a total imunização contra o novo coronavírus, segundo o divulgou o próprio Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

“Estamos avançando na direção errada”, lamentou Fauci, sobre o ritmo da vacinação. O especialista classificou como “um problema”, que metade da população não esteja imunizada e lembrou que o governo está “praticamente suplicando” que as pessoas procurem um ponto de vacinação.

Com R7

Comentar