João Pessoa terá reforço de R$ 6,8 milhões no caixa destinados pelo Governo Federal

Imagem da Internet

O Município de João Pessoa terá um reforço de R$ R$ 6.893.580,35 no caixa. O dinheiro virá do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), iniciativa do Governo Federal aprovada pelo Congresso Nacional. Campina Grande receberá a segunda maior quantia no valor de R$ 1.898.873,65, segundo estimativa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

A entidade prevê que R$ 62.845.460,32 serão rateados com as 223 prefeituras paraibanas. Monteiro, no Cariri paraibana, ficará com R$ 457.107,88. Patos, no Sertão, terá à sua disposição nada menos que R$ 914.215,75 (quase um milhão de reais) e Cajazeiras, também em território sertanejo, terá R$ 685.661,81. Guarabira, no Brejo, contará com
R$ 628.523,33.

Comentar

No “cafezinho” desta sexta-feira, Maranhão quer saber quem está disposto a permanecer no MDB e apoiar sua candidatura

Imagem da Internet

O senador José Maranhão reúne, na manhã desta sexta-feira, em sua residência no Altiplano Cabo Branco, parlamentares e pré-candidatos às eleições de outubro pelo MDB na Paraíba. No “cafezinho”, como denominou o ex-governador, Maranhão pretende sentir com quem poderá contar em sua campanha à sucessão estadual. Quem não comparecer sem justificativa convincente, já terá escolhido seu rumo.

Por razões óbvias, o objetivo do encontro não está sendo tratado publicamente. Segundo o dirigente emedebista, será uma oportunidade de trocar ideias com os correligionários que cobram, há algum tempo, uma reunião para discutir o rumo que o MDB deve tomar.

O partido continua dividido. Mas, a tese de candidatura própria ganhou reforços importantes essa semana. Os deputados Hugo Motta (federal) e Nabor Wanderley (estadual) anunciaram permanência no partido, após o anúncio da direção nacional de que cada deputado federal medebista receberá R$ 1,5 milhão e senador R$ 2 milhões para a campanha eleitoral. Dinheiro do Fundo Partidário.

Os deputados André Amaral e Veneziano Vital ainda não abandonaram a ideia de deixar o partido e continuem aliados do governador Ricardo Coutinho (PSB) e defendendo a pré-candidatura do socialista João Azevedo. Ambos devem comparecer ao encontro na casa de Maranhão.

A participação do senador Raimundo Lira também é quase certa. Lira diz que quer ficar no MDB, mas depois que recebeu garantia de espaço para disputar a reeleição, bandeou-se de vez para o “barco” do prefeito Luciano Cartaxo e assumiu como prioridade seu mandato. Pessoas próximas do presidente do partido, entretanto, revelaram que, a partir de agora, a coisa funcionará na base do “ame-o ou deixe-o”. Ou seja, quem ficar terá que defender a candidatura. Quem não aceitar, que caia fora ou será “convidado” a sair.

O clima tá esquentando.

Comentar

PISOU NA BOLA: Oposição anuncia “bomba” contra Cartaxo, mobiliza imprensa, mas descobre que não pode divulgar denúncia

Imagem da Internet

A bancada de Oposição “pisou na bola” novamente nesta quinta-feira, ao convocar coletiva de imprensa para dizer que tem em mãos supostas denúncias contra o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), mas não pode divulgá-las, pelo menos por enquanto. O líder da bancada, Léo Bezerra (PSB), passou o dia de ontem mobilizando os profissionais de imprensa e classificando o material a ser revelado como uma verdadeira “bomba”, capaz até de interferir no rumo da sucessão estadual na Paraíba.

A movimentação prosseguiu durante toda a manhã desta quinta-feira. Primeiro, a coletiva foi marcada para a presidência da Câmara Municipal. Depois, foi transferida para o auditório, onde haveria mais espaço para acomodar vereadores e profissionais de imprensa.

Mas, o pronunciamento dos oposicionistas só trouxe frustração. O líder confirmou a existência de denúncias, mas pediu mais tempo para avaliar novas informações que teriam chegado nas últimas horas. Léo Bezerra disse apenas que o foco das denúncias é o chamado “Escândalo da Lagoa”, que tem como origem relatório da CGU e laudos da Polícia Federal que apontam superfaturamento nas obras de revitalização do Parque Solon de Lucena. Como se costuma rotular na gíria popular: “A Montanha Pariu um Rato”.

Aliás, nem chegou a “parir” porque as supostas denúncias continuam “embaixo do braço” do líder da Oposição, sem data prevista para serem publicizadas.

Até lá, jornalistas e a sociedade ficaram “chupando o dedo”.

Comentar

Milanez Neto recomenda prudência à Oposição para não prejudicar trabalhos da CMJP em ano eleitoral

Imagem da Internet

O líder da bancada de Situação, Fernando Milanez Neto (MDB), alertou a bancada de Oposição quanto ao risco de transformar a Câmara Municipal em “palanque” em ano eleitoral. Milanez referiu-se às novas denúncias que a oposição promete apresentar em coletiva convocada para a manhã desta quinta-feira.

“É preciso muita prudência. Estamos num ano eleitoral e temos responsabilidade com os trabalhos da Casa e com a sociedade”, lembrou Milanez Neto, insinuando o uso de supostas “denúncias eleitoreiras”.

Milanez Neto garantiu que o prefeito Luciano Cartaxo está tranquilo, não somente em relação ao processo da Lagoa, como qualquer outra acusação que surja por parte dos adversários.

“Estamos tranquilos, inclusive porque o prefeito Luciano Cartaxo tem o respaldo do povo pessoense pela qualidade da gestão que vem executando. Mas, estamos prontos também para para qualquer cenário que a Oposição queira implantar”, avisou o líder do prefeito.

Comentar

Bancada de Oposição deve revelar nesta quinta-feira novas denúncias contra Cartaxo

Imagem da Internet

A bancada de Oposição convocou para esta quinta-feira coletiva onde promete apresentar novas denúncias contra a gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD). O líder da bancada, Léo Bezerra (PSB), não quis antecipar as “novidades”, mas informações de bastidores indicam que uma das denúncias teria a ver com o “Escândalo da Lagoa”, onde A CGU e a Polícia Federal atestaram superfaturamento nas obras de revitalização do Parque Solon de Lucena.

“São novidades quentes, potentes, capazes até de provocar mudanças importantes no processo eleitoral de outubro próximo”, adiantou o líder oposicionista.

O líder da Situação, Fernando Milanez Neto (PSD), ironizou as declarações do colega de Oposição, lembrando que nunca ouviu falar de “anúncio para anúncio” de denúncias, e avisou que os aliados de Cartaxo estão prontos para responder no mesmo tom.

Imagem da Internet

“É no mínimo estranho isso: voce anunciar que vai convocar uma coletiva para anunciar denúncias. Mas, queremos manter o nível dos debates na Câmara Municipal à base do respeito mútuo porque é isso que interessa à população. Agora, estamos prontos para reagir na mesma proporção se formos atacados”, avisou Milanez.

A guerra recomeçou.

Comentar

Depois de ser afastada por fraudes em licitações comprovadas pela Polícia Federal, ex-prefeita Francisca Motta tem contas rejeitadas pelo TCE

Imagem da Internet

A “ficha” da ex-deputada Francisca Motta (MDB) está mais suja que “puleiro de pato”, como se costuma dizer lá no Sertão paraibano. Depois de ser afastada do cargo de prefeita de Patos e ter a filha, Ilanna, presa com base no resultado das investigações da Polícia Federal, mãe do deputado Hugo Motta e ex-esposa do deputado Nabor Wanderley teve as contas de 2013 reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado, nesta quarta-feira (21).

O TCE reprovou três e aprovou seis das contas de Prefeituras Municipais encaminhadas para sua análise, na manhã desta quarta-feira (21). Foram elas as de Patos, Alhanda e Bayeux, atinentes ao exercício de 2013.

O Tribunal de Contas da Paraíba reprovou as contas de 2013 da ex-prefeita de Patos, Francisca Gomes Araújo Mota (MDB). A decisão foi tomada por unanimemente pela Corte de Contas, em decorrência de falhas que incluíram gastos excessivos com a folha de pessoal e o não repasse à Previdência de contribuições descontadas dos servidores.

Os conselheiros seguiram o entendimento do relator do processo, o conselheiro Marcos Costa.

Por maioria e conforme voto do conselheiro Arnóbio Viana, a Corte decidiu, ainda, pela abertura de processo específico a fim de que sejam examinadas despesas com locação de veículos contratadas em 2013 pela Prefeitura de Patos junto à Malta Locadora, empresa a ser chamada, também, aos autos para as devidas explicações. De acordo com o TCE, cabe recurso.

Comentar

Maranhão atua nos bastidores e “estanca sangria” no MDB

Imagem da Internet (Reprodução)

O senador José Maranhão não está para brincadeira, principalmente em se tratando da defesa de sua pré-candidatura ao Governo do Estado. Os adversários – alguns deles ex-aliados – fizeram duas grandes ofensivas nas últimas horas na tentativa de demovê-lo da ideia de disputar o Governo do Estado. Mas, as invdstidas foram repelidas em pouco tempo.

Primeiro, surgiu a informação de que o MDB seria esvaziado e Maranhão ficaria isolado por conta de sua teimosia. Bastou um telefonema para o presidente Michel Temer e uma rápida reunião com alguns dos supostos insurgentes para afastar o perigo.

Coube ao “fiel escudeiro” do MDB e do próprio Maranhão dar a notîcia. Antonio Souza anunciou que a familia Motta, leia-se oa deputados Hugo (federal) e Nabor (estadual) permanecerão no partido.

O outro boato veio logo em seguida. Maranhão assumiria o Ministério das Cidades e retiraria sua pré-cansidatura em nome da unidade das oposições.

O presidente do MDB fez questão de pesaoalmemte desmentir. Mais que isso: convocou para a próxima sexta-feira reunião com os deputados e pré-candidatos proporcionais para discutir eatratégias de campanha e possibilidades de coligações.

Maranhão confirmou negociaçõea com o PR de Wellington Roberto e outros pequenos partidos, cujos nomes preferiu omitir para não prejudicar o andamento das conversas. “Macaco velho”, o pré-candidato do MDB quer evitar assédio dos concorrentes.

Se não conseguiu acabar com os boatos, Maranhão mostrou, com as recentes movimentações, que está atento ao tabuleiro do xadrez da sucessão estadual. E disposto a mexer as peças sempre que preciso.

Comentar

Mangueira volta a ignorar candidatura de Maranhão e diz que segue Manoel Júnior

Imaagem da Web

O vereador Ronivon Mangueira, vice-presidente do diretório do MDB em João Pessoa, voltou a ignorar a pré-candidatura do senador José Maranhão, presidente do partido na Paraíba, defendendo apoio ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD).

Mangueira deixou claro, que, independente da decisão de Maranhão, continuará seguindo a orientação do vice-prefeito Manoel Júnior, um dos principais aliados de Cartaxo. “O senador José Maranhão precisa deixar de pensar um pouco nele e lembrar do partido. Voto em Cartaxo porque é o melhor para o MDB e a Paraíba”, sustentou.

Ainda de acordo com o vereador, Maranhão não ouve as bases do MDB e quer impor sua vontade pessoal de disputar mais um mandato de governador. “O MDB não tem dono. Queremos ser ouvidos sobre o rumo do partido. Como isso não acontece, iremos com Manoel Júnior e Cartaxo”, avisou.

A bronca é grande.

Comentar

João Almeida elogia postura da Oposição na reabertura dos trabalhos

Imagem da Internet

Integrante da bancada de Situação, o vereador João Almeida (SDD) fez questão de elogiar a postura dos colegas de Oposição durante a solenidade de abertura dos trabalhos da Câmara Municipal de João Pessoa. Segundo ele, os vereadores ouviram atentamente a prestação de contas apresentada pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD).

“Os colegas de Oposição deram exemplo de como devem se portar numa democracia. O prefeito mostrou o que tem feito pela cidade e todos acompanharam a exposição sem restrições. As críticas são importantes, mas o respeito é muito mais”, afirmou Almeida.

Pré-candidato a deputado estadual, João Almeida acredita que essa postura da Oposição será mantida durante o período eleitoral, evitando problemas durante as sessões em plenário. “A democracia deve prevalecer em qualquer cenário. Essa regra tanto serve para a Oposição quanto para a Situação”, sustentou.

A sociedade agradece.

Comentar

Ricardo Coutinho assina convênios com 27 Prefeituras para construção de escolas nas redes municipais de ensino

Imagem da Internet

O governador Ricardo Coutinho assina, nesta quarta-feira (21), convênios com 27 prefeituras para a construção de escolas nas redes municipais de ensino. A solenidade ocorrerá às 10h, no Salão Nobre do Palácio da Redenção. A ação visa apoiar os municípios e ampliar a infraestrutura para o desenvolvimento da Educação na Paraíba, a partir da transferência de recursos do Tesouro Estadual na ordem de R$ 25,3 milhões.

Serão contempladas cidades de todas as regiões do Estado como forma de cooperação entre Estado e municípios para assegurar o ensino, considerando o disposto nas metas 2, 3 e 19 da Lei nº 10.488 de 23 de junho de 2015 do Plano Estadual de Educação (PEE) e a necessidade de fortalecer a parceria do Governo Estadual com o Municipal, objetivando que até 2021 toda criança paraibana esteja alfabetizada até o terceiro ano do ensino fundamental e que o número de estudantes com alfabetização incompleta no 5º ano seja reduzido em 5% ao ano.

Data: 21.02.18 (Quarta-feira)

Hora: 10h

Local: Salão Nobre – Palácio da Redenção

Comentar