Paraíba registra primeira morte provocada por corovírus e investiga outros casos

Imagem Reprodução

A Paraíba registrou, nesta terça-feira (31), a primeira morte em decorrência da Covid-19. Trata-se de Danilo Andrade, 36 anos, residente do município de Patos que estava internado na UTI do Hospital Clementino Fraga,em João Pessoa.

A confirmação laboratorial para COVID-19 se deu nessa segunda, 30 de março. Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que “se solidariza com a família neste momento de dor e pesar”.

Danilo foi internado na última quinta-feira, dia 26, no Hospital São Francisco, em Patos, porém, diante da gravidade, foi transferido com urgência para os hospitais de referência na capital paraibana. A transferência aconteceu através de ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

O jovem havia se sentido mal um dia antes, quarta-feira, dia 25, quando se queixava de dores no peito e dificuldades para respirar. Danilo Andrade era diabético, além disso era hipertenso e tinha problemas de asma.

Estado investiga outras mortes em decorrência da Covid-19

Além da morte do patoense, o Estado investiga outros óbitos que teriam sido causados pela doença. Dentre eles, a morte de Mateus Carlos, filho do empresário Eduardo Carlos, presidente da Rede Paraíba de Comunicação.

O exame que deveria confirmar se o publicitário morreu em decorrência da Covid-19 deu inconclusivo. O material foi encaminhado para Laboratório Evandro Chagas, no Pará. Resultado deverá sair em 10 dias.

Mateus morreu nessa segunda-feira (30) após passar quase uma semana internado no Hospital Clementino Fraga.

Com maispb

Comentar


Senador José Maranhão destina R$ 2 milhões para combate ao coronavírus na Paraíba

Imagem Divulgação

O senador José Maranhão (MDB) destinou R$ 2 milhões da sua parcela em emenda de bancada no Congresso para o combate ao coronavírus na Paraíba. Os valores deverão ser passados ao Governo do Estado. As emendas de bancada são coletivas, de autoria das bancadas estaduais ou regionais, mas os parlamentares definem suas prioridades.
O senador considera importante que haja união neste momento visando o objetivo maior: proteger a população contra um mal que está mobilizando o mundo. “É hora de cada um fazer sua parte pelo bem de todos”, enfatiza José Maranhão.
O Governo Federal decidiu antecipar a liberação das emendas de bancada no Congresso para acelerar o envio dos recursos aos Estados. Deputados e senadores poderão alterar a prioridade na destinação dos recursos para a Saúde já incorporados ao orçamento deste ano por meio de emendas impositivas, de execução obrigatória.
Parte das emendas de bancada estadual discricionárias, que são de livre execução pelo governo, também poderão fazer parte do esforço contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A Secretaria de Governo da Presidência da República deve divulgar nos próximos dias como será a execução desses recursos. A expectativa é de que os valores estejam disponíveis o quanto antes para os gestores do setor de Saúde.
No dia 20 de março, o senador solicitou ao Ministério da Saúde que forneça à Paraíba os testes rápidos para detecção do Coronavírus e todo apoio necessário para minimizar uma crise sanitária no estado. O senador elogiou o trabalho do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que tem se mostrado “incansável” na luta para evitar uma situação caótica no País. “Reconheço o trabalho extraordinário do ministro frente ao enorme desafio que a pandemia apresenta para todos os brasileiros”, afirmou Maranhão.
Do seu escritório em João Pessoa, o senador José Maranhão tem cumprido as atividades parlamentares e participado de todas as votações remotas do Senado e do Congresso Nacional, pela internet.
Comentar


Ruy Carneiro destina mais R$ 14 milhões para saúde de João Pessoa e putras cidades da Paraíba

Brasília – Em plena crise da pandemia do coronavírus, o deputado federal Ruy Carneiro garantiu a destinação de mais de R$ 14 milhões para a rede saúde de João Pessoa e de outros municípios da Paraíba. Parte dos recursos, destinados à prefeitura da capital, servirá diretamente para o reforço na luta contra a Covid-19, com a possibilidade de compra de máscaras, álcool em gel, medicamentos, equipamentos como os respiradores e contratação de pessoal.

As emendas de Ruy Carneiro contemplam também os hospitais Napoleão Laureano (R$ 2 milhões), São Vicente de Paulo (R$ 400 mil), Universitário Lauro Wanderley (R$ 290 mil) e o Padre Zé (R$ 300 mil), em João Pessoa; bem como o Hospital da FAP (R$ 200 mil), em Campina Grande, e a Maternidade Flávio Ribeiro Coutinho (R$ 200 mil), em Santa Rita; além de outras instituições de saúde e entidades de assistência social, do interior e da capital paraibana (R$ 9,5 milhões).

“Nosso passo mais urgente agora é qualificar o atendimento na rede de saúde para receber os casos do novo coronavírus, mas destinamos um volume expressivo de verbas para a manutenção das unidades hospitalares, o que é fundamental no atendimento dos pacientes de outras doenças”, explica Ruy.

O tema da saúde é uma pauta recorrente na atuação do deputado. Para Ruy Carneiro, cuidar da vida das pessoas deve ser sempre uma prioridade da atuação de todos. “Conheço de perto os problemas que os pessoenses enfrentam e trabalho bastante para melhorar a situação crítica que os mais necessitados enfrentam. Percorro os gabinetes e corredores de Brasília buscando formas de conseguir os recursos necessários para a saúde”, ressalta.

Com Assessoria

Comentar


Deputado cobra do Denocs medidas de recuperação da parede do açude Jagobá em Patos

Na manhã desta segunda-feira (30), o deputado estadual Nabor Wanderley (Republicanos) postou um vídeo nas suas redes sociais solicitando providências para a limpeza e manutenção da parede do açude Jatobá, no município de Patos.

No vídeo que o parlamentar gravou, ele mostra que a parede do manancial está cheia de erosões e coberta de mato e ressalta que os próprios moradores é quem estão tampando as valas existentes. A preocupação do deputado aumenta em virtude do período chuvoso e o açude se encontrar próximo de atingir a capacidade máxima de armazenamento, e por isso solicitou que o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) tome as providências o mais rápido possível.

“Quero solicitar ao pessoal do Dnocs que tomem as providências em relação a parede do açude Jatobá, para que a cidade não corra riscos e não perca esse momento importante de ter o açude praticamente cheio para abastecer a nossa cidade e a nossa região”, solicitou Nabor.

Com Assessoria

Comentar


Senado aprova auxílio emergencial de R$ 600,00 para trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa

O Senado aprovou hoje (30) o pagamento de um auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinado aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa. Chamado de “coronavoucher”, a ajuda vem para reparar as perdas de renda para algumas fatias da sociedade durante o período de isolamento, quando as oportunidades de trabalho para essas categorias estão escassas.

A aprovação foi unânime, com 79 votos favoráveis e apoio dos senadores da oposição e do governo. O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), foi um dos vários parlamentares que se manifestaram. “Estamos precisando de tais iniciativas de injetar na veia o dinheiro para o cidadão comprar comida e sobreviver a essa calamidade. A primeira vez que o dinheiro vai chegar na mão do povo vai ser nesse projeto. É calamidade, as pessoas estão precisando”.

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) destacou que o projeto é um consenso entre Congresso Nacional e governo federal. Já o líder do governo na Casa, Fernando Bezerra (MDB-PE), afirmou que mais de 30 milhões de brasileiros serão beneficiados com essa medida.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que, graças a um ajuste de redação, o benefício também contemplará inscritos no Cadastro Único após o dia 20 de março. Em seguida, o líder da oposição afirmou que esse não é o momento de priorizar as finanças do Estado. “Não cabe se pensar em gasto público. Esse é um momento emergencial, que temos que atender as necessidades das pessoas”.

Logo após a aprovação, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, usou o Twitter para pedir ao presidente da República a sanção imediata do projeto. Alcolumbre está afastado de suas atividades após ter sido diagnosticado com o novo coronavírus.

Inclusão de outras categorias

Outro projeto já ganha forma no Senado, para incluir outras categorias, como motoristas de táxi ou de aplicativo e pescadores sazonais, dentre outros a serem definidos. Weverton Rocha (PDT-MA) lembrou dos músicos, que perderam trabalhos durante o isolamento. Essa pode ser outra categoria a entrar no novo projeto. Esse texto, previsto para ser votado amanhã (30), será de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e tem relatoria de Esperidião Amin (PP-SC).

Vieira foi o relator do projeto aprovado hoje. Seu nome foi escolhido justamente por conhecer bem o tema e já discutir a inclusão de novas categorias a partir das emendas que recebeu para análise. As emendas não foram acatadas para evitar que mudanças de mérito do projeto o fizessem voltar à Câmara.

Com Agência Brasil

Comentar


TJ/MP/OAB e DPE prorrogam medidas preventivas ao coronavírus até final de abril na Paraíba

 

Imagem Divulgação/TJPB

As medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo novo Coronavírus (Covid-19), constantes nos Atos Normativos Conjuntos nº 002 e 003/2020/TJPB/MPPB/DPE-PB/OAB-PB (com validade até 31 de março), serão prorrogadas até o dia 30 de abril de 2020. O Ato Conjunto nº 04/2020, assinado pelos gestores das instituições envolvidas nesta segunda-feira (30), será publicado no Diário da Justiça eletrônico (DJe) desta terça-feira (31) e dá cumprimento à determinação do artigo 5º da Resolução nº 313, de 19 de março de 2020, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no sentido de suspender os prazos judiciais e administrativos até a referida data.

O Ato Conjunto nº 04 dispõe, ainda, que, no período de suspensão dos prazos, fica mantida a publicação de atos, as intimações, a distribuição, a instauração e a tramitação de processos e procedimentos.

Além das determinações do CNJ, o documento considerou a evolução da pandemia de Covid-19, declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde o dia 11 de março, e a consequente necessidade de manter o regime de trabalho remoto para evitar disseminação do vírus.

O documento é assinado pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, pelo corregedor-geral de Justiça, desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira, pelo procurador-geral de Justiça da Paraíba, Francisco Seráphico, pelo defensor público-geral, Ricardo Barros e pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba, Paulo Maia.

Confira aqui o Ato.

Com ASCOM TJPB

Comentar


NO MUNDO: Infectados pelo coronavírus já passam de 724 mil e 34 mil mortos

Imagem Reprodução

A Espanha registrou 812 novas mortes por complicações provocada pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e o balanço de mortes supera 7,3 mil no país, informou nesta segunda-feira (30) o Ministério da Saúde local. O número de mortes entre domingo (29) e esta segunda é inferior ao número recorde de 838 registrado no balanço anterior.

A Malásia, no sudeste asiático. só irá permitir que as lojas que vendem artigos de uso diário funcionem das 8h às 20h. A determinação vale para supermercados e postos de gasolina. Sob regras de isolamento desde 18 de março, serviços essenciais, como saúde, transporte e indústria de alimentos, estão funcionando. O país já registrou mais de 2,4 mil casos do novo coronavírus.

O Zimbábue dá início nesta segunda-feira (30) a 21 dias de quarentena em um esforço para conter a expansão da pandemia de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Pelo mundo

Passa de 724 mil o número de infecções pelo novo coronavírus e de 34 mil mortes em todo o mundo, segundo a universidade americana Johns Hopkins. Mais de 152 mil se recuperaram da doença.

Um dos mais afetados pela doença, o Irã registrou 117 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total para 2.757. Também nas últimas horas, foram registrados 3.186 novos contágios, informou um porta-voz do Ministério da Saúde. São 41.495 casos diagnosticados.

Em Moscou, na Rússia, o confinamento por tempo indeterminado começa nesta segunda. A tendência é que o restante do país faça o mesmo nos próximos dias. O primeiro-ministro Mikhail Mishustin alertou a população de que esse é o único jeito de controlar o avanço da pandemia. São mais de 1.500 contaminados e oito mortes.

Com G1

Comentar


CORONAVÍRUS: Projeto de Ricardo Barbosa prevê suspensão de protestos de títulos na Paraíba

Imagem da Internet

O deputado Ricardo Barbosa encaminhou à Assembleia Legislativa da Paraíba projeto de lei que suspende o protesto de títulos durante o período de calamidade pública em razão do coronavírus.

Segundo ele explica, o objetivo é proteger e resguardar a população e os pequenos empresários de ter seu nome “sujo” enquanto perdurar o estado de emergência e calamidade.

“É público e notório que estamos passando por um período de muitas incertezas em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid 19), que vem assolando todo o Brasil, inclusive a Paraíba”, justificou.

Com Assessoria/Gisa Veiga

Comentar


Brasil tem 136 mortes e 4.256 casos confirmados de coronavírus

Imagem Reprodução da Internet

O Brasil já registra 136 mortes e 4.256 casos confirmados de Covid-19. Os dados foram divulgados na tarde deste domingo (29) pelo Ministério da Saúde. O mais recente balanço dos casos da Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2 ainda revela que a 3,2% é a taxa de letalidade. (Confira o relatório aqui)

No balanço do dia anterior, o Brasil tinha 114 mortes. Isso representa um aumento de 19% no número de mortes.

O estado de SP concentra 1.451 casos e o RJ, 600. O balanço acrescentou 22 mortes ao total.

O domingo teve o mesmo acréscimo em número de mortes do sábado, em que também houve registro de 22 vítimas a mais em relação à sexta-feira.

Este domingo e o sábado são os dois dias com mais registros de mortes no Brasil pelo novo coronavírus até agora.

O número de casos confirmados aumentou em 352 no balanço deste domingo. Até o dia anterior, eram 3.094 confirmados. O aumento do número de casos foi de 9%.

O aumento de casos foi menor do que o de sábado, quando foram 487 novas confirmações.

A taxa de letalidade subiu de 2,8% até o sábado para 3,2% neste domingo.

Os números consideram as pessoas cujos resultados dos testes já foram apresentados e testaram positivo. Casos suspeitos não foram incluídos.

Com Clickpb

 

Comentar


Deputado quer suspender protesto de títulos durante panddmia do coronavírus

Imagem da Internet

O deputado Ricardo Barbosa encaminhou à Assembleia Legislativa da Paraíba projeto de lei que suspende o protesto de títulos durante o período de calamidade pública em razão do coronavírus.

Segundo ele explica, o objetivo é proteger e resguardar a população e os pequenos empresários de ter seu nome “sujo” enquanto perdurar o estado de emergência e calamidade.
“É público e notório que estamos passando por um período de muitas incertezas em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid 19), que vem assolando todo o Brasil, inclusive a Paraíba”, justificou.

Comentar