A decisão sensata do jovem Bruno Cunha Lima

Imagem Reprodução/portal correio

Ao contrário do que esperavam alguns caciques da política campinense, o prefeito eleito Bruno Cunha Lima (PSD) decidiu não meter o dedo no segundo turno da campanha para prefeito de João Pessoa.

Bruno tem, de cara, uma razão muito simples para tal postura: candidatos na Capital em.momento algum interferiram na campanha na Rainha da Borborema, onde venceu a eleição em primiro turno. Caso contrário, talvez o resultado das urnas não fosse exatamente esse. Repito: talvez.

Mas, há também razões “maiores” para Bruno “permanecer” em Campina. O sobrinho de Ronaldo também está enxergando mais.longe. Como prefeito eleito, Bruno tem qje pensar no futuro da cidade, e uma boa relação, mesmo que apenas institucional, com a prefeitura de João Pessoa e com o Governo do Estado é importante para o futuro dos campinenses.

Não se trata de dependência, mas de racionalidade. Bruno não quer cometer os mesmos erros de antecessores.

O “garoto” tem posição política definida, mas, ao que parece, não está disposto a ser capacho de ninguém.

É o que transparece.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor