Acordo entre Executivo e Legislativo deve reduzir em R$ 50 milhões impacto das emendas impositivas no Orçamento do Estado

Imagem da Internet

O acordo entre os Poderes Executivo e Legislativo, sobre as emendas impositivas, está muito próximo de ser consolidado. Segundo fonte credenciada do Palácio da Redenção, proposta mediada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), prevê a redução em R$ 50 milhões do.impacto das emendas no Orçamento Geral Anual do Estado.

Nas condições atuais, esse impacto seria de R$ 150 milhões. O valor, de acordo com o governador João Azevedo (PSB), comprometeria a execução do Orçamento. Em princípio, os deputados aceitaram os argumentos do chefe do Executivo, mas faltava definir o total da redução.

Após conversar diversas vezes com as partes, Adriano Galdino levou a proposta aos colegas e, ao que tudo indica, o “martelo deve ser batido” até a próxima semana.

Com os R$ 100 milhões assegurados às emendas impositivas, cada um dos 36 deputados deve ter direito a indicar a aplicacão de quase R$ 3 milhões em obras em suas bases eleitorais.

Pode parecer pouco, diante do amplo leque de municípios em que os parlamentares atuam, mas o valor se torna considerável se comparado aos anos anteriores em que a execução das emendas parlamentares dependiam tão somente do humor do governador de plantão.

“Temos que corresponder às expectativas dos deputados, mas sem esquecer das necessidades orçamentárias do Governo do Estado”, avaliou o presidente da Assembleia Legislativa.

Mais um.ponto para Adriano Galdino.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor