DEFESA DO ESTADO: A nova postura da classe política paraibana em Brasília

Imagem da Internet

Muito se reclamou da falta de unidade da classe política paraibana, principalmente no tratamento dos interesses do Estado em Brasília. Não precisa citar nomes. Basta lembrar que, pelo menos nas últimas duas décadas, grupos políticos se revesaram entre defensores e opositores de projetos que trariam apenas benefícios á população paraibana. Tudo em nome de uma politicagem barata, onde vencedores comemoravam a derrota dos perdedores e do próprio Estado.

Nesta terça-feira (08), surgiu uma “luz no fim do túnel” que pode clarear o caminho dos nossos represestantes, levando-os a mudar de postura. Numa reunião em Brasília, estiveram lado a.lado o governador João Azevedo e o prefeito Luciano Cartaxo, adversários de 2018, além do prefeito Romero Rodrigues e de deputados federais que disputam votos em diversos redutos paraibanos.

Mais importante que a reunião foi o resultado dela.. A divisão dos recursos alocados no Orçamento Federal para 2020 ficou praticamente definida entre Governo do Estado e Municípios, com prioridade para projetos das duas principais cidades: João Pessoa e Campina Grande.

O “martelo deve ser batido” numa outra reunião, ainda este mês, mas sem previsão de contestações, pelo que foi acertado no primeiro encontro. Sem dúvidas, uma boa notícia num cenário dominado por operações da Polícia Federal e redução de recursos do FPM e do FPE.

Um exemplo que deve, de agora em diante, se tornar rotina.

É o que os paraibanos esperam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor